Início Cultura Dúvidas de Português: o que é uma alegoria?

Dúvidas de Português: o que é uma alegoria?

Uma palavra interessante na nossa língua é alegoria. Sabe qual é o significado desta palavra tão emblemática?

o que é uma alegoria
Dúvidas de Português: o que é uma alegoria?

Uma palavra interessante na nossa língua é alegoria. Sabe qual é o significado desta palavra tão emblemática?

O conhecimento da definição de cada palavra revela-se extremamente precioso para evitar problemas de comunicação. É realmente impressionante o efeito negativo causado pelo desconhecimento total ou parcial de um conceito. Tal efeito também ocorre com um conhecimento impreciso.

Quantos de nós já estiveram numa discussão que se arrastou no tempo de forma penosa (ou, então, assistiu a uma dessas discussões), frustrando quem estava em redor para no fim se terminar com um “estás a dizer basicamente o mesmo que eu, mas com outras palavras”?

A língua portuguesa possui inúmeras palavras. Umas poderão ser encaradas como mais enfadonhas; e outras são mais propícias a gerar essa paixão. Uma palavra interessante na nossa língua é alegoria. Sabe o que é uma alegoria? Não se esqueça que saber é poder. Por isso, descubra o significado deste conceito.

Dúvidas de Português: o que é uma alegoria?

Definição

Alegoria é uma figura de retórica que consiste na representação de uma realidade abstrata através de uma realidade concreta, por meio de analogias, metáforas, imagens e comparações; uma representação simbólica.


Leia também: Dúvidas de Português: o que é um pangrama?


Alegoria é a obra de arte que representa uma ideia abstrata.

O mesmo conceito ainda é referente à expressão verbal ou plástica de uma coisa, com o fim de que as palavras ou imagens usadas sugiram outra coisa.

Alegoria é também a concretização por meio de imagens, pessoas e figuras, de ideias ou entidades abstratas.

História

A alegoria foi muito usada na Antiguidade, nomeadamente por pensadores gregos e, posteriormente, por romanos. Platão, Agripa Menenio Lanato, Tito Lívio, Ovídio, Teágenes de Régio e Ferécides de Siro estão entre os autores que recorreram a alegorias.

Conceitos associados

Alegoricamente: Por meio de alegoria, simbolicamente.

Alegórico: Que encerra alegoria ou diz respeito a ela. Carro alegórico é o veículo enfeitado com figuras ou motivos simbólicos que é usado em alguns eventos, sobretudo em desfiles de Carnaval.

Alegorese: Método hermeutico que se foca na análise alegórica de um texto ou de uma parte de um texto; interpretação alegórica. Exposição do significado (ou significados) alegórico de algo.

Sinónimos

Emblema, fábula, imagem, mito, parábola, parémia.

Alegoria da Caverna

Presente na obra República de Platão (mais especificamente no Livro VII), a Alegoria da Caverna é a alegoria mais famosa e um dos mais belos e apaixonantes textos filosóficos.

Exemplo

“A vida é uma ópera, é uma grande ópera. O tenor e o barítono lutam pelo soprano, em presença do baixo e dos comprimários, quando não são o soprano e o contralto que lutam pelo tenor, em presença do mesmo baixo e dos mesmos comprimários. Há coros numerosos, muitos bailados, e a orquestra é excelente…” (Machado de Assis)


Leia também: Dúvidas de Português: o que é uma tautologia?


Exemplo português

“Notai uma alegoria própria da nossa língua. O trigo do semeador, ainda que caiu quatro vezes, só de três nasceu; para o sermão vir nascendo, há-de ter três modos do cair: há-de cair com queda, há-de cair com cadência, há-de cair com caso. A queda é para as coisas, a cadência para as palavras, o caso para a disposição.

A queda é para as coisas, porque hão-de vir bem trazidas e em seu lugar hão-de ter queda; a cadência é para as palavras, porque não hão-de ser escabrosas, nem dissonantes, hão-de ter cadência; o caso é para a disposição, porque há-de ser tão natural e tão desafectado que pareça caso e não estudo: Cecidit, cecidit, cecidit.” (Padre António Vieira, Sermão da Sexagésima, V, Obras Escolhidas, vol.XI, Sá da Costa, Lisboa, 1954, p.222).

Alegoria na contemporaneidade

O escritor inglês George Orwell foi o autor do romance satírico “A Revolução dos Bichos”, obra que foi publicada no ano de 1945. Nesta obra, está presente uma das mais exemplares alegorias da contemporaneidade. Orwell critica a sociedade comunista russa e o autoritarismo, recorrendo a elementos alegóricos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.