Início Cultura Língua Portuguesa: 10 palavras curiosas

Língua Portuguesa: 10 palavras curiosas

Faça progressos substanciais aprendendo uma palavra por dia e 30 por mês. Aprenda ou relembre estas 10 palavras curiosas da língua portuguesa.

palavras curiosas
Língua Portuguesa: 10 palavras curiosas

Faça progressos substanciais aprendendo uma palavra por dia e 30 por mês. Aprenda ou relembre estas 10 palavras curiosas da língua portuguesa.

A língua portuguesa tem inúmeras palavras, não tem? Já pensou em contabilizá-las? É perda de tempo, certo? Facilmente desistiriamos nas primeiras 100.000 palavras…. Parte da contabilização está presente em dicionários.

O maior dicionário da língua portuguesa é a 10ª edição do Dicionário de Moraes (1948) que contém 306.949 palavras. No entanto, em diferentes dicionários, há palavras que não estão presentes noutros dicionários. E há ainda a ter em conta que costumam surgir palavras novas que são adicionadas em novos dicionários ou em novas edições.

Apesar de existirem tantas palavras, apenas temos um vocabulário ativo de 1500 palavras, assim defendem alguns especialistas… Certo é que todos nós podemos melhorar e alargar os nossos conhecimentos. Devemos ter essa ambição de melhoria contínua. Aprender uma palavra por dia não implica grande esforço. É fácil, rápido e representa uma melhoria de 30 palavras em apenas um mês e mais de 300 palavras num espaço de um ano.

Prepare-se para o desafio que preparámos para si: conhecer os conteúdos e aplicar as palavras ao longo da semana.

Língua Portuguesa: 10 palavras curiosas

Indução

Termo que vem do latim inductiōne-, «indução». Nome feminino que significa ato ou efeito de induzir, de estimular ou de levar algo ou alguém a fazer determinada coisa. Indução pode ser também sugestão, persuasão.

Pode ainda ser forma de raciocínio em que se procura formular uma lei que explique todos os casos da mesma espécie, a partir da verificação de alguns casos particulares. Tem também como significado inferência conjetural.


Leia também: 5 asneiras da língua portuguesa


Na medicina, mais especificamente na obstetrícia, indução é administração de medicamentos cujo objetivo é desencadear o trabalho de parto.

Na eletricidade, há indução eletromagnética (estabelecimento de uma força eletromotriz num circuito e, se o circuito é fechado, de uma corrente causada por uma variação do fluxo de um campo magnético através do circuito) e indução eletrostática (influência eletrostática, criação de um estado de eletrização num corpo, inicialmente no estado neutro, pela aproximação de outro corpo com carga elétrica).

Macacoa

Termo que talvez venha do espanhol macacoa, «tristeza, melancolia». Nome feminino que, no sentido popular, é usado para doença de pouca gravidade, indisposição, achaque.

Retrógrado

Termo que vem do latim retrogrădu-, com o mesmo significado. É adjetivo que significa que anda ou se realiza para trás, que retrograda. É aquilo que se opõe ao progresso.

Na astrologia, diz-se (retrógrado) do movimento dos astros que parece realizar-se contra a ordem dos signos ou de oriente para ocidente (no hemisfério norte) e vice-versa (no hemisfério sul).

Na geometria, diz-se (retrógrado) do movimento circular no sentido do movimento dos ponteiros de um relógio. É ainda nome masculino que significa indivíduo que defende princípios conservadores ou que se opõe ao progresso; indivíduo reacionário.

Plissado

Particípio passado de plissar. É adjetivo que significa que tem pregas bem dobradas e muito juntas. É nome masculino que significa série de pregas muito próximas feitas numa peça de vestuário ou num tecido.

Pirralho

Termo de origem obscura. Nome masculino que significa criança, garoto. É ainda indivíduo de pequena estatura. É também usado no sentido pejorativo em relação a criança ou jovem atrevido ou com pretensões de adulto; fedelho.

Desencaixe

Termo que é derivação regressiva de desencaixar. Desencaixe é nome masculino que significa saída de encaixe ou de articulação; desconjuntamento. É ainda retirada (de algo) do interior de uma caixa; desencaixotamento.

Termo usado na economia que significa aplicação de verbas que estavam em caixa.

Desencaixe pode ser considerado sinónimo de decomposição, desarticulação, desconjunção, desmancha, desmembramento. Pode ainda ser considerado um antónimo de agregação, composição, encaixo, junção, união.

Puzzle

Termo que vem do inglês puzzle, com o mesmo significado. É um           jogo de paciência que consiste em formar uma imagem, recorrendo a pequenas peças de formatos desiguais, as quais têm de ser ajustadas umas às outras para conseguir obter a imagem completa.

No sentido figurado, é quebra-cabeças, enigma.

Meningite

Termo que vem de meningo- e -ite. Nome feminino que significa inflamação, aguda ou crónica, das meninges cerebrais (meningite cerebral), das meninges espinhais (meningite espinhal) ou das meninges com ambas as localizações (meningite cerebroespinhal).

A meningite manifesta-se, de forma mais ou menos acentuada, sendo constituída por sintomas da síndrome meníngea (nomeadamente febre, cefaleias, vómitos, convulsões, rigidez da nuca, delírio, estrabismo, sonolência, paralisias, etc.).


Leia também: 20 das palavras mais feias da língua portuguesa


A causa das meningites pode variar muito, podendo ser infeciosa (bacteriana, vírica, parasitária), traumática, neoplásica metastática, tóxica, etc. As meningites mais comuns são as purulentas ou as serosas, de etiologia bacteriana (pneumococos, haemophilus, escherichia coli, etc). Em geral, são secundárias a uma infeção com outra localização orgânica e as de etiologia vírica são de evolução mais benigna.

Pândega

Termo que surge de derivação regressiva de pandegar. Nome feminino que, no sentido coloquial, signidica atividade divertida e animada que serve de distração ou passatempo; borga. Ainda no mesmo sentido é festa animada de comes e bebes, divertimento; brincadeira, vida desregrada; estroinice.

Coisa

Termo que vem do latim causa-, «causa». É nome feminino que significa tudo o que existe ou pode existir (real ou abstratamente). Coisa; qualquer objeto inanimado. É facto; negócio; circunstância; condição; assunto; mistério.

No plural, coisas, significa: interesses; obrigações; valores. Coisas é tudo aquilo que, não sendo pessoa ou comportamento humano, pode ser objeto de relações jurídicas.

No direito, coisa corpórea significa coisa que pode ser apreendida pelos sentidos. Já coisa imóvel é coisa que não pode transportar-se, sem destruição, de um lugar para o outro. Também há coisa móvel que é coisa que é suscetível de transporte de um lugar para o outro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.