Início Cultura Língua Portuguesa: 8 erros que destroem a sua credibilidade

Língua Portuguesa: 8 erros que destroem a sua credibilidade

A forma como escrevemos pode criar um impacto positivo ou, então, um impacto extremamente negativo! Confira 8 erros que destroem a sua credibilidade.

erros que destroem
Língua Portuguesa: 8 erros que destroem a sua credibilidade

A forma como escrevemos pode criar um impacto positivo na nossa imagem e credibilidade ou, então, um impacto extremamente negativo! Confira 8 erros que destroem a sua credibilidade. O modo como escrevemos pode revelar-se vantajoso para a nossa imagem ou, então, pode revelar-se bastante prejudicial para a nossa credibilidade, pois os erros estragam o trabalho conseguido.

Se escrever bem pode causar uma boa impressão e ajudar a abrir portas para oportunidades desejadas, escrever mal pode impedir que se tenha o futuro que se deseja. Por exemplo, mesmo tendo um currículo de respeito, com um percurso profissional invejável, se se envia um e-mail repleto de erros, o mais certo é nem sequer ser convidado para uma entrevista.

Língua Portuguesa: 8 erros que destroem a sua credibilidade

Palavra errada: Desfolhar

Breve análise: Simone de Oliveira subiu ao palco da Eurovisão em Madrid, corria o ano de 1969, e brilhou intensamente ao cantar “Desfolhada Portuguesa”, referindo-se à descamisada do milho.

Nunca se fala em desfolhar papéis ao longo da letra escrita por Ary dos Santos. E não se fala, pois só se desfolham papéis, se os quisermos rasgar.

Palavra errada: Destrocar

Breve análise: “Pode destrocar-me esta nota?” Não, não posso, pois não sei o que é destrocar uma nota. É trocar por algo já trocado previamente?

Dizer destrocar revela-se uma redundância. No máximo, nós podemos trocar uma nota por moedas, mas nunca destrocar. Destrocar é desfazer uma troca.

Leia também:

Palavra errada: Esitar

Breve análise: Pode até parecer que a letra “H” tenha sido introduzida no nosso alfabeto apenas para complicar a nossa vida, mas é apenas impressão. A letra ”H” é uma consoante muda e não adiciona nada à palavra a nível sonoro, por isso mesmo muitas pessoas esquecem-se de escrever a letra em determinadas palavras.

Contudo, há várias palavras que têm H no início e esta palavra (“hesitar”) é uma delas. Mas a verdade é que há várias pessoas que se esquecem da letra “H” e optam por escrever uma palavra errada: “esitar”. Pode permitir que se poupe na tinta da caneta num teste, mas prejudica a nota…

Palavra errada: Extender

Breve análise: A palavra pode até não parecer mal escrita à primeira vista, para quem trabalha diariamente com a língua inglesa. Contudo, a tradução à letra de “extend” é estender, não é extender. Independentemente de nos referirmos à palavra no contexto de extensão de qualquer coisa ou de “estender a roupa”, em ambos os casos deve usar-se a letra “S” e não o “X”.

Palavra errada: Interviu

Breve análise: É um problema para muitos portugueses fazer uma correta conjugação do verbo intervir no pretérito perfeito do indicativo. Contudo, se pensarmos na formação da palavra não é complicado.

O termo intervir vem do verbo vir e, por isso, os tempos verbais formam-se do mesmo modo. “Viu” é parte integrante do verbo ver e não do verbo vir. O pretérito perfeito de vir na terceira pessoa do singular é “veio”, o que faz com que a mesma conjugação do verbo “intervir” seja “interveio” e não “interviu”.

Palavra errada: Haver

Breve análise: Os portugueses com uma noção mínima da sua língua sofrem quando alguém escreve “isso não tem nada haver”. É que ter a ver, no sentido de ter relação com algo, é sempre usado desta maneira e não com o verbo haver.

Palavra errada: Qualqueres

Muitas pessoas têm uma clara tendência de usar “qualqueres” como plural da palavra “qualquer”. Há outros que arriscam e usam “quaisqueres”. Uma e outra estão erradas.

O plural de “qualquer” é, simplesmente, “quaisquer”. O termo “qualqueres” está errado, enquanto “quaisqueres”, quanto muito, é apenas o plural do plural.

Palavra errada: Losangulo

Além de retângulo e do quadrado, há outra figura geométrica de quatro lados, mas não é o losangulo: é o losango. Sim, losango, embora muitos escrevam losangulo. O losango nada mais é que um quadrado ou um retângulo que sofreu um desvio de 90º.

NCultura

Se gostou deste artigo reaja a ele e faça um comentário! Se gostou deste tema pode procurar outros artigos sobre Língua Portuguesa no NCultura. Se tem outros temas que pretende que sejam explorados pelo NCultura, deixe-nos sugestões.

Se é apaixonado pelo mundo, saiba que há muitos mais artigos para ler no NCultura.

Apaixone-se pelo NCultura e explore diferentes temáticas: turismo e viagens, saúde, gastronomia, cultura, histórias, entre outras…

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.