Início Tradições Carne de Porco à Alentejana: origem e receita

Carne de Porco à Alentejana: origem e receita

Carne de Porco à Alentejana, uma refeição tão divulgada consegue pôr um molusco e um mamífero a combinarem sabores no mesmo prato. Uma verdadeira delícia.

3117
COMPARTILHE
Carne de Porco à Alentejana: origem e receita
Carne de Porco à Alentejana: origem e receita

Carne de Porco à Alentejana: origem e receita

A Carne de Porco à Alentejana até pode não ter surgido no Alentejo mas foi por lá que  ganhou fama, por comparação à versão algarvia, que sabia a peixe.

Carne de Porco à Alentejana: origem e receita
Carne de Porco à Alentejana: origem e receita

Uma refeição tão divulgada nos roteiros gastronómicos de Portugal consegue pôr um molusco e um mamífero a combinarem sabores no mesmo prato.

Aparentemente, aos olhos de quem nunca provou, a Carne de Porco à Alentejana tinha tudo para correr mal. Mas quem experimenta, muitas vezes, dá-se bem. Foi o caso.

Carne de Porco à Alentejana: origem e receita

Origem da Carne de Porco à Alentejana

A origem de tal estranho prato é meio incerta, embora possamos situá-la algures durante os tempos da Inquisição. Foi por aí que o porco entrou na dieta do sul.

Sendo ele um animal protegido pelo judaísmo e islamismo – culturas que eram (e em parte ainda são) muito vividas no além Tejo -, a igreja começou a ver com olhar desconfiado quem não o incluía nas suas refeições.

Carne de Porco à Alentejana: origem e receita
Carne de Porco à Alentejana: origem e receita

O ritual da matança do porco iniciou-se aí, e é possível que a Carne de Porco à Alentejana também. Seria uma forma de mostrar aos mais cépticos que gente de outras religiões se tinha convertido ao cristianismo. E a prova era essa: já comiam porco e tudo.

O nome pode ser muito enganador, de acordo com algumas opiniões. Há quem defenda que a origem desta tradição sulista de montar um prato com amêijoas e porco seja algarvia e não alentejana. E há quem defenda que pela mesma razão é esse prato alentejano e não algarvio.

Carne de Porco à Alentejana: origem e receita
Carne de Porco à Alentejana: origem e receita

Por partes.

Os que professam uma origem da Carne de Porco à Alentejana no Algarve, contam que por lá os porcos eram alimentados com espinhas ou farinha de peixe ou da indústria conserveira, e que o sabor da carne ficava alterado quando os suínos seguiam tal dieta.

A solução foi disfarçar o sabor marinho do porco colocando amêijoas, e dessa forma arranjar justificação para que o músculo pudesse dar semelhante palato.

Carne de Porco à Alentejana: origem e receita
Carne de Porco à Alentejana: origem e receita

Os que aventuram uma origem alentejana partem da mesma premissa: os porcos algarvios, alimentados essencialmente a peixe ou derivados dele, sabiam mal. Tão mal que tiveram de juntar amêijoas para confundir clientes.

E aí surgiu a necessidade de vender a mesma coisa mas com carne suína de melhor qualidade. Apareceu a Carne de Porco Alentejano com Amêijoas, que seria a primeira versão alentejana do prato.

Carne de Porco à Alentejana: origem e receita
Carne de Porco à Alentejana: origem e receita

Consistia exactamente na mesma coisa, com a excepção do porco ser do Alentejo, e portanto mais saboroso, por ser alimentado a bolotas. O resto foi deturpação do nome, que de Carne de Porco Alentejano passou a Carne de Porco à Alentejana.

Poderá haver muito de lenda nestas conversas, embora me pareça bem verosímil a questão algarvia da alimentação do porco a espinhas. E assumindo tal contexto, é normal que a carne de um animal assim mantido não soubesse bem a carne.

(cont.)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here