Início Histórias 10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal

10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal

Fique a conhecer 10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal mais emblemáticos. Eles convidam a uma visita demorada.

1512
10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal
10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal

10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal

Fique a conhecer 10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal mais emblemáticos. Eles convidam a uma visita demorada.

Castelos que guardam memória da defesa da fronteira portuguesa. Mais ou menos bem conservados, alvo de requalificações recentes ou melhoramentos, estes monumentos fortificados convidam a uma visita demorada.

Fique a conhecer diversos factos históricos e curiosidades sobre alguns dos castelos mais emblemáticos de Portugal.

Castelo de S. Jorge (Lisboa)

10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal
Castelo de S. Jorge (Lisboa) – 10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal

O Castelo de São Jorge é um dos monumentos nacionais mais importantes da cidade de Lisboa.

A vista sensacional sobre o rio Tejo e a cidade lisboeta não deixam ninguém indiferente. Apesar de ter sido construído no século XI, o castelo só passou a ser conhecido, como é atualmente, no século XIV.

A escolha do nome São Jorge deve-se a este santo ser conhecido como o padroeiro dos cavaleiros e das cruzadas.

Castelo de Óbidos (Leiria)

10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal
Castelo de Óbidos (Leiria) – 10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal

Considerado uma das sete maravilhas de Portugal, o Castelo de Óbidos está localizado na vila batizada com o mesmo nome.

Em 1282, D. Dinis decidiu oferecê-lo à sua esposa, D. Isabel de Aragão, como presente de casamento.

Outro dado curioso sobre Óbidos, prende-se com o facto de em pleno regime ditatorial, a vila ter sido palco da reunião preparatória para a Revolução dos Cravos liderada por Vasco Lourenço e que teve lugar a 25 de abril de 1974.

Castelo do Mouros (Sintra)

10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal
Castelo dos Mouros (Sintra) – 10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal

Localizado na emblemática serra de Sintra e junto ao Palácio da Pena, o Castelo dos Mouros ocupa uma área de 12 mil metros quadrados e foi construído no século IX.

Uma das curiosidades deste monumento em ruínas é o facto da Igreja de São Pedro Panaferrim, que pode ser encontrada no interior do castelo, ter sido a primeira igreja paroquial da vila de Sintra.

Castelo de Guimarães

10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal
Castelo de Guimarães – 10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal

Inicialmente o castelo de Guimarães começou por ser um mosteiro, mandado construir pela Condessa Mumadona Dias, no século X.

Com o passar dos anos e com os ataques feitos pelos mouros, foram efetuadas diversas obras de ampliação ao mosteiro que só tomou a forma de castelo no século XII, durante o reinado do conde D. Henrique, pai de D. Afonso Henriques.

Acredita-se ainda que foi no Castelo de Guimarães que D. Teresa de Portucale terá dado à luz aquele que viria a tornar-se o primeiro rei de Portugal.

Castelo de Almourol (Vila Nova da Barquinha)

10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal
Castelo de Almourol (Vila Nova da Barquinha) – 10 fantásticas curiosidades dos Castelos de Portugal

À semelhança de diversos castelos nacionais, existem diversas lendas relacionadas com o Castelo de Almourol.

Uma delas é a de D. Ramiro, alcaide do castelo, que após regressar de uma batalha pediu água a duas mouras – mãe e filha – que encontrou pelo caminho. Assustadas, deixaram cair a bilha de água, o que fez com que D. Ramiro as matasse em seguida.

O irmão e filho das mouras, que presenciou o sucedido, foi feito prisioneiro por D. Ramiro e jurou vingança. Após envenenar a mulher do alcaide, o mouro acabou por se apaixonar pela filha de Ramiro não levando por diante o resto do seu plano.

Prometida em casamento a outro homem, a jovem e o mouro fugiram juntos, destroçando por completo D. Ramiro. Reza a lenda que nas noites de São João, os amantes aparecem na torre do castelo abraçados.

(cont.)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.