Início Tradições 3 receitas de açorda para comer e chorar por mais

3 receitas de açorda para comer e chorar por mais

Há variedade e qualidade. Surpreenda-se com o irresistível sabor destas açordas. Confira 3 receitas de açorda para comer e chorar por mais.

3 receitas de açorda
3 receitas de açorda para comer e chorar por mais

Confira 3 receitas de açorda para comer e chorar por mais. As açordas são um tipo de sopa diferente. É uma sopa de pão que nos foi apresentada na Idade Média pelos Árabes e, desde então, permanece como um produto gastronómico de grande relevância cultural. A açorda alentejana é, talvez, um dos expoentes máximos deste prato. É um petisco de subsistência, que surgiu num contexto de carência de alimentos e que garantia a necessária energia para os duros trabalhos do campo.

Tendo o pão como base, há uma mistura de diversos alimentos. O que a açorda também tem de característica é a facilidade de confeção. É hoje muito comum ter este prato em toda a zona costeira. Há diversas açordas de peixes e marisco mas estas 3 receitas de açorda são especiais.

3 receitas de açorda para comer e chorar por mais

3 receitas de açorda
3 receitas de açorda para comer e chorar por mais

Açorda de bacalhau com amêijoas

Ingredientes

– 3 dentes de alho

– 2 lombos de bacalhau

– 1 molho de coentros

– ½ limão (sumo)

– 500 g amêijoas vietnamitas castanhas congeladas

– 320 g espargos verdes

– 200 g pão d’avó (fatiado)

– 120 g cebola picada

– 40 g tomate seco + 1 c. de sopa do azeite da sua conserva

– 500 ml água

– 200 ml vinho branco

– 2 c. de sopa com azeite

– 1 c. de chá com sal

– Pimenta de moinho q.b.


Leia também: Sopa da Pedra: origem, história e receitas


Modo de Preparação

Pré-aqueça o forno e coloque-o a 200ºC.

Trate dos espargos, eliminando as bases fibrosas.

Corte a parte espigada dos espargos para uma taça.

Fatie na diagonal o restante caule (finamente), colocando-o noutra taça. Reserve.

Coloque uma colher de sopa de azeite num tacho.

Aloure no tacho a parte espigada dos espargos. Retire e reserve.

Adicione ao tacho a cebola picada e os dentes de alho (esmagados).

Acrescente o restante azeite e os caules dos espargos fatiados.

Permita que cozinhe por 6 minutos.

Entretanto, esfregue o tomate seco em cada uma das fatias de pão.

Depois, pincele com o azeite da conserva (reserve o tomate para decoração).

Corte o pão em palitos largos.

Ponha o pão sobre um tabuleiro de forno, devidamente forrado com papel vegetal.

Coloque o pão a tostar no forno.

Adicione ao tacho o vinho branco e aguarde até levantar fervura.

Adicione os lombos de bacalhau cortados em pedaços e as amêijoas.

Tape e deixe que cozinhe por mais 6 minutos (ou até as amêijoas abrirem).

Elimine as conchas das amêijoas e reserve algumas dentro das conchas para decoração.

Pique os coentros e adicione-os ao tacho.

Regue com o sumo do limão.

Faça o tempero com sal e pimenta (moída na altura).

Adicione a água a ferver e aguarde o retomar da fervura.

Distribua pelos pratos.

Faça a decoração com as pontas espigadas dos espargos.

Acrescente ainda o tomate seco cortado em tiras e as amêijoas com casca.

Sirva com o pão tostado.

3 receitas de açorda
3 receitas de açorda para comer e chorar por mais

Açorda de bacalhau com coentros e tomate seco

Ingredientes

– 4 ovos

– 4 dentes de alho

– 1 emb. lombos de bacalhau congelados

– 1 folha de louro

– 1 molho de coentros

– 300 g pão de mistura trigo e centeio

– 40 g tomate seco

– 1,2 L água

– 4 c. sopa com azeite

– 1 c. café com sal

Modo de Preparação

Depois de descongelar o bacalhau, coloque-o num tacho.

Junte a folha de louro, 2 dentes de alho esmagados (com casca) e a água.

Leve ao lume e deixe que ferva, ligeiramente, por 8 minutos, até o bacalhau abrir lascas.

Pique os coentros, depois de lavados (reserve algumas folhas), para dentro de um almofariz.

Junte-lhe os restantes dentes de alho, depois de descascados e espremidos.

Adicione o azeite e o sal e esmague bem, recorrendo à ajuda de um pilão.

Pique o tomate seco em pequenos pedaços.

Misture com o preparado (piso) de coentros.

Distribua por 4 pratos de sopa o piso preparado.

Sobre eles coloque o pão, cortado em fatias.

Coe o caldo da cozedura do bacalhau e coloque-o noutro tacho, reserve.

O bacalhau limpe e remova a pele e retire as espinhas.

Desfaça o bacalhau em lascas e coloque-as sobre as fatias de pão.

Leve de novo ao lume o caldo da cozedura do bacalhau e aguarde até levantar fervura.

Abra um ovo para dentro de uma pequena taça.

Coloque o ovo numa concha de sopa.

Introduza a concha, cuidadosamente, no caldo a ferver.

Mantenha o ovo dentro da concha até a clara ficar cozinhada. Obterá um ovo escalfado.

Faça igual com os outros ovos (3).

Distribua os ovos escalfados pelos pratos de sopa.

Regue os pratos com o restante caldo.

Conclua com as folhas de coentros reservadas.

Sirva bem quente!


Leia também: Três sopas portuguesas tradicionais e deliciosas


3 receitas de açorda
3 receitas de açorda para comer e chorar por mais

Açorda de tintureira

Ingredientes

– 4 dentes de alho

– 2 ovos S

– 1 folha de louro

– 200 g postas de tintureira

– 200 g tomate em rama

– 150 g pão alentejano

– 50 g coentros

– 1,5 l água

– 3 c. de sopa com azeite

– 1 c. de sobremesa com sal

– Pimenta de moinho q.b.

Modo de Preparação

Em água temperada com o sal e a folha de louro, ferva as postas de tintureira por 10 minutos.

Pique os dentes de alho (finamente) e os coentros e misture-os com o azeite. Reserve.

Lave e limpe o tomate, remova-lhe as sementes e corte-o em cubos (pequenos).

Fatie (muito finamente) o pão e divida pelos pratos.

Distribua a mistura de coentros e os cubos de tomate sobre as fatias.

Retire o peixe do tacho, coe o caldo e leve-o novamente ao lume.

Bata os os ovos numa tigela com a ajuda de um garfo.

Limpe o peixe, remova peles e retire espinhas, desfie-o bem.

Introduza o peixe desfiado, assim que o caldo retomar fervura.

Junte ainda o ovo batido, em fio.

Ferva 5 minutos e mexa com um garfo, ocasionalmente.

Faça o tempero com pimenta.

Verta o caldo para os pratos de servir, sobre o pão e o tomate.

Sirva de imediato.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.