Início Cultura Língua Portuguesa: palavras em latim que usamos frequentemente

Língua Portuguesa: palavras em latim que usamos frequentemente

O latim exerceu uma forte influência em diversas línguas, ao longo do tempo, continuando a exercer na língua portuguesa: palavras em latim que usamos frequentemente.

palavras em latim que usamos
Língua Portuguesa: palavras em latim que usamos frequentemente

O latim exerceu uma forte influência em diversas línguas, ao longo do tempo, continuando a exercer na língua portuguesa: palavras em latim que usamos frequentemente.

O latim tem sido destacado em diversos artigos do NCultura. Ao longo das últimas semanas, foram publicados diversos artigos que comprovam como o latim continua a exercer uma forte influência na língua portuguesa, tal como noutras línguas. Existem diversas palavras ou expressões que são regularmente usadas para enriquecer o nosso discurso, tornando-o mais eloquente. Quer conhecer esses termos em latim?

Língua Portuguesa: palavras em latim que usamos frequentemente

Ad aeternum

Esta locução adverbial tem como significado “para sempre; eternamente”.

Agnus Dei

Esta expressão tem como significado cordeiro de Deus. Esta expressão é invocação utilizada durante a missa na sequência da fração da hóstia e no final das ladainhas.

É também um termo relativo a um pequeno relicário de cera do círio pascal e óleo bento, sendo este moldado com a imagem do cordeiro, com que o Papa faz a benção no sábado santo.

É-lhe atribuída (pelos devotos) a virtude de salvaguarda quer nos perigos, quer nas doenças e nas tempestades.

Leia também:

Alibi

No Direito, esta palavra é um argumento de defesa, significando que a pessoa está noutro lugar em certo momento. Álibi é a palavra usada como meio de defesa pelo qual o acusado alega que, no momento do delito, a pessoa em causa encontrava-se noutro local, um espaço distinto do espaço onde o delito decorreu, provando dessa forma a sua inocência.

Este nome masculino “alibi” é o argumento do réu em sua defesa, que se declara inocente pois consegue comprovar a sua ausência do local do crime no espaço temporal em que este crime ocorreu. O álibi é assim prova que confirma o argumento apresentado. No sentido figurado, álibi significa justificação credível.

a priori

A expressão “a priori” tem como significado “a partir do que vem antes.” Do latim a priōri, «à primeira vista», serve como prova fundada apenas na razão, sem fundamento na experiência (opõe-se assim à expressão “a posteriori”).

Esta locução encontra-se de acordo com os princípios anteriores à experiência, significando à primeira vista. O argumento “a priori” revela-se um argumento em que se parte da causa para o efeito.

a posteriori

A expressão “a posteriori” tem como significado “a partir do que vem depois”. A posteriori opõe-se à argumentação a priori, sendo um sistema de argumentação que parte do efeito para a causa. Significa pelas razões que vêm depois, sendo esta uma locução do efeito para a causa.

a fortiori

A expressão latina “a fortiori” significa “por maioria de razão (raciocínio ou argumento)”. A fortiori é com mais razão. Uma locução que é empregue para concluir do menos, para o mais evidente: se devo amar o inimigo, então, “a fortiori”, amarei o meu amigo.

ad hoc

A locução adjetival “ad hoc” significa “para isto”. É coisa preparada para certa missão ou para determinada circunstância ou é algo usado para uma finalidade específica, feito de acordo com um propósito. É algo que é proferido sobre uma pessoa a quem uma determinada tarefa foi atribuída.

É uma locução adverbial que [em uso indevido] pode ser usada em sentido pejorativo de forma atabalhoada; sem planeamento; à toa. Diz-se ad hoc de pessoa; secretário ad hoc; tribuna ad hoc.

Curriculum Vitae

Seguramente que já ouviu esta expressão latina, pois sempre que procura trabalho é indispensável enviar ou entregar à entidade o seu C.V. (curriculum vitæ). Ora, o documento que usamos advém da expressão que vem do latim curriculum vitæ, «curso da vida». No plural, diz-se curricula vitae.

Este termo é usado para identificar um tipo de documento onde se encontram reunidos os dados biográficos mais relevantes de uma certa pessoa e nesse documento há ainda a informação relativa ao seu percurso profissional do indivíduo, havendo também outras referências, nomeadamente habilitações, cargos desempenhados, obras produzidas, entre outras informações relevantes. É o que indicamos como “currículo”.

Cogito, ergo sum

Significa: “Penso, logo existo.” Esta citação é extraída do Discurso do Método, da autoria de René Descartes (1637). Assim, o “cogito ergo sum” é referido como “penso, logo existo”, embora também possa ser traduzido como “penso, portanto sou”. Seria mais literal.

Na quarta parte da versão francesa do Discurso sobre o Método (1637), a sentença aparece formulada como “je pense, donc je suis”, sendo que a versão latina “cogito ergo sum” tornou-se uma frase mítica.

Carpe diem

Carpe diem tem como significado «aproveita o dia presente». Esta é uma locução em latim, frequentemente usada para levar as pessoas a aproveitar bem o dia, o momento presente, sem se centrarem nas preocupações com o futuro.

Ex libris

Ex libris é a expressão latina que tem como significado “dos livros de”. É expressão que serve para designar a legenda, a divisa ou o sinal que bibliófilos e escritores utilizam nas obras que possuem e escrevem.

“Ex libris” é aquilo que representa algo ou alguém (podemos usar a expressão no sentido: a Torre Eiffel é o ex-líbris de Paris).

Errare humanum est

Errar é humano é o que significa esta expressão, que originalmente foi escrita assim: “errare humanum est, persevare diabolicum”, significando “o erro é humano, persistir no erro é diabólico.”

É uma expressão que nos ensina que a vida tem espaço para os erros, pois os humanos não são perfeitos. No entanto, devemos sempre evoluir e aprender com os erros. Quem persiste a errar da mesma forma, comete o erro de não aprender.

Ex nihilo nihil fit

A máxima completa assume a seguinte forma: “ex nihilo nihil, em nihilum posse reverti”, tendo esta frase o significado “nada vem do nada, nem volta ao nada”. Os versos foram atribuídos a Lucrécio, mas é Voltaire que os recupera no seu livro Philosophical Dictionary. Mas será que nada pode ser criado ou destruído?…

in extremis

A expressão latina “in extremis” tem como significado «em caso extremo» e significa o mesmo que in articulo mortis. É uma locução adverbial que pode significar nos últimos momentos da vida, no último momento.

In loco

A expressão “In loco” é uma expressão comum que tem como significado “no lugar”. 

Ipsis verbis

Esta locução adverbial é frequentemente usada e significa em palavras textuais: isto é; por (estas) mesmas palavras; algo que é reproduzido tal e qual como foi proferido.

Quid pro quo

A expressão latina “quid pro quo” é referente a um determinado equívoco; a um erro. Quid pro quo é o que resulta de uma falsa interpretação.

Sine Qua Non

Sine qua non” é uma locução adjetival que vem do latim e tem como significado «sem o qual, não». Diz-se “sine qua non” da condição ou fator sem o qual certo ato ou determinada circunstância não se realizará. Diz-se “sine qua non” de algo indispensável; de algo essencial.

Sine die

Esta locução adverbial “sine die” tem como significado sem data fixa. Do latim sine die, a expressão «sem dia» significa que algo está sem definição de data. Quando alguém diz que determinado evento foi adiado, sine die está a informar que foi adiado sem existir uma data fixa, não havendo fixação de nova data ou qualquer previsão.

Veni, vidi, vici

A expressão latina “veni, vidi, vici” tem como significado “vim, vi, venci”. Estas foram as palavras atribuídas a Júlio César num momento em que este anunciou ao Senado Romano a sua vitória sobre Farnaces, rei do Ponto, no ano de 47 a. C.

NCultura

Se gostou deste artigo, reaja a ele e faça um comentário!

Se gostou deste tema pode procurar outros artigos sobre Língua Portuguesa no NCultura. Se tem outros temas que pretende que sejam explorados pelo NCultura, deixe-nos sugestões. Se é apaixonado pela língua portuguesa, saiba que há muitos mais artigos para ler no NCultura.

Apaixone-se pelo NCultura e explore diferentes temáticas: turismo e viagens, saúde, gastronomia, cultura, histórias, entre outras…

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.