Início Autores Florbela Espanca: os melhores poemas e as melhores frases

Florbela Espanca: os melhores poemas e as melhores frases

Fique a saber mais sobre a língua portuguesa, conhecendo alguns pensamentos de Florbela Espanca, escritora e poetisa portuguesa.

Florbela Espanca
Florbela Espanca: os melhores poemas e as melhores frases

Florbela Espanca: os melhores poemas e as melhores frases

Fique a saber mais sobre a língua portuguesa, conhecendo alguns pensamentos de Florbela Espanca, escritora e poetisa portuguesa.

Breve biografia (1894- 1930)

Florbela Espanca, nome literário de Flor Bela Lobo, nasceu em Vila Viçosa, a 8 de dezembro de 1894. Era filha de Antónia da Conceição Lobo e de João Maria Espanca.

os melhores poemas e as melhores frases
Florbela Espanca: os melhores poemas e as melhores frases

Aos 8 anos começou a escrever os primeiros versos e em 1906 redigiu o seu primeiro conto. Estudou no Liceu Nacional de Évora, até 1912. Em 1914, passou a dar aulas numa escola que abriu em conjunto com o seu primeiro marido, Alberto Moutinho.

Em 1916, regressou a Évora, onde se tornou colaboradora do jornal “Notícias de Évora”. Foi nessa altura que começou a conhecer e a conviver com outros poetas e participou num grupo de escritoras. Em 1917, completou o curso de Letras e ingressou no curso de Direito da Universidade de Lisboa.

os melhores poemas e as melhores frases
Florbela Espanca: os melhores poemas e as melhores frases

Os seus sonetos e contos têm uma carga emocional forte, onde o sofrimento, a solidão e o desencanto estão presentes, lado a lado com um enorme desejo de ser feliz.

A sua escrita espelha muita da sua vida tumultuada, inquieta e sofrida, sobretudo em termos pessoais e familiares, marcada pela rejeição do pai, pelos casamentos falhados, um aborto espontâneo e a morte abrupta do seu irmão Apeles.

Florbela Espanca suicidou-se com barbitúricos, no dia do seu aniversário, a 08 de dezembro de 1930, em Matosinhos.

os melhores poemas e as melhores frases
Florbela e o irmão Apeles Espanca (1904)

Alguma bibliografia relevante

Livro de Mágoas; Livro de Sóror Saudade; Charneca em Flor; As Máscaras do Destino; Diário do Último Ano; O Dominó Preto.

Curiosidades

  • Manuel da Fonseca e Fernando Pessoa dedicaram poemas à memória da poetisa.
  • Os seus poemas já foram cantados por artistas nacionais e internacionais como Trovante, Mariza ou Nicole Borguer.
  • A sua vida e obra já foi retratada em filmes e mini-séries como Florbela Espanca (1978) e Perdidamente Florbela (2012).

Sonetos de Florbela Espanca

Florbela Espanca
Florbela Espanca: os melhores poemas e as melhores frases

Amar

Eu quero amar, amar perdidamente!

Amar só por amar: Aqui… além…

Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente

Amar! Amar! E não amar ninguém!

_

Recordar? Esquecer? Indiferente!…

Prender ou desprender? É mal? É bem?

Quem disser que se pode amar alguém

Durante a vida inteira é porque mente!

_

Há uma Primavera em cada vida:

É preciso cantá-la assim florida,

Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar!

_

E se um dia hei-de ser pó, cinza e nada

Que seja a minha noite uma alvorada,

Que me saiba perder… pra me encontrar…

_

Florbela Espanca

Florbela Espanca
Florbela Espanca: os melhores poemas e as melhores frases

Ser poeta

Ser poeta é ser mais alto, é ser maior

Do que os homens! Morder como quem beija!

É ser mendigo e dar como quem seja

Rei do Reino de Aquém e de Além Dor!

_

É ter de mil desejos o esplendor

E não saber sequer que se deseja!

É ter cá dentro um astro que flameja,

É ter garras e asas de condor!

_

É ter fome, é ter sede de Infinito!

Por elmo, as manhãs de oiro e de cetim…

É condensar o mundo num só grito!

_

E é amar-te, assim, perdidamente…

É seres alma, e sangue, e vida em mim

E dizê-lo cantando a toda a gente!

_

Florbela Espanca 

Florbela Espanca
Florbela Espanca: os melhores poemas e as melhores frases

Eu

Eu sou a que no mundo anda perdida,

Eu sou a que na vida não tem norte,

Sou a irmã do Sonho,e desta sorte

Sou a crucificada … a dolorida …

_

Sombra de névoa tênue e esvaecida,

E que o destino amargo, triste e forte,

Impele brutalmente para a morte!

Alma de luto sempre incompreendida!…

_

Sou aquela que passa e ninguém vê…

Sou a que chamam triste sem o ser…

Sou a que chora sem saber porquê…

_

Sou talvez a visão que Alguém sonhou,

Alguém que veio ao mundo pra me ver,

E que nunca na vida me encontrou!

_

Florbela Espanca

Florbela Espanca
Florbela Espanca: os melhores poemas e as melhores frases

Citações

“Ama-se quem se ama e não quem se quer amar.”

“A vida é apenas isto: um encadeamento de acasos bons e maus, encadeamento sem lógica, nem razão (….)”

“O silêncio é às vezes o que faz mais mal quando a gente sofre.”

“A amizade é o maior sentimento que não morre.”

“De tudo o que nós fazemos de sincero e bem intencionado alguma coisa fica.”

“Pena é não haver um manicómio para corações, que para cabeças há muitos.”

“Não costumo acreditar muito nos sonhos… porque de todos se acorda.”

“Apesar de tudo, a loucura não é assim uma coisa tão feia como muita gente julga. Há tantas loucas felizes!”

“Neste mundo só temos certa a dor e nada mais;”

“A única coisa que consola os tristes é a tristeza – a alegria irrita-os.”

_


OUTROS ARTIGOS QUE LHE PODEM INTERESSAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Vivendo no alem-mar confesso minha ignorância. Ainda não a conhecia. Do pouco que vi achei magnífico. Quantas mentes lindas vêm e vão no cenário imprevisível desta nossa errática existencia neste singular planeta azul?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.