Início Cultura Língua Portuguesa: diz-se melhor ou mais bem?

Língua Portuguesa: diz-se melhor ou mais bem?

Conheça as diferenças de uso entre estas duas expressões e empregue-as sempre corretamente. Língua Portuguesa: diz-se melhor ou mais bem?

Língua Portuguesa: diz-se melhor ou mais bem?

Língua Portuguesa: diz-se melhor ou mais bem?

Conheça as diferenças de uso entre estas duas expressões e empregue-as sempre corretamente. Língua Portuguesa: diz-se melhor ou mais bem?

O saber não ocupa lugar e todos os dias tropeçamos em dúvidas e hesitações que nos fazem pensar qual o caminho da verdade. O conhecimento é vasto e as línguas escondem sempre pequenas armadilhas que nos fazem, de vez em quando, tropeçar ou mesmo cair por completo.

A resposta à pergunta enunciada no título é simples. As duas formas referidas existem na língua portuguesa. Contudo, há que saber quando utilizar uma e outra. Para isso, vamos deixar-lhe algumas explicações e, também, exemplos que certamente o vão ajudar a falar um português melhor e mais próximo da perfeição. Pronto para esclarecer todas as suas dúvidas?!

Língua Portuguesa: diz-se melhor ou mais bem?

Melhor

A palavra «melhor» pode ser um adjetivo e, assim, o comparativo de superioridade de bom; mais bom. Indica que algo é superior a outro em quantidade ou bondade.

melhor ou mais bem
Língua Portuguesa: diz-se melhor ou mais bem?

Mais bem

Já bem refere-se a algo que é excelente; feito de maneira correta. Neste caso, o advérbio mais pretende sublinhar e evidenciar algo que é positivo e está conforme.

melhor ou mais bem
Língua Portuguesa: diz-se melhor ou mais bem?

Melhor vs. Mais bem

Conhecidas as definições de cada uma das expressões, resta perceber quando usar uma e outra. Para isso, atentemos na seguinte frase:

O João está melhor / mais bem preparado para o exame.

Para saber qual a forma que temos de utilizar, devemos questionar-nos sobre aquilo que realmente queremos dizer. Pretendemos dizer que o João está bem preparado ou está bom preparado? Assim, fica mais claro, certo? Claro que o que queremos dizer é que: O João está mais bem preparado para o exame.

A expressão “mais bem” faz-se acompanhar de um particípio passado adjetivando-o. Daí também se usarem expressões como bem-parecido ou bem-feito. Por exemplo: Ele é mais bem-parecido do que o primo.

Situação diferente é se, por exemplo, dissermos: O João é melhor aluno do que o Carlos. Neste caso, não estamos a qualificar apenas o João, mas sim a estabelecer uma comparação entre as caraterísticas e qualidades do sujeito da frase e de um outro elemento, o Carlos.

Assim, e para que não haja lugar a confusões, é importante ser capaz de decompor a frase e conseguir determinar aquilo que realmente se pretende transmitir. Também importa lembrar e sublinhar que melhor é a única forma possível de usar o adjetivo «bom« no grau comparativo de superioridade, já que dizer «mais bom» é um erro crasso.

Todavia, e como vimos, «mais bem» não é erro e, em algumas circunstâncias é a expressão adequada, pelo que deve ser pronunciada e escrita sem medos ou receios.

Esperamos, por isso, que depois desta breve exposição se sinta mais confiante nesta matéria e mais bem preparado para falar bom português. Verá que comunicar sem erros torna os diálogos mais eficazes e isso fará com que se sinta melhor consigo!

Se gostou deste artigo também poderá gostar de:


Língua Portuguesa: deve escrever-se Trás ou Traz?

Quiz da Língua Portuguesa «26»

Língua Portuguesa: é erro «Tirar as impressões digitais»?

Língua Portuguesa: 8 palavras que mudaram com o AO e porquê
_

Teresa Santos
Com formação em Humanidades, tem na investigação e na escrita a sua principal atividade. (exclusivamente responsável pelo conteúdo textual).

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.