Início Cultura Língua Portuguesa: devemos escrever catorze ou quatorze?

Língua Portuguesa: devemos escrever catorze ou quatorze?

Existem erros que se tornam muito comuns, que poucos conseguem distinguir o certo do errado. Devemos escrever catorze ou quatorze?

devemos escrever catorze ou quatorze
Língua Portuguesa: devemos escrever catorze ou quatorze?

Existem erros que se tornam muito comuns, que poucos conseguem distinguir o certo do errado. Devemos escrever catorze ou quatorze?

É importante conhecer a língua portuguesa, perceber que ela representa um desafio aliciante. Ela esconde segredos, curiosidades, regras, exceções às regras e tem muito para ser desvendado. Outra característica da língua portuguesa é a parecença entre várias palavras. Essas semelhanças levam ao surgimento de diversos erros.

Existem diversos erros que são frequentemente cometidos. Convém apostar no imediato esclarecimento de dúvidas, mal elas surjam, tal como é importante conhecer quais são os erros recorrentes. Quer conhecer um deles? Escreve-se catorze ou quatorze?

Saber falar em bom português não é tão fácil como possa parecer, uma vez que a Língua Portuguesa possui muitas particularidades que se tornam obstáculos e armadilhas que nos impedem de dominar este idioma na íntegra. Contudo, podemos estar atentos a diversos pormenores que nos ajudarão a melhorar.

Língua Portuguesa: devemos escrever catorze ou quatorze?

Todas as pessoas que possuem grande interesse em conhecer curiosidades da Língua Portuguesa têm um particular interesse nos erros ortográficos mais comuns. Estão sempre atentos aos erros que são cometidos frequentemente no nosso quotidiano. A verdade é que essa postura deveria ser a de todos, pois a língua portuguesa é uma ferramenta importante para qualquer pessoa.

Assim, sempre que somos assaltados por dúvidas, devemos tentar esclarecê-las, para evitar que elas nos venham a inibir ou a embaraçar… Dúvidas dessas todos temos com frequência, do tipo, escreve-se catorze ou quatorze?

Leia também:

Esclarecimento de dúvidas da Língua Portuguesa: escreve-se catorze ou quatorze?

– A minha nota a matemática foi catorze.

– O meu corredor é tão extenso que podes dar quatorze passos em frente.

– Comprei um dicionário de inglês. Custou-me quatorze euros.

– A minha prima fez ontem catorze anos.

– Conheci a minha esposa, tinha ela catorze anos na altura. Éramos da mesma turma.

Breve exercício: Agora que leu as cinco frases que servem de exemplo, consegue esclarecer-nos a dúvida: escreve-se catorze ou quatorze?

Esclarecimento: escreve-se catorze ou quatorze?

Esta questão inquieta os pensamentos de muitas pessoas. Contudo, é possível escrever “catorze”, sendo esta a forma mais comum. Mas, se recorrermos a um dicionário da Porto Editora, podemos encontrar também outra forma da palavra: quatorze.

Logo, apesar de tendencialmente acharmos que uma esteja errada, a verdade é que se podem usar ambas as versões, embora cada versão seja mais apropriada a um determinado país.

Realidades distintas

A palavra quatorze está a caminho de se tornar obsoleta no português de Portugal, sendo bem mais comum recorrer à palavra catorze. Por isso, em Portugal, deve optar-se por esta última.

No entanto, no português do Brasil, a palavra quatorze é de uso tão frequente e comum como catorze, sendo comum ouvirem-se ambas as opções. No Brasil, pode optar por qualquer uma delas.

Dois termos, um sentido

Os termos catorze/quatorze surgem do latim quatuordëcim. Assim, podemos dizer que a palavra quatorze tem uma proximidade maior com o termo na língua original, advindo a sua raiz da palavra em latim, pois a palavra quatorze mantém no início da palavra “qu” de quatuordëcim.

A palavra catorze é um termo que surge na sequência do desenvolvimento da própria língua. Não está incorreto; é sim um termo no qual a grafia se adaptou aos fonemas.

Legitimidade

Ambas as versões podem ser usadas, pois são variantes que são aceites na língua portuguesa, estando ambas presentes em diferentes dicionários. Tanto quatorze, como catorze, são duas formas distintas, mas ambas perfeitamente legítimas.

Podemos usar ambas para fazer referência ao cardinal 14. No entanto, a tendência, pelo menos em Portugal, é de que catorze venha a evidenciar-se ainda mais no futuro, acabando por o termo quatorze ser secundarizado.

O tempo

No passado, chegou a escrever-se farmácia com “ph”. Com o passar do tempo, optou-se por privilegiar mais a fonética (tal como acontece com “catorze”) do que a origem etimológica das palavras.

Hoje, já não se encontram no nosso dicionário palavras como “Pharmácia”, “Philosofia” ou outras. Elas desapareceram. Tal pode ser o futuro de quatorze.

NCultura

Se gostou deste artigo reaja a ele e faça um comentário!

Se gostou deste tema pode procurar outros artigos sobre Língua Portuguesa no NCultura. Se tem outros temas que pretende que sejam explorados pelo NCultura, deixe-nos sugestões. Se é apaixonado pela língua portuguesa, saiba que há muitos mais artigos para ler no NCultura.

Apaixone-se pelo NCultura e explore diferentes temáticas: turismo e viagens, saúde, gastronomia, cultura, histórias, entre outras…

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.