Início Histórias Havai: a terra com fortes ligações a Portugal

Havai: a terra com fortes ligações a Portugal

Havai, atual território dos Estados Unidos, teve nas últimas décadas do século XIX e nas primeiras do século XX uma grande comunidade portuguesa.

Havai: a terra com fortes ligações a Portugal
Havai: a terra com fortes ligações a Portugal

Havai, atual território dos Estados Unidos, teve nas últimas décadas do século XIX e nas primeiras do século XX uma grande comunidade portuguesa.

Havai: a terra com fortes ligações a Portugal
Havai: a terra com fortes ligações a Portugal

Em 1914, uma reportagem da revista Ilustração Portuguesa revelava que no Havai, então designado de ilhas Sandwich, existia um grande número de emigrantes portugueses (25 mil).

A maioria era natural da Madeira e dos Açores. Os lusitanos formavam a maior comunidade europeia presente naquele território. Tiveram uma grande influência na evolução económica.

Havai: a terra com fortes ligações a Portugal
O navio britânico Suffolk, em 1881, trouxe 488 insulares dos Açores para o Havai

Nos finais das décadas de 70 e 80 do século XIX, num grande fluxo migratório, chegam a Sandwich 11 057 açorianos e madeirenses. Nos anos seguintes o número continuou a ser elevado.

Havai: a terra com fortes ligações a Portugal
Seis meses após a chegada do Suffolk, o Earl Dalhousie trouxe mais 322 imigrantes dos Açores para o Havai

Importa, contudo, referir mais especificamente outubro de 1878. Nessa data chegava a Honolulu o “Priscilla”, um navio de origem alemã que trazia 114 portugueses (quase todos madeirenses).

Era um momento histórico não só para a vida daquelas pessoas, como para Portugal, pois tratava-se da primeira emigração portuguesa em massa para um sítio tão longínquo. Contudo, é de realçar que antes deste chegada já existiam 400/500 portugueses no Havai e que aparentemente tinham boa qualidade de vida.

Sabe-se que esses primeiros homens a fixarem-se ali eram essencialmente baleeiros e descendiam de baleeiros açorianos que tinham trabalhado na Nova Inglaterra (atuais Estados Unidos).

Havai: a terra com fortes ligações a Portugal
Madeirenses no corte da cana-de-açúcar. Cerca de 6.000 chegaram ao Havai para fazer o mesmo trabalho até 1913.

Os portugueses nas Ilhas Sandwich tinham sortes profissionais diferentes. A revista Ilustração portuguesa descreveu na época as funções dos emigrantes da seguinte maneira:

Havai: a terra com fortes ligações a Portugal
Havai: a terra com fortes ligações a Portugal

“Embora haja poucos comerciantes estabelecidos, há muitos proprietários, muitos empregados nos serviços do governo e nas grandes casas comerciais e bancárias.

Um grande número de filhos e filhas dos nossos colonos exerce o professorado nas escolas americanas. A maioria dedica-se aos trabalhos das plantações (de cana de açúcar)”.

Importa referir que os portugueses que trabalhavam nas plantações adquiriram terrenos ao Estado que serviam não só para os seus trabalhos no campo, como também para o local onde fixavam a sua residência.

O grande problema para os portugueses era mesmo conseguir manter as ligações com o país de origem e com os parentes que por lá tinham ficado. Uma vez por outra, um emigrante lá conseguia saber informações através de algum companheiro.

Havai: a terra com fortes ligações a Portugal
Havai: a terra com fortes ligações a Portugal

Porém, existiam no arquipélago vários jornais escritos em Português dedicados a Portugal.

Havai: a terra com fortes ligações a Portugal
Havai: a terra com fortes ligações a Portugal

Tinham prejuízo financeiro para os proprietários, mas cumpriam claramente o objetivo de tentar manter viva a língua portuguesa junto da comunidade.

Havai: a terra com fortes ligações a Portugal
Havai: a terra com fortes ligações a Portugal

Por cinco centavos de dólar uma cópia, os leitores do jornal de Língua Portuguesa O Luso, em novembro de 1915, poderiam encontrar histórias de primeira página sobre a Primeira Guerra Mundial e a Revolução Mexicana, sob as manchetes “Notícias da Guerra” e “Notícias do México”.

Havai: a terra com fortes ligações a Portugal
Havai: a terra com fortes ligações a Portugal

O semanário de quatro páginas teve a maior circulação dentre os jornais de Língua Portuguesa publicados no Havai entre 1885 e 1927 e foi o de duração mais longa.

As únicas cópias originais conhecidas de O Luso e de outros oito jornais de Língua Portuguesa da época são parte de uma coleção da Sociedade Histórica do Havai, alojada nos Arquivos e Sítios Históricos dos Lares Missionários do Havai.

Havai: a terra com fortes ligações a Portugal
Havai: a terra com fortes ligações a Portugal

Os filhos dos emigrantes pouco sabiam sobre Portugal, pois embora existisse uma escola portuguesa… não existia um professor para ensinar!

No entanto, ainda existem marcas da presença portuguesa naquela zona. Vários havaianos têm apelidos tipicamente portugueses (como Rebelo, Perestrelo, Silva, Soares, Freitas).

Havai: a terra com fortes ligações a Portugal

Em 1878, trabalhadores portugueses da Madeira e de Açores vieram para o Havaí para trabalhar nas plantações. Estes imigrantes trouxeram os seus alimentos tradicionais, incluindo um pastel de massa frita chamado “malasada.” Hoje em dia há inúmeras padarias nas ilhas havaianas especializadas nesta iguaria.

Havai: a terra com fortes ligações a Portugal

Também o famoso instrumento musical ukulele, que é o cavaquinho em Portugal, chegou ao Havai no século XIX através do madeirense João Fernandes, um homem que emigrou para trabalhar na plantação do açúcar.

Atualmente, o Português é uma língua quase desconhecida no Havai.

Autor: João Mendes

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.