Início Cultura Erros de português comuns na troca de letras 

Erros de português comuns na troca de letras 

Os erros aqui reunidos são frequentes e devem ser evitados a todo o custo! Verifique alguns erros de português comuns na troca de letras.

troca de letras
Erros de português comuns na troca de letras 

Os erros aqui reunidos são frequentes e devem ser evitados a todo o custo! Verifique alguns erros de português comuns na troca de letras.

A troca de letras é um problema frequente que está na origem de inúmeros erros de português que são cometidos diariamente, seja nas escolas, nas universidades ou, por exemplo, nos locais de trabalho. As parecenças na sonoridade de algumas palavras podem originar confusões.

Não havendo certezas no uso dos conceitos, não existindo conhecimento da etimologia da palavra, havendo um desconhecimento de determinadas regras, não resta alternativa e arrisca-se e, com isso, os erros surgem com naturalidade. Trocas de “g” por “j” (ou o inverso), trocas de “s” por “c” (ou o inverso), trocas de “s” por “z” (ou o inverso) são erros comuns de português: troca de letras em palavras da língua portuguesa.


Leia também: Copo de Água e os falsos erros de português


Erros de português comuns na troca de letras 

Majestade

Majestade vem do latim majestăte, que significa grandeza suprema, sublimidade, poder real e imponência. Majestade é ainda o título que é concedido aos reis e às rainhas.

Majestade também pode ser usado no sentido figurado, significando assim aparência grave e solene. Soberba.

Exemplo: O idoso emocionou-se quando se deparou com Sua Magestade, o Papa.

Este é um exemplo claro de um erro comum: Magestade. Aqui, trocou-se o “g” pelo “j”.

Bege

Bege advém do francês beige e do italiano bigio (significando cinzento acastanhado). Bege é um conceito que se refere a uma tonalidade muito clara de castanho. Esta tonalidade é ligeiramente amarelada, num tom idêntico à cor da lã natural ou do leite com um pouco de café.

Exemplo: A menina ficou triste com o presente. Era beje e ela queria um vestido azul.

Este é um exemplo claro de um erro comum:  Beje. Aqui, trocou-se o “j” pelo “g”.

Puxar

Esta palavra vem do latimpulsăre, “empurrar”. Conceito que significa atrair para si, deslocar, arrastar. Puxar também significa exercer tração. Significa ainda fazer sair recorrendo à força; tirar, arrancar. Tornar retesado; esticar. Tirar dentro de; sacar.

Puxar pode significar também estimular, provocar. Fazer aparecer, avivar. Reclamar, exigir. Ter vocação para, inclinar-se, tender. Puxar também significa parecer-se com algo ou alguém. Tocar, abordar determinado assunto.

Puxar é algo que também pode significar aumentar preço, carregar. Apurar (por exemplo, determinado molho ou estufado). Sacar, desembainhar.

Exemplo: Ele tentou puchar a porta, mas ela manteve-se estática.

Este é um exemplo claro de um erro comum: Puchar. Aqui, trocou-se o “x” pelo “ch”.

Chuchu

Termo que vem do francês chouchou, de chou, “couve”. Este é um termo próprio da botânica, identificando uma planta herbácea, trepadeira, que é proveniente da família das cucurbitáceas, nativa das regiões tropicais. Possui folhas cordiformes, pequenas flores amareladas e frutos carnudos, de cor esverdeada, revestidos por pequenos espinhos e com polpa comestível; caiota.

Chuchu no Brasil é usado no sentido coloquial e adquiriu o significado “com grande intensidade” ou “em grande número”.

Exemplo: Esta sopa está ótima. Tem xuxu?.

Este é um exemplo claro de um erro comum: Xuxu. Aqui, trocou-se o “ch” pelo “x”.


Leia também: Evite estes erros de português no mundo do trabalho


Profetisa

Termo que vem do latim prophetissa. Esta palavra identifica uma pessoa com a capacidade de prever o futuro por inspiração divina; um vidente, alguém que adivinha. Nota, quando queremos usar o verbo profetizar, devemos ter em conta que este é escrito com “z”(do latim prophetizäre, significando predizer o futuro, dizer antecipadamente o que irá acontecer, prever).

Exemplo: A profetiza profetizou que Portugal será campeão do mundo em futebol.

Este é um exemplo claro de um erro comum: O profeta casou com a profetiza. Esta palavra “profetiza” existe na língua portuguesa, mas é uma forma verbal e não um substantivo. Aqui, trocou-se o “z” pelo “s”.

Buzina

Termo que vem do latim bucina, por bucïna, significando “corneta de boleiro”. Buzina é também a trombeta de corno ou metal usada particularmente na caça. Pode ainda ser um instrumento sonoro presente em veículos automóveis.

Buzina é também o nome dado a um búzio grande que produz um som semelhante ao da buzina. No sentido figurado, buzina tem o significado de pregoeiro.

Exemplo: A busina do meu carro está estragada.

Este é um exemplo claro de um erro comum. Busina. A palavra “busina” não existe na língua portuguesa. Aqui, trocou-se o “s” pelo “z”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.