Início Cultura Erros de português comuns que arruínam a sua credibilidade

Erros de português comuns que arruínam a sua credibilidade

Um erro comum estraga a mensagem e danifica a reputação construída. Fuja destes Erros de português comuns que arruínam a sua credibilidade.

Erros de português comuns que arruínam
Erros de português comuns que arruínam a sua credibilidade

Um erro comum estraga a mensagem e danifica a reputação construída. Fuja destes Erros de português comuns que arruínam a sua credibilidade.

Todos nós somos humanos. Enquanto humanos que somos erramos. É verdade, erramos e erramos muito! O problema não está em errar, mas antes na não aprendizagem com os erros. Continuar a cometer os mesmos erros é que permite concluir que não se está a trabalhar na melhor versão de nós mesmos.

Existem erros tão comuns que podem mesmo arruinar a nossa reputação que leva tempo a construir. Aprender com os próprios erros, mas também com os dos outros, é sinal de ambição, de progresso, de evolução. Veja erros de português comuns que arruínam a sua credibilidade.


Leia também: Evite estes erros de português no mundo do trabalho


Erros de português comuns que arruínam a sua credibilidade

Majestade

Termo que vem do latim majestăte, significando suprema grandeza, imponência, sublimidade, poder real, título concedido quer aos reis, quer às rainhas. Majestade usada no sentido figurado pode significar ainda aparência grave e solene. Soberba.

Exemplo: Sua Majestade, o Papa, ficou retido no trânsito.

É errado escrever Magestade, mas é um erro frequente.

Incomodar

Termo que vem do latim incommodäre. Enquanto verbo transitivo, incomodar significa causar incómodo a algo ou alguém; importunar, perturbar, aborrecer. Incomodar também significa, enquanto verbo pronominal, dar-se ao trabalho, agastar-se, zangar-se, afligir-se. Encomodar não existe na língua portuguesa.

Exemplo: A porta tinha uma meia na maçaneta. Achei por bem não incomodar.

É errado escrever encomodar, mas é um erro frequente.

Losango

Losango é um quadrilátero equilátero, um polígono formado por quatro lados de comprimento idêntico. Um losango é ainda um paralelogramo. Na geometria, losango é paralelograma de lados iguais que possui dois ângulos agudos e dois ângulos obtusos.

É errado escrever losangulo, mas é um erro frequente.

Com certeza

O conceito “com certeza” significa “sem dúvida” ou “por certo”. É uma locução adverbial composta pela preposição “com” e também pelo nome / substantivo “certeza”.

Com certeza tem a função de advérbio, mas existem diversas maneiras de substituir “com certeza” por outras palavras (nunca por concerteza!), nomeadamente certamente, decerto, sem dúvida, seguramente, evidentemente, indubitavelmente, naturalmente, incontestavelmente, obviamente, categoricamente.

A palavra concerteza não existe na língua portuguesa; é um erro gramatical. Estas duas palavras estão sempre separadas.

Exemplo: O desporto é, com certeza, uma atividade benéfica em diversas dimensões.

É errado escrever concerteza, mas é um erro frequente.


Leia também: Copo de Água e os falsos erros de português


Gengiva

Termo que vem do latim gengīva. Palavra própria da anatomia, termo que identifica o tecido que rodeia os dentes e o osso. A gengiva constitui uma barreira de proteção na zona da união com o colo do dente.

Exemplo: Felizmente, o dentista resolveu o meu problema na gengiva.

É errado escrever genjiva (ou jengiva, ou jenjiva), mas é um erro frequente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.