Início Cultura Língua Portuguesa: o ponto de exclamação!

Língua Portuguesa: o ponto de exclamação!

A pontuação é vital para a compreensão de uma língua. Entre os sinais de pontuação está o ponto de exclamação, que protagoniza o presente artigo.

ponto de exclamação
Língua Portuguesa: o ponto de exclamação!

A pontuação é vital para a compreensão de uma língua. Entre os sinais de pontuação está o ponto de exclamação, que protagoniza o presente artigo.

Existem inúmeras regras na língua portuguesa. As regras (e as exceções às regras) permitem um domínio da língua como um todo, coeso e fortificado. Por isso, é importante consolidarmos o nosso conhecimento de português, tendo em conta as diferentes normas existentes na língua.

Toda a língua envolve um universo muito vasto de variáveis como letras ou grafemas, alfabeto, notações léxicas, sinais gráficos, pontuação e sinais auxiliares de escrita, entre outras. A verdade é que todo este conjunto – que é muito mais vasto do que o aqui pode ser exposto – permite uma compreensão duma língua tão apaixonante quanto o português.

Por exemplo, os sinais de pontuação (“?”, “!” e “.”…) são absolutamente cruciais e permitem tornar a comunicação muito mais clara e expressiva. Aliás, sem eles seria impossível haver verdadeira comunicação, pois os equívocos seriam inúmeros.

Fique a conhecer tudo o que precisa saber sobre o sinal de pontuação conhecido como ponto de exclamação (que tem o sinal gráfico “!”); para que serve e como deve ser usado.


Leia também: Língua Portuguesa: o ponto de interrogação «?»


O ponto de exclamação!

Entre os sinais de pontuação em língua portuguesa está o ponto de exclamação.

Vejamos algumas frases e a sua pontuação:

– Achas que o Modric merece um prémio de melhor jogador de futebol do mundo?

– Nenhum país merece Donald Trump como presidente!

– A obra de Fernando Pessoa (e seus heterónimos) merece os maiores elogios.

– Foi, então, que ela disse: “Ou vamos ter um menino ou vamos ter uma menina.”

– São deveres do trabalhador: respeitar o patrão; respeitar os colegas; cumprir com as suas funções; entre outros deveres presentes no regulamento.

– Menina, não faças barulho!

Estes são meros exemplos de alguns dos sinais de pontuação – e sinais auxiliares de escrita – que usamos na língua portuguesa. Os sinais gráficos que existem são: o ponto de exclamação (“!”) que protagoniza este artigo; o ponto final (“.”); o ponto de interrogação (“?”); os dois pontos (“:”); o ponto e vírgula (“;”); o travessão (“–“); a vírgula (“,”); as reticências (“…”).

É com o apoio e presença destes sinais gráficos que a comunicação é possível, tornando-se bem mais expressiva e clara. Uma comunicação sem sinais gráficos seria verdadeiramente caótica e em grande parte incompreensível, pois não distinguiríamos a mensagem entre uma chuva de ideias. Por isso, a pontuação é indispensável, pois contribui em diversas vertentes para a boa leitura de qualquer texto (por exemplo: na ordem estilística; na interpretação, no ritmo do texto; na sua coesão e coerência; na compreensão; etc.).

Assim, a presença de sinais gráficos revela-se essencial e imprescindível. O conjunto de sinais gráficos permite organizar as relações e a proporção das partes do discurso, contribuindo para a orientação das pausas, sejam estas escritas ou orais.


Leia também: Dúvidas de Português: o ponto e vírgula


O ponto de exclamação (“!”)

O sinal gráfico ponto de exclamação (“!”) é indicativo de exclamação ou admiração. A exclamação é o ato ou efeito de exclamar. É um termo que vem do latim exlamatiŏne. Pode, por exemplo, ser um grito súbito de admiração, de prazer, de espanto, de horror (podendo também ser uma interjeição). Portanto, o ponto de exclamação visa expressar sentimentos ou emoções e acompanha interjeições.

Quando usar

– Pode ser empregue numa frase exclamativa do género: “Viva a minha princesa que é tão linda e tão bela.”

– Pode ainda ser empregue numa interjeição: “Oh, valha-me Deus!”

– Pode ser empregue também na conclusão de uma frase que indique uma ironia, uma emoção (imperativo), uma ordem ou um chamamento (vocativo): “Sai da frente, Guedes!”; “Limpa-me essa porcaria, agora!”; “És o amor da minha vida!”

– Por vezes, o ponto de exclamação surge como parceiro de outros sinais de pontuação: “Isto são horas de chegar a casa?!”

Na sequência deste sinal gráfico, conhecido como ponto de exclamação, é frequente escreverem-se em minúsculas as palavras do narrador, sendo estas precedidas por um travessão (tal também ocorre com o ponto de interrogação): “Minha menina, são horas de chegar?!” – questionou o pai visivelmente irritado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.