Início Cultura Língua Portuguesa: 12 das palavras mais feias

Língua Portuguesa: 12 das palavras mais feias

As 12 das palavras mais feias da língua portuguesa não têm uma sonoridade agradável, nem uma pronúncia fácil, mas remetem sobretudo para temas desagradáveis.

palavras mais feias
Língua Portuguesa: 12 das palavras mais feias

Língua Portuguesa: 12 das palavras mais feias

As 12 das palavras mais feias da língua portuguesa não têm uma sonoridade agradável, nem uma pronúncia fácil, mas remetem sobretudo para temas desagradáveis.

Conceitos como «beleza» ou «fealdade» são sempre questionáveis e nunca conduzem a unanimidades. Porém, reunimos algumas das palavras mais feias da língua portuguesa com a convicção de que são, certamente, expressões pouco apreciadas, quer por remeterem para doenças ou estados mais desagradáveis, quer por estarem gastas e serem usadas, quotidianamente, com grande exagero.

Resta conferir a lista e, claro, dar a sua opinião!

12 das palavras mais feias

12 das palavras mais feias
Língua Portuguesa: 12 das palavras mais feias

Alavancagem

Ato ou efeito de alavancar; fomentar, incentivar. Muito usado, atualmente, na gíria financeira, esta como tantas outras palavras da área económica não primam, propriamente, pela sua beleza, já que fazem uso de uma imagem física e concreta, neste caso de uma alavanca, e transportam-na para um universo abstrato como o dos números.

12 das palavras mais feias
Língua Portuguesa: 12 das palavras mais feias

Cancro

Tumor maligno causada pela multiplicação desordenada de células de um tecido ou de um órgão. A fealdade desta palavra está, naturalmente, relacionada com o facto de dizer respeito a uma doença, cujas consequências são sempre nefastas e penosas.

Apesar disso, esta palavra entrou amplamente no nosso léxico quotidiano e, por isso, é frequente usá-la em sentido figurado, quando nos queremos referir a uma situação ou contexto em destruição ou falência, como por exemplo: «A corrupção é o cancro da sociedade.»

12 das palavras mais feias
Língua Portuguesa: 12 das palavras mais feias

Celulite

Inflamação do tecido celular adiposo subcutâneo, que apresenta um aspeto ondulado, semelhante ao da casca da laranja.

Para muitas e muitos, esta palavra simboliza um verdadeiro problema e, apesar de não ser agradável, ela domina as pesquisas de internet e os anúncios de televisão, sobretudo nos meses de verão.

Normalmente, é antecedida pelo prefixo «anti-» e são muitos os produtos, tratamentos e receitas que prometem irradicá-la.

12 das palavras mais feias
Língua Portuguesa: 12 das palavras mais feias

Diarreia

Evacuação frequente de fezes líquidas ou quase líquidas pelo ânus. As palavras que remetem para o funcionamento do organismo, nomeadamente para as funções intestinais, são sempre termos feios e desagradáveis.

É o caso desta expressão que se refere à consequência de uma doença, podendo também ser causada por um tratamento mais agressivo e com efeitos secundários (por exemplo, quimioterapia).

12 das palavras mais feias
Língua Portuguesa: 12 das palavras mais feias

Disrupção

O mesmo que dirupção; efeito de romper. Esta palavra entrou, também, fortemente no vocabulário contemporâneo, e é possível ouvi-la repetidamente nos telejornais, quer para falar no rompimento das relações partidárias, quer para falar na quebra de produtividade dos mercados.

É uma palavra «cinzenta», sem graça e, até, algo aborrecida.

12 das palavras mais feias
Língua Portuguesa: 12 das palavras mais feias

Empoderamento

Dar ou adquirir poder. Esta palavra vulgarizou-se na nossa sociedade nos últimos anos, servindo como tradução de um outro termo muito em voga – empowerment.

As palestras sobre gestão de empresas e marketing pessoal importaram muitos anglicismos que, lentamente, foram encontrando sinónimos na língua portuguesa e empoderamento é, sem dúvida, um desses casos.

Trata-se de uma palavra estranha, que não soa bem, mas que tem sido tão amplamente utilizada que acaba por perder sentido e efeito.

Língua Portuguesa: 12 das palavras mais feias

Nauseabundo

Nojento, repugnante. Além de grande e com uma sonoridade e pronúncia pouco atrativas, esta palavra remete para tudo o que é sujo e desagradável. Sem dúvida, um termo que remete para o que é feio e indesejado.

Língua Portuguesa: 12 das palavras mais feias

Performante

Eficaz, eficiente. Derivando da palavra performance, este termo não se refere senão a algo que tem um bom desempenho.

Assim como «empoderamento», foi uma expressão que entrou no nosso léxico diário nos últimos anos, advinda mais uma vez das áreas que estudam o desempenho pessoal e profissional dos indivíduos e que, como se sabe, possuem uma gíria própria e recheada de anglicismos.

Língua Portuguesa: 12 das palavras mais feias

Quimioterapia

Tratamento por meio de substâncias químicas. Nos últimos anos, com o aumento de casos registados de doenças oncológicas, subiu também o número de tratamentos de quimioterapia.

Embora esta palavra signifique, frequentemente, a cura e o fim da doença, ela simboliza também algum sofrimento e representa um período de superação em que os pacientes têm de possuir grande força anímica.

Língua Portuguesa: 12 das palavras mais feias

Sanita

Objeto, geralmente em loiça, que recebe os dejetos humanos. Por mais modernas e, até, bonitas que possam ser estas peças de WC, esta será sempre uma palavra feia, pois remete para algo que qualquer ser humano tem sempre algum pudor de falar.

Além disso, é sempre um objeto repleto de bactérias, o que torna este num termo a evitar em qualquer conversa.

Língua Portuguesa: 12 das palavras mais feias

Sovaco

Cavidade na parte inferior da articulação superior do braço; o mesmo que axila.

Além de ser uma zona do corpo mais propícia a sujidade e maus odores, a palavra também não é feliz e tem uma sonoridade mais agressiva e feia do que, por exemplo, o seu sinónimo – axila.

Língua Portuguesa: 12 das palavras mais feias

Vómito

Ato ou efeito de vomitar. Esta palavra pode, também, ser usada em sentido figurado para nos referirmos a algo que odiamos ou de que não gostamos.

Na prática, o vómito pode ser consequência de uma doença ou de um tratamento que tenha este efeito secundário (caso da quimioterapia, por exemplo).
_


OUTROS ARTIGOS QUE LHE PODEM INTERESSAR

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.