Início Histórias 10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal

10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal

Fique a conhecer 10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal mais emblemáticos. Eles convidam a uma visita demorada.

823
COMPARTILHE
10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal
10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal

10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal

Fique a conhecer 10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal mais emblemáticos. Eles convidam a uma visita demorada.

Castelos que guardam memória da defesa da fronteira portuguesa. Mais ou menos bem conservados, alvo de requalificações recentes ou melhoramentos, estes monumentos fortificados convidam a uma visita demorada.

Fique a conhecer diversos factos históricos e curiosidades sobre alguns dos castelos mais emblemáticos de Portugal.

Castelo de S. Jorge (Lisboa)

10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal
Castelo de S. Jorge (Lisboa) – 10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal

O Castelo de São Jorge é um dos monumentos nacionais mais importantes da cidade de Lisboa.

A vista sensacional sobre o rio Tejo e a cidade lisboeta não deixam ninguém indiferente. Apesar de ter sido construído no século XI, o castelo só passou a ser conhecido, como é atualmente, no século XIV.

A escolha do nome São Jorge deve-se a este santo ser conhecido como o padroeiro dos cavaleiros e das cruzadas.

Castelo de Óbidos (Leiria)

10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal
Castelo de Óbidos (Leiria) – 10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal

Considerado uma das sete maravilhas de Portugal, o Castelo de Óbidos está localizado na vila batizada com o mesmo nome.

Em 1282, D. Dinis decidiu oferecê-lo à sua esposa, D. Isabel de Aragão, como presente de casamento.

Outro dado curioso sobre Óbidos, prende-se com o facto de em pleno regime ditatorial, a vila ter sido palco da reunião preparatória para a Revolução dos Cravos liderada por Vasco Lourenço e que teve lugar a 25 de abril de 1974.

Castelo do Mouros (Sintra)

10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal
Castelo dos Mouros (Sintra) – 10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal

Localizado na emblemática serra de Sintra e junto ao Palácio da Pena, o Castelo dos Mouros ocupa uma área de 12 mil metros quadrados e foi construído no século IX.

Uma das curiosidades deste monumento em ruínas é o facto da Igreja de São Pedro Panaferrim, que pode ser encontrada no interior do castelo, ter sido a primeira igreja paroquial da vila de Sintra.

Castelo de Guimarães

10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal
Castelo de Guimarães – 10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal

Inicialmente o castelo de Guimarães começou por ser um mosteiro, mandado construir pela Condessa Mumadona Dias, no século X.

Com o passar dos anos e com os ataques feitos pelos mouros, foram efetuadas diversas obras de ampliação ao mosteiro que só tomou a forma de castelo no século XII, durante o reinado do conde D. Henrique, pai de D. Afonso Henriques.

Acredita-se ainda que foi no Castelo de Guimarães que D. Teresa de Portucale terá dado à luz aquele que viria a tornar-se o primeiro rei de Portugal.

Castelo de Almourol (Vila Nova da Barquinha)

10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal
Castelo de Almourol (Vila Nova da Barquinha) – 10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal

À semelhança de diversos castelos nacionais, existem diversas lendas relacionadas com o Castelo de Almourol.

Uma delas é a de D. Ramiro, alcaide do castelo, que após regressar de uma batalha pediu água a duas mouras – mãe e filha – que encontrou pelo caminho. Assustadas, deixaram cair a bilha de água, o que fez com que D. Ramiro as matasse em seguida.

O irmão e filho das mouras, que presenciou o sucedido, foi feito prisioneiro por D. Ramiro e jurou vingança. Após envenenar a mulher do alcaide, o mouro acabou por se apaixonar pela filha de Ramiro não levando por diante o resto do seu plano.

Prometida em casamento a outro homem, a jovem e o mouro fugiram juntos, destroçando por completo D. Ramiro. Reza a lenda que nas noites de São João, os amantes aparecem na torre do castelo abraçados.

(cont.)

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here