Início Cultura As 10 palavras do ano 2020 da língua portuguesa

As 10 palavras do ano 2020 da língua portuguesa

Houve uma palavra que demonstrou ser mais poderosa que a Covid-19, o confinamento, entre outras. Conheça as 10 palavras do ano 2020 da língua portuguesa.

palavras do ano
As 10 palavras do ano 2020 da língua portuguesa

Houve uma palavra que demonstrou ser mais poderosa que a Covid-19, o confinamento, entre outras. Conheça as 10 palavras do ano 2020 da língua portuguesa.

Ao longo de 2020, muitas foram as palavras que foram usadas. Muitas foram adquirindo um protagonismo cada vez maior, fruto da dimensão dos acontecimentos que marcaram o ano.

Todos facilmente reconhecemos que 2020 ficou marcado pela pandemia, por isso essa palavra e outras palavras como confinamento, COVID-19, quarentena,… adquiriram um protagonismo distinto.

Contudo, inesperadamente, uma palavra se destacou entre as palavras do ano. Qual terá sido?…

As 10 palavras do ano 2020 da língua portuguesa

Iniciativa

A Porto Editora está na origem da iniciativa A PALAVRA DO ANO® que tem como objetivo primordial sublinhar a riqueza lexical e o dinamismo criativo da língua portuguesa.

O português é uma língua que representa um importante património, um património que permanece bem vivo e que se revela bastante precioso para todos os que se expressam em português.

Assim, esta iniciativa acentua a importância das palavras e dos respetivos significados na produção individual e social dos sentidos com que que interpretamos e construímos a vida.

Leia também:

10 palavras do ano

A PALAVRA DO ANO® é uma iniciativa que não destaca apenas uma palavra. Ela apresenta uma lista de 10 palavras que foram candidatas à vitória. A palavra do ano é escolhida fruto do trabalho levado a cabo pela Porto Editora.

Para identificar as palavras de 2020 e distinguir a palavra do ano, realizou-se um trabalho de observação permanente e um acompanhamento da realidade da língua portuguesa.

Foram identificadas palavras que alcançaram mediatismo, seja nos meios de comunicação, seja nas redes sociais, seja no registo de consultas online e mobile dos dicionários da Porto Editora. Também foram levadas em consideração as sugestões dos portugueses que, através do site www.palavradoano.pt, conseguiram dar o seu contributo.

As 10 palavras de 2020 foram…

Confinamento (16,6%)

Confinamento é nome masculino que significa ato ou efeito de confinar. Significa também situação do que é limítrofe ou contíguo. Este termo significa ainda fronteira; limite. Outro significado dado a este conceito é ato ou efeito de restringir a um espaço limitado. Confinamento também significa estado de quem está em local fechado ou área reservada, afastado do contacto com outros (por punição, doença ou outro motivo). Confinamento significa também isolamento. Confinamento significa ainda condição do que é limitado, específico, não abrangente.

COVID-19 (24,7%)

Termo que vem do inglês Corona virus disease 2019 , «doença de coronavírus 2019», (ano em que foi identificado o primeiro surto da doença).

COVID-19 é nome feminino que significa doença respiratória que é gerada por um coronavírus (SARS-CoV-2), revelando sintomatologia variável, desde casos assintomáticos ou formas de intensidade ligeira (cujos sintomas podem variar, mas entre eles costumam estar febre, tosse, fadiga ou dores musculares) até situações graves (nomeadamente em idosos ou pessoas com problemas de saúde pré-existentes), que podem progredir para cenários de pneumonia, levando a falência de múltiplos órgãos e até à morte.

Esta doença foi inicialmente identificada na China, em 2019, mas só atingiu estatuto de pandemia em 2020.

Digitalização (1,3%,)

Termo que vem de digitalizar+-ção. Digitalização é nome feminino que significa ato ou efeito de digitalizar, de tornar digital. Significa também mudança para formato digital. Este termo significa ainda conversão (de texto, imagem, etc.) para formato digital, de forma a que se possa processar por computador.

Outro significado dado a este conceito é adaptação a modo de funcionamento através da internet e/ou de dispositivos eletrónicos. Digitalização também significa aplicação de tecnologias digitais a processos de trabalho ou de negócio.

Discriminação (1,6%)

Termo que vem do latim discriminatiōne-, com o mesmo significado. Discriminação é nome feminino que significa ato ou efeito de discriminar; separação, destrinça. Significa também capacidade de reconhecer ou estabelecer diferenças (entre pessoas, grupos, objetos, situações, etc.); discernimento; distinção.

Este termo significa ainda forma desigual de tratamento dispensado a pessoa, grupo ou entidade, em comparação com a maneira como as restantes são tratadas. Outro significado dado a este conceito é tratamento desfavorável imposto a pessoa ou grupos de pessoas, em razão de determinado critério (étnico, religioso, sexual, etário, político, etc.). Também significa marginalização; segregação; discriminação positiva.

Discriminação é ainda medida ou conjunto de medidas de exceção destinadas a prevenir ou eliminar situações de desigualdade e/ou a compensar danos resultantes de estruturas e atitudes discriminatórias vigentes, promovendo assim a igualdade de oportunidades. Existe discriminação racial que é atitude de segregação amparada numa conceção racista dos seres humanos.

Infodemia (1,5%)

Termo que vem do inglês infodemic, com o mesmo significado, a partir de information, («informação»)+epidemic («epidemia»). Infodemia é nome feminino que significa fluxo de informações excessivo sobre certo assunto – especialmente se veiculadas por fontes não fidedignas – que, tal como acontece numa epidemia, se multiplicam num período de tempo curto, gerando desinformação e tornando o esclarecimento mais difícil.

Pandemia (17,1%)

Termo que vem do grego pãn, «todo» +dẽmos, «povo» +-ia. Pandemia é nome feminino que significa doença infeciosa que se dissemina a nível mundial. Significa também doença que ataca ao mesmo tempo um elevado número de pessoas num grande número de países.

Sem-abrigo (1,1%)

Sem-abrigo é adjetivo invariável (e nome de 2 géneros e 2 números) que significa o que ou pessoa que não tem domicílio, vivendo na rua, em espaço público ou local precário, em condições de extrema pobreza.

Telescola (2,6%)

Termo que vem de tele-+escola. Telescola é nome feminino que significa modalidade de ensino escolar que é realizado à distância (assim, professores e alunos não se encontram na presença física uns dos outros), ministrado através da televisão.

Significa também designação por que ficou conhecido um sistema complementar de ensino, que vigorou em Portugal entre 1965 e 1987, em que as lições eram transmitidas por via televisiva a turmas de alunos reunidas em sala de aula sob a orientação de um professor, a fim de permitir o cumprimento da escolaridade obrigatória a estudantes de zonas isoladas, de escolas sobrelotadas, etc.

Zaragatoa (6,6%)

Termo que vem do árabe vulgar zarqatúnâ, «caroço de algodão», pelo castelhano zaragatona, com o mesmo significado. Zaragatoa é nome feminino que significa pequena haste ou vareta com uma porção de material absorvente numa das extremidades, que se usa para efetuar colheitas de exsudados, aplicar colutórios, etc…

Significa também intervenção efetuada com esse objeto; zaragatoadela. Este termo significa ainda exsudado colhido com esse objeto.

Outro significado dado a este conceito é na BOTÂNICA (Plantago afra), sendo planta herbácea, da família das Plantagináceas, espontânea em Portugal. Apresenta caules eretos e pubescentes que podem atingir 30 centímetros de altura (aproximadamente) folhas opostas e pequenas flores esbranquiçadas, sendo as suas sementes utilizadas para fins terapêuticos.

Palavra do ano

O vencedor: a palavra eleita como palavra do ano de 2020 foi Saudade!

Saudade (26,9%)

Definição presente no site Palavra do Ano “Palavra genuinamente portuguesa, «saudade» é um sentimento muito presente como consequência do distanciamento físico e, também, da rutura em relação às rotinas mais simples e banais.”

Termo que vem do latim solitāte, «solidão». Saudade é nome feminino que significa sentimento de mágoa, nostalgia e incompletude, causado pela ausência, desaparecimento, distância ou privação de pessoas, épocas, lugares ou coisas a que se esteve afetiva e ditosamente ligado e que se desejaria voltar a ter presentes. Significa também [também no plural] lembrança afetuosa de algo ou alguém ausente. Este termo significa ainda (no plural) cumprimentos a uma pessoa ausente; lembranças.

Outro significado dado a este conceito é na BOTÂNICA, sendo escrita no plural como designação comum, extensiva a diferentes plantas, de diversas famílias (sobretudo da família das Dipsacáceas e da família das Compostas), e às suas respetivas flores.

NCultura

Se gostou deste artigo, reaja a ele e faça um comentário!

Se gostou deste tema pode procurar outros artigos sobre Língua Portuguesa no NCultura. Se tem outros temas que pretende que sejam explorados pelo NCultura, deixe-nos sugestões. Se é apaixonado pela língua portuguesa, saiba que há muitos mais artigos para ler no NCultura.

Apaixone-se pelo NCultura e explore diferentes temáticas: turismo e viagens, saúde, gastronomia, cultura, histórias, entre outras…

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.