Início Histórias É português e mestre das violas portuguesas

É português e mestre das violas portuguesas

Um dos mais importantes divulgadores da música popular portuguesa, e dos seus instrumentos de corda tradicionais, é português e mestre das violas portuguesas.

violas portuguesas
É português e mestre das violas portuguesas

É português e mestre das violas portuguesas. Chico Gouveia nasceu no Porto em 1953 e aprendeu a tocar violão com António Mafra, fundador do Conjunto António Mafra, célebre grupo portuense que ainda hoje é uma referência fundamental da Folk portuguesa.

Começava assim o percurso musical de um dos mais importantes divulgadores da música popular portuguesa, e dos seus instrumentos de corda tradicionais.

Apesar de nunca se ter assumido como profissional, esteve sempre ligado à música como autodidata, cursando guitarra clássica e piano, chegando a integrar, como guitarrista, várias bandas de Rock da cidade.


Leia também: Porque razão chamam tripeiros aos habitantes do Porto


violas portuguesas
Chico Gouveia – É português e mestre das violas portuguesas

Amante dos instrumentos de corda populares

Durante vários anos foi professor de guitarra clássica em várias instituições da cidade do Porto e em Gondomar, onde desenvolveu um notável trabalho pedagógico que culminou na formação da primeira Orquestra de Guitarras do país, formada exclusivamente por alunos da Associação Ala Nun’Álvares de Gondomar, onde lecionava, e que, na altura, obteve uma significativa notoriedade a nível nacional.

Em finais dos anos 70, e após uma visita à oficina do violeiro Domingos Martins Machado em Tebosa (Braga) onde adquiriu um cavaquinho, começou a interessar-se pela música popular portuguesa e, especialmente, pelo estudo dos instrumentos de corda populares, como o cavaquinho, viola, braguesa, viola amarantina, requinta, viola toeira e também a guitarra portuguesa.

Ventos do Marão

Vídeo de: Chico Gouveia

Começou a frequentar aquela oficina assiduamente, onde conviveu com muitos tocadores populares e alguns eruditos dedicados ao estudo da música étnica. Aquele espaço era muito mais do que uma oficina de violeiro: era uma escola de música popular, uma tertúlia de amantes da nossa música tradicional, que criou raízes.

Pouco depois, nascia o Museu dos Cordofones Domingos Martins Machado, hoje conhecido em Portugal e além-fronteiras, com milhares de visitantes anuais.

Foi neste ambiente de sadia confraternização e aprendizagem que Chico Gouveia foi evoluindo nas suas concepções sobre as raízes da música popular e onde cimentou as bases dos trabalhos em que, de imediato, se envolveu.

violas portuguesas
Chico Gouveia – É português e mestre das violas portuguesas

O fascínio pela composição

O cavaquinho, a viola braguesa, a viola toeira, fascinavam-no e deve-se a ele o aprofundamento das técnicas antigas de execução destes instrumentos.

Mas foi a guitarra portuguesa, que despertou inicialmente a sua especial atenção como compositor, tendo editado dois álbuns instrumentais: Uma Guitarra Sobre o Rio (1989) e Natal de Uma Guitarra (1991), com a particularidade de os temas que os integram serem originais escritos para o instrumento, característica que acompanhou os seus discos seguintes.

O estudo e aprofundamento das raízes interpretativas dos nossos cordofones populares, levou-o a transcrever para a viola braguesa os temas populares mais conhecidos do cancioneiro minhoto, como viras, malhões, chulas, etc., algo nunca tinha sido feito até então.

violas portuguesas
Chico Gouveia – É português e mestre das violas portuguesas

A viola braguesa

O renascimento da viola braguesa deve-lhe o seu renascimento e, especialmente, o seu aperfeiçoamento técnico, pois até à altura limitava-se ao papel de acompanhante do canto e de outros instrumentos. Com Chico Gouveia, a viola braguesa passou a ser solista e a desempenhar o papel principal.

E foi também no cavaquinho que inovou, pois dedicou-se à adaptação de temas da música clássica para o instrumento, que ainda hoje são referências daquele modesto, mas vibrante instrumento minhoto. Um disco em edição de autor, marca a sua passagem por este cordofone.


Leia também: Porto: 30 fantásticas curiosidades da Cidade Invicta


Nessa altura, com o nascimento e incremento da Internet, cria um site dedicado à divulgação dos instrumentos de corda portugueses: Guitarras de Portugal, que obtém milhares de seguidores em todos o mundo tornando-se uma referência para os apaixonados e interessados no estudo da nossa música popular.

Mais tarde, o site é desativado, dando lugar ao atual canal no YouTube do músico.

violas portuguesas
Chico Gouveia – É português e mestre das violas portuguesas

Os álbuns

Mas seguiram-se outros álbuns, como Serenata (2008), dedicado à viola toeira da região de Coimbra, na altura considerado como o melhor álbum de música étnica portuguesa do ano, pelo Clube de Radialistas.

Durante alguns anos deu recitais em Portugal e Espanha, sendo acompanhado, na altura, pelo guitarrista Prof. José Neves, e mais recentemente por Ricardo Gonçalves.

Romaria

Vídeo de: Chico Gouveia

Em 2016 editou o álbum Moda Velha, dedicado à viola braguesa, composto por 10 temas de originais escritos para este instrumento.

Em 2018 edita “Amarantina”, dedicado à viola amarantina, com 12 temas originais também escritos propositadamente para esta viola regional.

violas portuguesas
Chico Gouveia – É português e mestre das violas portuguesas

Gosta do seu estatuto de amador

Chico Gouveia é dos mais respeitados divulgadores da música popular portuguesa instrumental, pela forma pedagógica como aborda os cordofones portugueses e pela mestria com que os executa, num sério respeito pelas suas raízes, não deixando, contudo, de inovar e propor novos caminhos, com muitos trabalhos editados, nomeadamente documentários.

Balada do Tâmega

Vídeo de: Chico Gouveia

Nunca optou pela profissionalização na música, facto de que nunca se arrependeu.

No seu canal no YouTube podem encontrar-se mais de 80 vídeos onde se apresenta a tocar todos os instrumentos citados e, estando este canal regularmente atualizado com vídeos novos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.