Início Tradições Pastéis de Belém, os melhores pastéis de nata de Portugal

Pastéis de Belém, os melhores pastéis de nata de Portugal

Os Pastéis de Belém são uma especialidade doceira da gastronomia portuguesa e estão, seguramente, entre os produtos tradicionais portugueses de excelência.

Pastéis de Belém
Pastéis de Belém, os melhores pastéis de nata de Portugal

Pastéis de Belém, os melhores pastéis de nata de Portugal

Os pastéis de nata, ou Pastéis de Belém, são uma especialidade doceira da gastronomia portuguesa e estão, seguramente, entre os produtos tradicionais portugueses de excelência.

Portugal é um país que tem algumas dificuldades em assegurar uma posição de relevo no mundo. Tem uma localização geográfica descentrada, remetido para um canto da Europa, onde a poderosa Espanha parece abafar o nosso país e roubar-lhe protagonismo.

Pastéis de Belém, os melhores pastéis de nata de Portugal

O nosso belo país tem uma dimensão pouco significativa, sendo considerado pequeno em comparação com os países de maior relevância na Europa e no resto do mundo.

O número de habitantes também é reduzido, quando confrontado com os números desses outros países.

Pastéis de Belém, os melhores pastéis de nata de Portugal

Contudo, Portugal tem uma riqueza que é de inegável valor: os portugueses! E os portugueses são maiores que o tamanho da sua altura, pois são do tamanho da sua visão e talento!

Prova disso, são os inúmeros produtos tradicionais portugueses que encantam o mundo. Entre eles está, claro, o pastel de Belém!

Da minha aldeia veio quanto da terra se pode ver no Universo… / Por isso a minha aldeia é tão grande como outra terra qualquer / Porque eu sou do tamanho do que vejo / E não, do tamanho da minha altura…

Alberto Caeiro, in “O Guardador de Rebanhos – Poema VII”

Pastéis de Belém, os melhores pastéis de nata de Portugal

História

Era comum os clérigos do Mosteiro dos Jerónimos confecionarem e venderem à população parte dos seus pastéis. No ano de 1834, todos os mosteiros e conventos de Portugal foram encerrados, na sequência da revolução liberal de 1820.

Trabalhadores e clero foram expulsos. Nessa altura, alguém do Mosteiro dos Jerónimos, conhecedor dos deliciosos segredos guardados no Mosteiro, decidiu colocar os populares “Pastéis de Belém” à venda, numa loja local. O fabrico dos “Pastéis de Belém” ocorre no ano de 1837.

Pastéis de Belém, os melhores pastéis de nata de Portugal

O sucesso da zona de Belém foi-se espalhando e, da cidade de Lisboa, vinham visitantes que encurtavam o caminho recorrendo a barcos de vapor. Para além dos encantos do Mosteiro dos Jerónimos e da Torre de Belém, havia ainda um delicioso petisco a dar mais uma razão para se fazer a viagem.

Desde essa época, são quase 200 anos em que o segredo deste pastel de Belém tem sido partilhado de geração em geração, deliciando inúmeros portugueses e muitos turistas.

Pastéis de Belém, os melhores pastéis de nata de Portugal

Características

O pastel de Belém tem como grande atrativo o delicioso recheio que tem como base ingredientes como açúcar, leite, farinha e gemas de ovos. A massa que o envolve é parecida com a massa folhada.

No final, é recomendado que seja polvilhado com açúcar e/ou canela. A massa é dividida em lâminas estaladiças que casam extremamente bem com o creme de sabor suave e delicioso.

Pastéis de Belém, os melhores pastéis de nata de Portugal

Pastel de Belém vs Pastel de Nata

Para comer um pastel de Belém, só em Belém. Há quem defenda que há grandes diferenças entre o pastel de Belém e o de nata.

A verdade é que o doce de Belém suscitou tanta atenção, que não faltou quem o recriasse e espalhasse pelo país fora, ficando assim com o nome de pastel de nata. Indiscutivelmente, tanto os pastéis de Belém como os de nata são hoje uma referência da doçaria portuguesa.

Pastéis de Belém, os melhores pastéis de nata de Portugal

Curiosidades

No ano de 2011, o Pastel de Belém foi eleito uma das 7 Maravilhas da Gastronomia de Portugal. O reputado jornal The Guardian integrou o famoso pastel português como uma das 50 iguarias mais saborosas do mundo. Anualmente, é realizado um concurso que vai à procura do melhor Pastel de Nata.

Se gostou deste artigo também poderá gostar de:


Doçaria Conventual e 3 receitas originais do séc. XVIII

Ovos moles de Aveiro, um doce com história (receita original)

A Doçaria conventual e os papos de anjo a que ninguém resiste

Conheça a «Delícia do Porto» inspirada na doçaria conventual

_

Márcio Magalhães
Um Mestrado em Ensino não fazia prever o percurso consolidado e bem sucedido no marketing digital e na produção de conteúdos, com publicação regular de artigos em diversas plataformas. (exclusivamente responsável pelo conteúdo textual)

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.