Início Histórias Os portugueses descobriram dois terços do mundo

Os portugueses descobriram dois terços do mundo

Os portugueses descobriram dois terços do mundo. A esse Mundo deram novos Mundos. E se mais Mundo houvesse, lá teriam chegado.

8880
Os portugueses descobriram dois terços do mundo
Os portugueses descobriram dois terços do mundo

Os portugueses descobriram dois terços do mundo

Os portugueses descobriram dois terços do mundo. A esse Mundo deram novos Mundos. E se mais Mundo houvesse, lá teriam chegado.

Foram os primeiros a chegar. Investigaram. Experimentaram. Desbravaram, deixando o testemunho da sua presença. Trouxeram novas de sítios que se julgavam inalcançáveis.

Em menos de 100 anos mudaram o mundo. A esse Mundo deram novos Mundos. Modificaram a noção de distância e materializaram o sonho. Fizeram crescer o comércio e o conhecimento científico.

Anteciparam a História. Ajudaram ao nascimento de novos países. Foram os primeiros cidadãos do Mundo. E se mais Mundo houvesse lá teriam chegado.

Explorações marítimas portuguesas séc. XV e XVI

1434 – CABO BOJADOR

Dois terços do mundo foram descobertos pelos portugueses
Os portugueses descobriram dois terços do mundo

Gil Eanes transpõe o cabo Bojador (27º latitude Norte – Sara Ocidental) até então considerado como limite convencional do mundo.

1470 – EQUADOR

Dois terços do mundo foram descobertos pelos portugueses
Os portugueses descobriram dois terços do mundo

1470/71 – João de Santarém e Pero Escobar descobrem as ilhas de S. Tomé e Príncipe e Ano Bom, explorando a costa africana até à foz do rio Niger, levando como pilotos Martim Fernandes e Álvaro Fernandes, avançaram até à Mina (a Elmina dos Ingleses).

Primeiros navegadores europeus a passar a linha do Equador.

1488 – CABO DA BOA ESPERANÇA

Dois terços do mundo foram descobertos pelos portugueses
Os portugueses descobriram dois terços do mundo

Bartolomeu Dias descobre a passagem do Sueste, a África do Sul e o cabo da Boa Esperança.

Desembarque na angra de S. Brás, Mossel Bay, 3 de Fevereiro e exploração da costa até ao rio do Infante (Gret Fish River).
Pero da Covilhã visita Cananor, Calecute e Goa na Índia (1488), Sofala, na costa oriental africana (Moçambique, 1489 e interna-se na Etiópia (1491).

1498 – ÍNDIA

Dois terços do mundo foram descobertos pelos portugueses
Os portugueses descobriram dois terços do mundo

1497/99 – Viagem de Vasco da Gama à Índia. Chegada à Terra do Natal (25 de Dezembro de 1497, a Mombaça (7 de Abril de 1498), e a Calecute (20 de Maio de 1498), Regresso a Lisboa (Agosto e Setembro 1499).

1500 – BRASIL

Dois terços do mundo foram descobertos pelos portugueses
Os portugueses descobriram dois terços do mundo

09 de Março de 1500: Partida de Lisboa da esquadra de Pedro Álvares Cabral, composta por treze navios com destino à Índia para aí estabelecer relações comerciais com os reinos locais.

22 de Abril de 1500: Descoberta oficial do Brasil, Vera Cruz por Pedro Álvares Cabral quando seguia com a armada a caminho da Índia.

(cont.)

10 COMENTÁRIOS

  1. Enquanto o resto da Europa rezava debaixo de batinas e hábitos de padres e frades, Portugal partiu para o desconhecido e descobriu o mundo aos carolas europeus. Me orgulho de ter sangue portugues.

  2. Ordem de Cristo foi uma nova denominação dada aos antigos Cavaleiros Templários, tendo em vista a perseguição a td ordem dos Templários na Europa.Após ocorrer o extermínio dos cavaleiros, na então chamada “sexta feira 13”, o rei de Portugal – que tinha um gde apreço pela Ordem , resolve defender e mudar o nome para A Ordem de Cristo. Orgulho de ser brasileiro e possuir sangue templário dos nobres portugueses, correndo em minhas veias . Deus Vult!

  3. E a Ordem de Cristo foi criada pouco depois da extinção da Ordem dos Templários. Foi só uma mudança de nome. Por outro lado, a expansão assentava genuinamente em dois pilares: fé e império.

  4. Este texto não se trata de megalomania portuguesa. É apenas mais um calcado no eurocentrismo tacanho e desvairado. Os portugueses descobriram mundo algum. Quem sabe tenham descoberto um mundo próprio, à sua feição.

    Em nenhuma acepção razoável da palavra mundo comporta a ideia de descobrimento, muito menos por parte dos portugueses.

    Portugal encontrou 1/3 de outros mundos desconhecidos de si. Talvez assim ficasse melhor o texto que ressalta o pioneirismo português em um tipo de comunicação com outras partes do planeta.

    Tente se colocar no lugar de um leitor chinês, guarani, ianomâmi, banto, ou qualquer outro povo ao se deparar com um título assim.

    Talvez fosse melhor um título como: “Os portugueses desbravaram 1/3 do planeta a ser invadido.”

    • Estou completamente de acordo,os portugueses nao descobriram nada,com algumas excepecao de ilhas nao habitadas,mas nao se pode tirar o merito de que foram temerarios e contribuiram para o Mundo que vivemos hoje(com defeitos e virtudes)…..

    • Tretas.A maioria do mundo foi descoberta pelos portugueses para a Europa, que o desconhecia.Também os povos do oriente não procuraram povos do resto do mundo nem deixaram escrito que o tivessem feito.Quanto aos povos das depois chamadas Américas também não procuraram ninguém.Portanto os Portugueses como Europeus podem dizer que descobriram, pois o mundo era desconhecido para os povos da Europa e desconhecido também pelos povos dos outros continentes.Cada um se conhecia a si próprio.Nem sabiam que a terra era esférica.Atenção não digo redonda.

    • No século 15, os navegadores portugueses começaram as viagens marítimas e chegaram a lugares até aí desconhecidos, por isso descobertos, ( só se diz encontrar quando algo se encontra perdido), as muitas ilhas atlânticas, paradisíacas e desérticas, foram as primeiras descobertas marítimas dos portugueses, a expressão manteve-se para as outras viagens marítimas, conhecidas de todos (descobrimos o caminho marítimo e encontrámos lá pessoas), é correto e manterse-a para mim, o resto é paranóia e pequenez:)
      Respeitosos cumprimentos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.