Início Viagem 10 razões para visitar a Madeira

10 razões para visitar a Madeira

Apresentamos uma lista com 10 razões para visitar a Madeira, com atrações para todos os gostos, desde a cultura, a gastronomia e a praia.

10 razões para visitar a Madeira
10 razões para visitar a Madeira

Apresentamos uma lista com 10 razões para visitar a Madeira, com atrações para todos os gostos, desde a cultura, a gastronomia e a praia.

Levadas: o caminhar de sensações

10 razões para visitar a Madeira
10 razões para visitar a Madeira

As Levadas são canais de irrigação que se podem encontrar na ilha da Madeira e na ilha de La Palma, nas Canárias. Também se chamam levadas aos canais, normalmente de menores dimensões, que levam a água para os moinhos de água.

Na ilha da Madeira, a origem das levadas deveu-se à necessidade de trazer grandes quantidades de água das vertentes orientadas a norte, onde abunda, para o lado sul da ilha.

10 razões para visitar a Madeira
10 razões para visitar a Madeira

As levadas começaram a ser construídas no século XVI, sendo que as mais recentes datam da década de 1940, fornecendo água para centrais hidrelétricas e também para fins de irrigação.

A sua extensão total é de cerca de 3.000 km aproximadamente e é possível percorrê-las a pé e permitem aceder ao coração da ilha, onde o visitante deparar-se-á com paisagens de cortar a respiração. Dos 0 aos 1862 metros a emoção é garantida!

10 razões para visitar a Madeira
10 razões para visitar a Madeira

As “Levadas” da Madeira integram-se num conjunto de áreas protegidas, das quais se destacam o Parque Natural da Madeira e o Parque Ecológico do Funchal.

Uma história única!

10 razões para visitar a Madeira
10 razões para visitar a Madeira

As ilhas da Madeira e do Porto Santo foram descobertas oficialmente pelos navegadores portugueses Tristão Vaz Teixeira, Bartolomeu Perestrelo e João Gonçalves Zarco em 1419.

10 razões para visitar a Madeira
10 razões para visitar a Madeira

Inicialmente os descobridores desembarcaram na ilha do Porto Santo, em 1418, na sequência de uma tempestade ocorrida em alto-mar, em que a embarcação foi afastada da sua rota. Depois de muitos dias à deriva pelo alto mar, avistaram uma pequena ilha a que chamaram de Porto Seguro (Porto Santo), pois salvou a tripulação de Zarco de um destino fatídico.

Um ano após a descoberta da ilha de Porto Santo chegam à ilha da Madeira (1419). Julga-se que o seu nome foi atribuído por este último navegador, que apelidou a ilha de ‘Madeira’ devido à abundância desta matéria-prima.

10 razões para visitar a Madeira
10 razões para visitar a Madeira

Tendo sido notadas as potencialidades das ilhas, bem como a importância estratégica destas, iniciou-se, por volta de 1425, a colonização por ordem do rei D. João I. A partir de 1440 estabelece-se o regime das capitanias sendo nomeado Tristão Vaz Teixeira como capitão-donatário da capitania de Machico.

Seis anos mais tarde, Bartolomeu Perestrelo torna-se capitão-donatário do Porto Santo e, em 1450, Zarco é nomeado capitão-donatário da capitania do Funchal.

10 razões para visitar a Madeira
10 razões para visitar a Madeira

Os primeiros colonos foram os três capitães-donatários e as respetivas famílias, um pequeno grupo de pessoas da pequena nobreza, gente de condições modestas e alguns antigos presos do Reino.

Para auferirem de condições mínimas para o desenvolvimento da agricultura na ilha, tiveram que desbastar uma parte da densa floresta e construir um grande número de canais de água (levadas) para transportar as águas que abundavam na costa norte para a costa sul da ilha. Nos primeiros tempos, o peixe constituía o principal meio de subsistência dos povoadores, assim como os produtos hortofrutícolas.

10 razões para visitar a Madeira
10 razões para visitar a Madeira

No início do seu povoamento foram introduzidas algumas culturas agrícolas como a cana-de-açúcar, que rapidamente conferiu à metrópole funchalense uma franca prosperidade económica. Assim, na segunda metade do século XV, a cidade do Funchal tornou-se porto de escala obrigatório para as rotas comerciais europeias.

A Coroa Portuguesa e os dirigentes insulares passaram a dedicar-se, predominantemente, ao cultivo da cana-de-açúcar e à exportação deste “ouro branco” para toda a Europa, sendo utilizados escravos nos trabalhos dos canaviais e engenhos trazidos das feitorias portuguesas de África, o que levou a que se tivessem fixado no Funchal elementos das mais importantes cidades comerciais da bacia mediterrânica e do norte da Europa.


Leia também: É português o melhor hotel castelo de luxo da europa


O interesse económico e estratégico da ilha para a Coroa era notório pelas constantes encomendas de pintura e escultura flamengas com que foram ornamentadas as igrejas e as capelas da Madeira.

10 razões para visitar a Madeira
10 razões para visitar a Madeira

Os séculos XVII e XVIII ficaram marcados pelo aparecimento de uma nova cultura que impulsionaria novamente a economia da Madeira, o vinho.

Assim, na sequência dos tratados comerciais estabelecidos com a Inglaterra, o porto do Funchal passou a ponto de escala obrigatório, entre 1660 e 1704, cativando o interesse dos comerciantes ingleses pelo vinho da ilha, os quais vieram fixar a sua residência e fundar inúmeros estabelecimentos comerciais nesta ilha, deixando a sua marca na história e cultura madeirenses.

Ao longo dos séculos XIX e XX, a Madeira floresceu para o nascimento do sector turístico, tornando-se rapidamente numa referência obrigatória para a aristocracia europeia que aqui fixou residência temporária, atraída pelas qualidades terapêuticas naturais da ilha.

10 razões para visitar a Madeira
10 razões para visitar a Madeira

As condições gerais de localização e o desenvolvimento das rotas dos grandes paquetes, aliadas à benignidade do seu clima, fizeram do Funchal um dos grandes destinos turísticos europeus de meados do século XX.

Na segunda metade do século, o desenvolvimento fulgurante dos transportes aéreos levou à construção de um aeroporto e à reformulação geral do porto do Funchal.

Uma palete de sabores

10 razões para visitar a Madeira
10 razões para visitar a Madeira

A simplicidade gastronómica do Arquipélago da Madeira retrata a alma de um povo simples mas generoso. Ainda assim, existe uma vasta escolha de produtos regionais, de grande qualidade, que permitem a elaboração de um variado menu de especialidades gastronómicas que vão desde a cozinha regional até à cozinha internacional, passando ainda pelo gourmet.

Dada a proximidade com o mar, a maioria dos restaurantes disponibiliza excelentes pratos de marisco e de peixe fresco. Lapas grelhadas, Polvo e Camarão, nas suas variadas formas, Bifes de Atum e Filetes de Espada à Madeirense são apenas alguns exemplos das iguarias locais.

10 razões para visitar a Madeira
10 razões para visitar a Madeira

Outro prato irrecusável é a “Espetada” de carne de vaca em espeto de pau-de-louro, acompanhada de Milho Frito e do típico Bolo-do-Caco com manteiga d’alho.

Muito procurados são também o cuscuz de fabrico caseiro, a Sopa de Trigo, o pão caseiro amassado com batata-doce e a Carne de Vinha-d’alhos.

10 razões para visitar a Madeira
10 razões para visitar a Madeira

A abundância dos frutos tropicais também presta os seus exóticos paladares à confeção das mais variadas sobremesas. Como exemplos temos a manga, a banana, a pera abacate, a anona e o maracujá, que poderão ser consumidos em pudins, soufflé, mousses e gelados.

10 razões para visitar a Madeira
10 razões para visitar a Madeira

A ilha da Madeira ainda apresenta uma rica doçaria. Contudo, o doce mais típico desta ilha é o tradicional Bolo-de-Mel, considerado como o verdadeiro “ex-libris” da doçaria de Natal, confecionado com ingredientes ricos, como especiarias variadas, frutos secos e mel de cana-de-açúcar.

10 razões para visitar a Madeira
10 razões para visitar a Madeira

Muito afamada é também a queijada madeirense, elaborada a partir de requeijão fresco.

Relativamente às bebidas, os sumos de frutas naturais, como o maracujá, a papaia, a goiaba, a manga, e a célebre poncha madeirense constituem boas opções.

10 razões para visitar a Madeira
10 razões para visitar a Madeira

As diferentes castas do afamado Vinho Madeira, a saborear como aperitivo ou no final de uma refeição, apresentam-se como escolhas históricas e é, sem sombra de dúvidas, um precioso néctar dos Deuses. São mais de 30 as castas do Vinho Madeira, sendo as mais nobres o Sercial, Boal, Verdelho e Malvasia.

Venha deliciar-se com as iguarias madeirenses que, com certeza, irão ajudar a tornar a sua estadia inesquecível. Alie o prazer do convívio ao prazer de cheirar e de degustar!

Eventos inesquecíveis

10 razões para visitar a Madeira
10 razões para visitar a Madeira

A Madeira orgulha-se de apresentar uma vasta lista de eventos, da mais diversa natureza, regionais, nacionais e internacionais, que ocorrem durante todo o ano.


Leia também: Os melhores trilhos e percursos do Parque Nacional da Peneda-Gerês


Destino dinâmico, criativo e multifacetado, aqui poderá desfrutar de toda esta panóplia de oferta cultural, desportiva, recreativa e popular, de janeiro a dezembro, não faltando oportunidades para se distrair e apreciar tudo o que as ilhas deste arquipélago têm para lhe oferecer.

10 razões para visitar a Madeira
10 razões para visitar a Madeira

Os eventos do Calendário de Animação Turística são iniciativas da responsabilidade da Secretaria Regional da Cultura, Turismo e Transportes (SRT), organizadas pela Direção de Serviços de Animação Turística (DSAT), e outros eventos de interesse turístico contam com apoio oficial.

10 razões para visitar a Madeira
10 razões para visitar a Madeira

Os principais eventos deste calendário são as Festas de Carnaval, a Festa da Flor, o Festival do Atlântico, a Festa do Vinho, o Festival de Colombo, o Festival da Natureza e as Festas de Fim de Ano, mas todos os meses, as ilhas da Madeira e do Porto Santo servem de palco a inúmeros eventos e iniciativas de cariz cultural e etnográfico, testemunhos da riqueza e das tradições do povo madeirense.

Descubra todas as iniciativas que foram idealizadas para encherem as medidas de miúdos e graúdos, ao longo de todo o ano!

Floresta da Laurissilva – património da humanidade

10 razões para visitar a Madeira
10 razões para visitar a Madeira

Laurissilva é o nome dado a um tipo de floresta húmida subtropical, composta maioritariamente por árvores da família das lauráceas e endémico da Macaronésia – região formada pelos arquipélagos da Madeira, Açores, Canárias e Cabo Verde.

Possui maior expressão nas terras altas da ilha da Madeira, onde se encontra a sua maior e mais bem conservada mancha, tendo sido considerada, em 1999, pela UNESCO como Património da Humanidade, ocupando aí uma área de cerca de 15.000 hectares.

10 razões para visitar a Madeira
10 razões para visitar a Madeira

A Laurissilva remonta aos períodos Miocénico e Pliocénico da Época Terciária, há 20 milhões de anos. Nessa altura a floresta ocupava toda a área da agora bacia do Mediterrâneo, Sul da Europa e Norte de África.

Em consequência das alterações climáticas determinadas pela formação do Mediterrâneo, esta floresta acabou por ter como último refúgio as regiões insulares, onde, devido à menor flutuação climática proporcionada pelo efeito amenizador do Oceano Atlântico, conseguiu sobreviver e até mesmo prosperar.

10 razões para visitar a Madeira
10 razões para visitar a Madeira

Uma das melhores formas de ficar a conhecer esta fantástica herança ambiental é caminhando nas veredas e levadas que cruzam esta mancha verde e que permite um contacto direto com as espécies endémicas da flora e fauna da Madeira.

Praia do Porto Santo – 7 maravilhas das praias de Portugal

10 razões para visitar a Madeira
10 razões para visitar a Madeira

Uma praia de 9 quilómetros, com um extenso e contínuo areal de areias finas e douradas fazem da popularmente apelidada “Ilha Dourada” a sua imagem de marca e o seu grande ícone.

Com as suas águas cálidas e cristalinas, de um azul-turquesa irreproduzível, esta praia constitui um legado único no nosso país, tendo sido eleita a “Melhor Praia de Dunas” no âmbito do concurso “7 Maravilhas – Praias de Portugal”.

10 razões para visitar a Madeira
10 razões para visitar a Madeira

A razão prende-se com a composição das areias da praia do Porto Santo, que são constituídas por microfósseis e pequenos fragmentos de algas calcárias, conchas de moluscos e outros restos fossilizados de organismos marinhos.

Estes elementos têm origem num passado com cerca de 30 mil anos de história e que chegou até aos nossos dias com as mesmas qualidades e atributos terapêuticos e medicinais, que se devem às propriedades físicas, químicas e térmicas das suas areias carbonatadas biogénicas, fundamentais para o tratamento de doenças do foro ortopédico e reumático, entre outras enfermidades.

10 razões para visitar a Madeira
10 razões para visitar a Madeira

Descubra na ilha do Porto Santo um santo descanso, rodeado de bem-estar, tirando partido de uma praia perfeita e deixando-se embalar ao som das ondas do mar, combatendo assim todas as maleitas da vida moderna.

Praça do Mar acolhe estátua de CR7

O futebolista internacional português, Cristiano Ronaldo, regressou à Madeira para descerrar uma estátua em sua homenagem e recebeu o Cordão Autonómico de Distinção, a mais alta condecoração atribuída pelo Governo Regional.

A estátua está situada na Praça do Mar, no Funchal, cujo trabalho foi realizado pelo escultor madeirense Ricardo Veloza, numa iniciativa promovida pelo Jornal da Madeira em parceria com o Museu CR7.

O reconhecimento mundial de Cristiano Ronaldo projeta o Destino Madeira para um potencial público ao nível planetário e uma justa homenagem a um madeirense que nunca renegou as suas origens.

Fogo-de-artifício: um dos maiores espetáculos pirotécnicos do Mundo

O fogo-de-artifício é utilizado em festas populares ou em outras celebrações e, na Madeira, não é exceção. Com o fogo-de-artifício da Noite de São Silvestre anuncia-se ruidosamente a entrada num Ano Novo.

Durante todo o ano os visitantes confluem abundantemente à Madeira devido ao seu clima ameno de Inverno e de Verão mas, no final de cada ano, a afluência deve-se ao já famoso e espetacular fogo-de-artifício, classificado como o “Maior Espetáculo Pirotécnico do Mundo” na passagem de ano de 2006 para 2007, distinção garantida até o ano 2012. Pela sua magnitude, as Festas de Fim-de-Ano constituem o maior cartaz turístico da Região.

O “réveillon” concentra-se na cidade do Funchal, e utiliza a Baía do Funchal como anfiteatro deste espetáculo de luz e de cor cujos principais artistas são os ruidosos e coloridos foguetes que tornam esta numa noite mágica.

Venha receber o Ano Novo num local memorável, desfrutando de uma quadra única numa noite tão acolhedora quanto bela.

Hotelaria da Madeira – a qualidade reconhecida

A oferta de alojamento na Madeira é vasta e de grande qualidade. As opções vão desde o requinte da centenária hotelaria tradicional, passando pela modernidade dos hotéis de várias categorias, pela simpática hospitalidade das casas de turismo rural, que permitem um contacto estreito com a natureza, até às tradicionais quintas madeirenses, que apresentam uma rica herança cultural.

A história da hotelaria da Madeira é liderada pelo “Belmond Reid’s Palace Hotel” que conta já com mais de 120 anos de existência, e com um album variado de visitantes ilustres.

A este, juntou-se o “Hotel The Vine”, distinguido, em 2013, pela organização World Travel Awards como o “Melhor Hotel Boutique do Mundo”, importante galardão que comprova a qualidade das unidades hoteleiras da Região.

As unidades hoteleiras do Arquipélago da Madeira recebem, periodicamente, diversos galardões nas mais variadas áreas, que atestam a qualidade, o profissionalismo e a simpatia de todos os que se envolvem na manutenção deste sector económico em crescimento, e muito apreciado por quem nos visita.

Poderá consultar a oferta de hotéis das ilhas da Madeira e do Porto Santo nas listas disponibilizadas pela Direção Regional de Turismo neste site.

Cenários fantásticos

O clima ameno da Madeira e do Porto Santo permite a prática de todo o tipo de atividades desportivas e de lazer, ao ar livre, em qualquer época do ano.

As escolhas são variadas e passam pelas modalidades náuticas, terrestres e aéreas, dentro de um leque que vai das atividades mais relaxantes até aos desportos tradicionais e outros mais radicais.

Para os amantes do mar, cuja temperatura varia entre os 19º e os 24ºC, estão reunidas condições fantásticas para a prática de snorkeling, mergulho, vela, surf, windsurf e pesca desportiva, durante todo o ano. Também poderá apanhar as melhores ondas da Europa nas praias do Jardim do Mar, Fajã da Areia (São Vicente) ou do Porto da Cruz.

Imperdível será também um tranquilo passeio de barco, ao longo da costa, de onde poderá observar os golfinhos, as baleias e os lobos-marinhos que cruzam os mares madeirenses.

Aqueles que procuram sensações mais fortes, certamente que aqui irão encontrá-las. Sobrevoar a ilha de parapente ou de asa-delta, descobrir o interior das montanhas através da prática de canyoning, escalar os picos mais altos, abraçar uma aventura todo-o-terreno, tirar partido da adrenalina de um jet-ski ou, simplesmente, usufruir da sensação de liberdade que o kitesurfing oferece são algumas das experiências desportivas que este destino proporciona aos seus visitantes.

Para os adeptos de atividades mais tranquilas, o golfe, o trekking e os passeios a pé assumem-se como excelentes alternativas para conhecer, de perto, as características naturais deste arquipélago verdejante.

Descubra o impressionante mosaico vegetal num passeio ao longo de uma das muitas “levadas” e dos trilhos nidificados no âmago da floresta Laurissilva, classificada pela UNESCO como Património Natural Mundial da Humanidade. Esta floresta, pela sua beleza e diversidade paisagística, foi recentemente galardoada como uma das Sete Maravilhas Naturais de Portugal. Venha viver esta adrenalina pura!

Desde o mar até ao ar, passando pela terra, não deixe de experimentar as diversas atividades desportivas que este destino oferece!

7 COMENTÁRIOS

  1. Não sabia nada sobre a Ilha e nem tinha noção da procedência do molho madeira
    que acompanha o filet minnhon.
    Vou procurar nas casas de vinhos, o vinho madeira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.