Início Cultura Na língua portuguesa diz-se ganho ou ganhado?

Na língua portuguesa diz-se ganho ou ganhado?

Talvez não tenha a certeza de quando deve usar um e outro termo. Fique a perceber quando pode e deve usar as palavras ganho e ganhado.

ganho ou ganhado
Na língua portuguesa diz-se ganho ou ganhado?

Na língua portuguesa diz-se ganho ou ganhado?

Talvez não tenha a certeza de quando deve usar um e outro termo. Fique a perceber quando pode e deve usar as palavras ganho e ganhado.

Certamente que já se deparou com estas palavras da língua portuguesa. Contudo, talvez não tenha a certeza absoluta de quando deve usar um e outro termo.

Por essa razão, vamos explicar-lhe a diferença entre estes dois particípios, assim como indicar-lhe outras funções que algumas destas palavras podem assumir que não a de particípios. Fique a saber mais.

Ganhar é um verbo abundante, ou seja, possui dois particípios passados, um regular (“ganhado”) e outro irregular (“ganho”). Ambas são formas corretas e usadas em português.

Este verbo refere-se ao ato de receber, auferir, vencer, exceder, lucrar, alcançar, seduzir, poupar tempo, expandir-se, apoderar-se,…

Na língua portuguesa diz-se ganho ou ganhado?

Ganhado (particípio regular)

A forma regular deste particípio passado é, normalmente, utilizada na voz ativa, ou seja, com os verbos auxiliares ter ou haver.

Na língua portuguesa diz-se ganho ou ganhado?

Exemplos:

Ele tem ganhado peso diariamente.

Ele já havia ganhado aquela competição.

Na língua portuguesa diz-se ganho ou ganhado?

Ganho (particípio irregular)

Já a forma irregular deste particípio passado é, habitualmente, usada na voz passiva, isto é, com os verbos auxiliares ser ou estar.

ganho ou ganhado
Na língua portuguesa diz-se ganho ou ganhado?

Exemplos:

O jogo é ganho minuto a minuto.

O prémio não está ganho, enquanto não se souber a chave vencedora.

Exceções à regra

Apesar das normas expostas anteriormente serem aquelas que as gramáticas nos ensinam e que são mais corretas, tem vindo a ser admitido o uso da forma irregular – “ganho” – em ambas as situações, ou seja, tanto na voz passiva como, também, na ativa.

Assim, é já possível aceitar o uso do particípio “ganho” também com os auxiliares “ter” e “haver”.

ganho ou ganhado
Na língua portuguesa diz-se ganho ou ganhado?

Exemplos:

Ele tem ganho peso diariamente.

Ele já havia ganho aquela competição.

Outros usos da palavra “ganho”

Em algumas frases, a palavra “ganho” pode assumir outras funções que não a de particípio passado irregular do verbo “ganhar”.

Presente do indicativo do verbo “ganhar”

“Ganho” é uma forma do verbo “ganhar”, na 1.ª pessoa do singular, do presente do indicativo.

ganho ou ganhado
Na língua portuguesa diz-se ganho ou ganhado?

Verbo ganhar – Presente do indicativo

(Eu) ganho

(Tu) ganhas

(Ele) ganha

(Nós) ganhamos

(Vós) ganhais

(Eles) ganham

Exemplo

Eu nunca ganho este jogo.

ganho ou ganhado
Na língua portuguesa diz-se ganho ou ganhado?

Adjetivo e substantivo

Ganho pode ainda assumir as funções de adjetivo ou de substantivo masculino.

Enquanto adjetivo, ele refere-se a algo que se ganhou – O prémio ganho valeu bem a pena.

Já como substantivo comum masculino, ele aponta para um proveito, vantagem ou lucro – Gosto de partilhar os meus ganhos com a minha família.

6 COMENTÁRIOS

  1. Ao invés de “Apesar das normas expostas anteriormente serem aquelas”, não seria melhor escrever “Apesar de as normas expostas anteriormente serem aquelas”? A norma gramatical diz que, no caso de a frase conter um verbo no infinitivo (“serem”), não se produz a contracção da preposição e do artigo.

    • Exatamente isso – quando o elemento posterior à preposição “de” se encontra uma forma verbal no infinitivo, não se contrai a preposição com o artigo (o “de” e o “a” mantém-se independentes. Gostaria ainda de acrescentar também que: quando o elemento posterior à preposição exerce a função sintática de sujeito, a preposição deverá ficar isolada do artigo. Por isso, o correto é: Apesar de as normas…(como se pode observar, o substantivo norma funciona como sujeito do verbo ser. Por exemplo, o que será que a gramática nos ensinam? As normas

  2. Quando o elemento posterior à preposição “de” se encontra uma forma verbal no infinitivo, não se contrai a preposição com o artigo (o “de” e “a” mantém-se independentes.
    Quando o termo posterior exercer a função sintática de sujeito, a preposição deverá ficar isolada do artigo. Por isso, o correto é: Apesar de as normas serem…Como se pode observar, o substantivo NORMAS funciona como sujeito do verbo ser. Por exemplo, o será que a gramática nos ensinam? As normas

  3. Tenho uma dúvida em relação ao modo como se usa a palavra questão. Tenho ouvido inclusivamente na televisão dizerem vou fazer uma questão. É correcto? Ou deveria dzer-se pôr uma questão não obstante ser um Galiano?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.