Início Cultura 6 erros de português que afetam a sua reputação

6 erros de português que afetam a sua reputação

6 exemplos de erros, uns mais comuns do que outros e que encontramos no nosso quotidiano: 6 erros de português que afetam a sua reputação.

erros de português que afetam
6 erros de português que afetam a sua reputação

6 exemplos de erros, uns mais comuns do que outros e que encontramos no nosso quotidiano: 6 erros de português que afetam a sua reputação.

Num momento em que estamos a apreciar um simples café, somos confrontados com conversas alheias onde com frequência surgem alguns erros de português. Muitas vezes, somos nós os autores desses erros e nem sequer reparamos. São muitos os erros que aparecem em programas televisivos, em entrevistas em direto, em jornais, em livros. Tal ocorre com frequência, pois errar é humano.

Mas, é também humano aprender. Podemos sempre aprender, inclusive com os próprios erros e até com os erros cometidos com os outros. Por isso, ao divulgarmos erros destes, que são cometidos frequentemente, estamos a contribuir para a diminuição deles. Assim, ao informarmos sobre estes erros comuns, estamos a dar ferramentas para que estes deixem de ser cometidos. Eis erros comuns de português: conheça 6 tão frequentes, quanto surpreendentes.


Leia também: Copo de Água e os falsos erros de português


6 erros de português que afetam a sua reputação

Abcesso

Este termo advém do latim abscessu. A palavra abcesso vem da medicina, sendo um termo que significa formação purulenta, inclusa numa cavidade formada na sequência de uma inflamação de um determinado tecido no organismo.

É errado escrever: “obcesso”. Entre outros erros comuns estão: “abecesso”, “absesso”, “abceço”, ou “abssesso”.

Frase exemplo: O dentista reconheceu que nunca tinha sido confrontado com um abcesso assim.

Braguilha

Esta palavra é referente à abertura presente na dianteira dos calções ou calças que, geralmente, se fecha (ou abre) recorrendo a um fecho-éclair ou a botões. Braguilha é carcela.

É errado escrever: “barguilha”, “breguilha” ou “berguilha”.

Frase exemplo: Ele foi à reunião com a patroa e, quando saiu, tinha a braguilha aberta. Todos riram!

Disenteria

Termo que vem do grego dysentería, tendo como significado «doença intestinal»; pelo latim dysenterïa, «disenteria». Este termo está ligado à medicina, indicando infeção dos intestinos que, em regra, provoca dores abdominais, evacuações frequentes (por vezes com presença de sangue) e ulceração da mucosa.

É errado escrever: “desinteria”, “disentria”, “desentria”.

Frase exemplo: Como ele estava com disenteria, não tinha condições para trabalhar, por isso faltou.

Majestade

Termo que advém do latim majestãte, conceito com o mesmo significado. Majestade significa grandeza suprema, sublimidade, imponência. Majestade é ainda um termo que significa poder real, título dado aos reis e rainhas. No sentido figurado, majestade também pode significar aparência grave e solene. Majestade também significa soberba.

É errado escrever: “magestade”.

Frase exemplo: Sua Majestade, o Papa, pode ser importante para passar uma mensagem positiva.


Leia também: Erros de português e outras guerras


Náusea

Do grego nausía, isto é “enjoo do mar”, pelo latim nausĕa, que tem o mesmo significado. Náusea é a vontade que se tem de vomitar, o enjoo, a sensação de nojo e repugnância.

É errado escrever: “nausia”, “nausea” ou “náusia”.

Frase exemplo: A náusea sentida no passeio de barco era esperada. O comprimido ajudou a controlar os sintomas.

Traje

Este termo é uma derivação regressiva do português arcaico “treger”. Traje tem como significado: fato, vestido, modo de trajar. Um traje é o que se traz vestido, o vestuário habitual.

É errado escrever: “trage”.

Frase exemplo: Ele foi despedido por ter comparecido ao trabalho sem o traje estabelecido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.