Início Cultura Erros de português que fazem muitos passar vergonha

Erros de português que fazem muitos passar vergonha

A forma como escrevemos tem impacto na nossa imagem e credibilidade. Conheça erros de português que fazem muitos passar vergonha.

Erros de português que fazem muitos passar vergonha
Erros de português que fazem muitos passar vergonha

A forma como escrevemos tem impacto na nossa imagem e credibilidade. Conheça erros de português que fazem muitos passar vergonha.

O alfabeto português possui 26 letras e todas elas identificam um determinado som. Contudo, alguns desses sons são próximos e em certas palavras essa proximidade revela-se o centro de alguns equívocos.

São diversas as confusões que envolvem palavras com letras que possuem uma sonoridade semelhante. Essas confusões dão origem a erros de português. Na língua portuguesa, as trocas de letras estão na origem de erros, como trocar o “n” pelo “m” (e vice-versa), o “j” pelo “g” (e vice-versa), o “ch” pelo “x” (e vice-versa) ou, até, várias letras, como “s”, “ss” “c” ou “z”.

Fique, agora, a conhecer 5 erros de português envolvendo palavras com “ch” que muitos escrevem com “x”.

Erros de português que fazem muitos passar vergonha

Murcho

Definição: Do latim murcĭdo, “indolente”. Algo que perdeu a sua frescura, a turgidez, a cor, a beleza, a energia, a animação.

No sentido figurado, este termo pode ser usado como sinónimo de triste, para adjetivar alguém que esteja desalentado, abatido, desanimado ou caído. Alguém apagado.

Exemplo: O ramo que lhe dei já ficou murcho.

Erro: Murxo.

Erros de português que fazem muitos passar vergonha

Chato

Definição: Do grego platýs, “largo, amplo”, pelo latim popular plattu “plano”. Que não tem relevo. Algo que é liso, plano. Baixo ou rasteiro. No sentido popular, é também usado como vulgar, maçador. No sentido coloquial, é pessoa ou coisa maçadora.

Também se pode referir ao piolho que vive na região púbica e suscita um prurido constante.

Exemplo: Aquele chato não pára de falar.

Erro: Xato. 

5 erros de português que
Erros de português que fazem muitos passar vergonha

Chuchu

Definição:  Do francês chouchou, de chou, “couve”. Termo próprio da botânica referindo-se a uma planta herbácea, trepadeira, da família das cucurbitáceas, nativa das regiões tropicais. Tem folhas cordiformes, pequenas flores amareladas e frutos carnudos, de cor esverdeada, revestidos por pequenos espinhos e com polpa comestível; caiota.

No Brasil, é um termo que, no sentido coloquial, adquiriu o significado de “com grande intensidade” ou “em grande número”.

Exemplo: Vou colocar chuchu na sopa.

Erro: Xuxu.

5 erros de português que
Erros de português que fazem muitos passar vergonha

Chalé

Definição: Do francês chalet, “casa de campo”, refere-se a uma casa de campo, do estilo das das aldeias suíças.

Exemplo: Estou a pensar comprar um chalé.

Erro: Xalé.

5 erros de português que
Erros de português que fazem muitos passar vergonha

Inchado

Definição: Algo que inchou ou aumentou de volume, tumefacto. Volumoso, grosso, cheio. No sentido figurado, significa envaidecido, presunçoso, enfatuado.

Exemplo: Depois de torcer o pé, ele começou a ficar muito inchado.

Erro: Inxado.

Regras para o uso da letra x nas palavras

A consoante x deverá ser utilizada nos seguintes casos:

1. Sílaba inicial

  • Em palavras cuja primeira sílaba assume a forma de “en”, quando a palavra começa com “en”. Assim, cada palavra cujo começo seja composto pelo prefixo “en”, deve ser escrita com a letra “x”.

Exemplos: enxada; enxame; enxaqueca; enxergar; enxerto; enxofre; enxotar; enxoval; enxugar; enxurrada; enxuto.

Exceções à regra: encharcar; enchente; encher; enchimento; enchiqueirar; enchouriçar; enchova; enchumaçar.

Nota: Seguem processos distintos as palavras que são derivadas de outras palavras que são escritas com “ch”. Por exemplo, palavras como encher ou enchente derivam de cheio. A palavra charco dá origem à palavra encharcar. A palavra enchiqueirar advém de chiqueiro.

  • Em palavras cuja primeira sílaba assume a forma de “me”, ou seja, quando a palavra começa com “me”. Assim, cada palavra cujo começo seja composto pelo prefixo “me”, deve ser escrita com a letra “x”.

Exemplos: mexedor; mexer; mexericos; mexeriqueira; mexicano; mexido; mexilhão.

Exceção à regra: mecha.

2. Na sequência de ditongos, isto é, de duas vogais pertencentes à mesma sílaba.

Exemplos: abaixo; ameixa; baixe; baixela, baixo; caixa; caixote; deixar; desleixo; eixo; faixa; feixe; frouxo; paixão; peixe; queixa; rouxinol.

Exceções à regra: caucho; guache; recauchutagem; recauchutar.

3. Em palavras de origem africana ou indígena.

Exemplos: abacaxi; orixá; xará; xavante.

4. Em palavras que foram aportuguesadas, mas cuja origem advém do inglês.

Exemplo: xerife.

Regras para uso das letras ch nas palavras

As letras “ch” devem escrever-se sempre que…

1) Haja palavras, cuja origem é derivada de termos latinos que são escritos com cl, fl, pl.

Exemplos: chama (do latim flama); chave (do latim clavis); chumbo (do latim plumbum); chuva (do latim pluvia).

2) Haja palavras, cuja origem é derivada de termos de origem estrangeira.

Exemplos: chaminé; capricho; salsicha; sanduíche.

3) Em exceções às regras de palavras escritas com “x”.

  • Tanto em palavras que figuram como exceção à regra das palavras escritas com x (depois da sílaba en):

Exemplos: encher; enchumaçar; encharcar; enchiqueirar; enchouriçar; enchova; preencher.

  • Como em palavras que atuam como exceção à regra das palavras escritas com x, depois de ditongos:

Exemplos: caucho; guache; recauchutar; recauchutagem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.