Início Pessoas Talvez tenha origem judaica e não saiba: lista de apelidos judaicos em...

Talvez tenha origem judaica e não saiba: lista de apelidos judaicos em Portugal e no Brasil

Gosta de descobrir toda a história dos seus antepassados? Talvez tenha origem judaica e não saiba: lista de apelidos judaicos em Portugal e no Brasil.

306143
COMPARTILHE
Talvez tenha origem judaica

Talvez tenha origem judaica e não saiba: lista de apelidos judaicos em Portugal e no Brasil

Como se sabe, apenas o apelido não indica que uma pessoa tenha ascendência judaica. Mas não se passa apenas em relação aos judeus portugueses, pois o mesmo acontece com apelidos alemães ou polacos, por exemplo. O que realmente torna o apelido relevante, como judaico, é a prática de tradições judaicas mantidas pela família, principalmente entre os mais idosos, como avós e bisavós.

Entretanto, com a presença de tradições, o apelido torna-se importante para a busca de um passado judaico “perdido”. Segue abaixo uma lista de apelidos frequentemente adotados pelos judeus na conversão forçada à religião católica, quando se tornavam “cristãos-novos”.

Descubra se tem origem judaica:

Abreu, Abrunhosa, Affonseca, Affonso, Aguiar, Ayres, Alam, Alhertú, Albuquerque, AlÍaro, Almeida, Alonso, Alvade, Alvarado, Alvarenga, Alvares, Aivarez, Anelos, Alveres, Alves, Aivim, Alvorada, Alvres, Amado, Amaral, Andrada, Andrade, Anta, Antônio, Antunes, Arailjo, Araújo, Arrahaça, Arroyo, Arroja, Aspalhão, Assumpção, Athayde, Avila, Avis, Azeda, Azeitado, Azeredo, Azevedo.

Bacelar, Balão, Baihoa, Balíeyro, Balteiro, Bandes, Baptista, Barata, Barbalha, Barhosa, Barhoza, Bareda, Barrajas, Barreira, Barreta, Barreto, Barros, Bastos, Bautista, Batista, Beirão, Belinque, Belmonte, Bello, Bentes, Bernal, Bernardes, Bezerra, Bicudo, Bispo, Bivar, Bocarro, Boned, Bonsucesso, Borges, Borralho, Botelho, Bragança, Brandão, Bravo, Brites, Brito, Brum, Bueno, Bulhão..

Cabaco, Cahral, Cahreíra, Cáceres, Caetano, Calassa, Caldas, Caldeira, Caldeyrão, Callado, Camacho, Câmara, Camejo, Caminha, Campo, Campos, Candeas, Capote, Cárceres, Cardoso, Cardozo, Carlos, Carneiro, Carrança, Carnide, Carreira, Carrilho, Carrollo, Carvalho, Casado, Casqueiro, Cásseres, Castanheda, Castanho, Castelo, Castelo Branco, Castelhano, Castilho, Castro, Cazado, Cazales, Ceya, Cespedes, Chacla, Chacon, Chaves, Chito, Cid, Cobilhos, Coché, Coelho, Collaço, Contreíras, Cordeiro, Corgenaga, Coronel, Corrêa, Cortei., Comjo, Costa, Coutinho, Couto, Covilhã, Crasto, Cruz, Cunha.

1
2
3
COMPARTILHE

32 COMENTÁRIOS

    • No caso da minha familia, um teste genetico (Y-DNA) deu certeza absoluta que no lado paterno somos descentes de judeus. Mas isso só porque pertencemos a um grupo genetico muito raro e porque o laboratorio (familytreedna) informa sobre os sobrenomes de outros testados que são parentes geneticamente. No lado materno, a genetica ajuda menos, desde que a maioria de judeus askenasim descende de mulheres dos povos europeus que se converteram ao judaismo quando se casaram com judeus. E tambem bastante homens europeus viraram judeus, particularmente na Italia do Imperio Romano e na peninsula iberica.

      Aqui na America Latina muitas familias de anussim conservaram costumes judaicos, por exemplo acender velas, limpar casa e troucar roupa na sexta-feira, nao comer porco, mas trabalhar no domingo. Esses costumes sao vestigios bem claros de descendencia judaica.

      E o judaismo se herda também na mente. O Rabino Allan Maller (California) apresenta cinco “Indícios de uma alma judia”:
      1. Você gosta de fazer perguntas? Mas caso perguntava quando estava criança, os adultos responderam que ter fé è um presente de Deus e melhor será você nem questioná-la? Isso nunca satisfazia você, embora que outros nem pareceram ter problema com isso.
      2. A trindade nunca parecia razoavel para você quando estava criança. Você rezava para Deus o Pai mais facilmente do que para “Jesus o Filho de Deus”, mesmo sendo instruido para rezar voltando-se para Jesus. Você não podia acreditar que as pessoas que não acreditavam em Jesus não iriam ao céu.
      3. Você percebeu que estava relatando-se bem com pessoas Judias com que travou conhecimento na escola ou no trabalho, não obstante eles sendo culturalmente diferente da sua propria familia.
      4. Quando pela primeiro vez aprendeu algo sobre o holocausto, você reagiu com mais emocão e movimento do que outros membros da sua familia.
      5. Quando você começava a aprender detalhes do Judaismo, as ideias e valores pareceram razoaveis, as tradições e heranças atraentes. Você sentia que por fim você estava voltando pra casa.

    • Olá, foi-me confirmado que, para ter certezas que se tem origens judaicas, só mesmo indo à Torre do Tombo, em Lisboa, e consultar os processos da Inquisição.

  1. Pois o meu nome encontra-se aí mas não é de origem judaica… Em 1460 o Rei D. Afonso V atribui armas e o apelido de família Câmara de Lobos, por este ter aportado no sitio actualmente conhecido pelo mesmo nome a João Gonçalves Zarco (navegador que descobriu a ilha da Madeira), que passa a partir de então a designar-se por João Gonçalves Zarco da Câmara deixando de usar “de Lobos”.

  2. Tenho dois nomes Judaicos, mais 3 das avós que já não me foram dados, assim penso que de uma maneira ou de outra tenho com certeza forte linhagem Judia e também os meus filhos, porque meu na rido tinha 2 nomes Judaicos também.

  3. Tenho 2 apelidos da lista e mais 3 de avós que já não me foram dados. Penso que tenho forte ascendência Judaica , ainda que só os nomes não seja uma verdadeira prova. Meu marido também tinha 2 apelidos da lista , assim meus filhos têm 7 probabilidades de ascendência Judaica e também meus netos têm mais 4 apelidos em todos eles.

  4. Já li vários blogs que contam que João Gonçalves Zarco era judeu. A família Zarco era da Espanha e foi para Portugal durante a expulsão daquele país. Alguém pode me confirmar essa história? Descobri que sou descendente dele.

  5. Minha Avó, Bárbara Moita Coelho, contou-me que o pai dela fazia em casa cerimónias judaicas , mas depois do seu falecimento não tiveram prosseguimento. Esta ideia ficou no meu pensamento e sempre tenho dito que tenho ascendência judaica…Depois muitos dos antepassados foram alfaiates o que me levava a fortalecer a ideia…

  6. Procuro as origens do meu bisavo Joaquim Firmo de Oliveira. A unica informacao que tenho eh que ele nasceu nos Acores, imigrou para o Brasil e viveu em Florianopolis, SC
    Se alguem puder me ajudar, agradeco.
    Lieda Meyer

  7. Bem, acabei de descobrir, para meu enorme espanto, que Malheiro está na lista! Eu não sei muito sobre os meus antepassados, será que alguém aqui me pode ajudar a começar a busca?
    Não faço ideia de onde omeçar a procurar!

  8. Sempre soube que todo o católico tem origem judaica, porém acabei de ler acima da página uma afirmação de que só é judeu, aquele que seus avós cultuavam o judaísmo, assim entendi. Esta afirmação se for verdadeira, me faz entender definitivamente, o que passa onde se segrega e como Cristão, afirmo com toda a convicção que ninguém deixa de ser católico porque não cultua ortodoxamente a religião e finalmente é com grande satisfação e alegria que entendo finalmente porque escolhemos Jesus, pois aceitamos como os mesmos emissários do amor, todos os que professam o amor e a fraternidade, como parte do mesmo Deus, que podem ser de Maomé a Alan Kardek, Dalai Lama, Buda, Krishna, Jesus, Moisés e outros tantos recém desencarnados como Francisco Xavier, e não falei dos que estão nesse momento sobre a superfíe da terra, pregando este mesmo amor fraternal e vos digo que em meu país todos são recebidos espiritualmente da mesma forma e sem segregação, mas com liberdade de culto, assim foi desde o início com os cristãos novos, aqueles que pelo que entendi, não são mais judeus, os meus e os vossos irmãos e parentes. Como intenção de repor a verdade, esclareço também que estes irmãos “Ex-judeus”, não foram obrigados a aceitarem o cristianismo, mas foram salvos da inquisição por VAR D. João VI , por aceitarem esta condição para serem fraternalmente aceitos pelo império, que todos sabem assim como todo o monarca europeu, se ajoelhavam diante do poder da igreja medieval. Não entrarei em detalhes ou terei que não olhar para trás, mas para o presente sobre o que está acontecendo os irmãos palestinos e sionistas.

  9. O que importa não é o nome mas sim o factor genético e, nesse aspecto, após um estudo feito há alguns anos, só uma percentagem mínima da população portuguesa tem ascendência judaica.

  10. Quando os judeus foram expulsos de Portugal,todos os que quiseram ficar e que se converteram ao cristianismo (cristãos novos) tinham que escolher um novo nome,apelido.Optaram por escolher nomes de árvores,frutos,flores,etc.Ex: Pereira,Videira,Laranjeira,etc,etc.

    • Amiga Licinia tem razão só que O marques de Pombal mandou queimar todos os documentos na Torre do Pombo para evitar alguém ser perseguido de ter origens Judaicas
      Ora Portugal é e sempre foi um país de miscigenação “racial ” e estava-se marimbando para “origens ” Só isso … e quem perseguiu Judeus foi a santa madre igreja porque…

  11. Amiga Licinia tem razão só que O marques de Pombal mandou queimar todos os documentos na Torre do Pombo para evitar alguém ser perseguido de ter origens Judaicas
    Ora Portugal é e sempre foi um país de miscigenação “racial ” e estava-se marimbando para “origens ” Só isso … e quem perseguiu Judeus foi a santa madre igreja porque…

  12. Minha famlia paterna e conhecida que veio da espanha, mas os sobrenomes sao Moreno Rodrigues, tanto de avo como de meu avo, sera que sao judaicos tambem, pois achei o rodrigues ai nos nomes judaicos, e se for? como faço pra pedir minha acendencia judaica oficialmente?

  13. Eu não tenho dúvidas quanto à minha ascendência. Descendência o mais directa possivel de D. José de Carvalho e Mello. Posso comprová-lo por coversação apenas em cinco minutos.

  14. sempre entendi que os apelidos portugueses judeus veem de frutas ou plantas :Silva, Pessegueiro,, Nogueira, etc , etc.

    Que blasfemia Osvaldo , pôr Jesus Cristo no mesmo nivel que Buda ou Maomé ou etc . Jesus é Deus, o Salvador do mundo. Leia a Sua Palavra para O conhecer, pois demonstra tremenda ignorância no que diz respeito à doutrina crista

  15. E, assim sendo, vão cinco com os dos meus avós Cruz, Cunha e Rodrigues, sendo que o Mendes vem dum lugar chamado Celanova, na Galiza.

  16. Depois de alguns anos a estudar a família descobri que afinal quase todos os apelidos de família são judeus. Achei que talvez não fosse assim tão verdadeira a conclusão a que cheguei… Uns belos anos depois, depois de muito investigar nomes, história e até hábitos judeus e encontrei hábitos de família que se foram desvanecendo, alguns deles pela evolução ( dar à , luz, morte, velar um morto, luto, por exemplo). Alguns desses hábitos eu ainda assisti, outros foram-me contados pela minha avó.
    Continuei os meus estudos e investigações!
    Afinal a minha origem é judaica por completo!!! O que não significa nada na actualidade porque ainda não consegui documentar se após a conversão ao cristianismo e a perseguição aos judeus terminar, se a minha família “continuou cristã” por medo de mais perseguições, vergonha, por acreditar e ter fé ou por comodismo!
    A Religião é das coisas mais complicadas na cabeça dos ser humano!

  17. O meu apelido ALBERNAZ, +e de origem judaica e está em Portugal
    desde o século XIV. A primeira pessoa que se encontra na Torre do Tombo com esse apelido, é D.Margarida Albernaz, sepultada na Sé de Lisboa, com o brasão da família gravado no túmulo em pedra

  18. Esqueci-me de dizer que a maioria da minha família, fugiu para o Brasil, a quando das perseguições do rei D,Manuel Iº. onde hoje existem em todo o território centenas de descendentes e muitos dos quais são meus amigos no Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here