Início Cultura Dúvidas da língua portuguesa: cruzeta ou cabide?

Dúvidas da língua portuguesa: cruzeta ou cabide?

Por exemplo, por vezes, algumas pessoas confundem a palavra cabide com o conceito de cruzeta. Será que devemos dizer cruzeta ou cabide?

cruzeta ou cabide
Dúvidas da língua portuguesa: cruzeta ou cabide?

Diz-se cruzeta ou cabide? Esclareça esta dúvida bem frequente. No nosso quotidiano, recorremos a inúmeros objetos e somos obrigados a usar muitos termos para identificar cada um deles. Contudo, existem momentos em que, por diferentes razões, tais objetos nos suscitam dúvidas, quanto ao seu nome exato.

Por exemplo, por vezes, algumas pessoas confundem a palavra cabide com o conceito de cruzeta. Será que devemos dizer cruzeta ou cabide? Serão sinónimos? Antes de avançarmos para a distinção dos conceitos, vejamos algumas frases que servem de exemplo para o uso de ambos os conceitos.

Dúvidas da língua portuguesa: cruzeta ou cabide?

Exemplos

  1. Estas cruzetas são fracas. Não aguentam o peso das calças.
  2. O que têm as cruzetas do guarda-roupa lá de casa?
  3. Deixei o casaco no cabide. Tenho de regressar a casa.
  4. O cabide do meu quarto está estragado. Tenho de comprar outro.

Definição de ambos os conceitos

Termo que vem de cruz+eta; cruz pequena significa, no sentido figurado, qualquer objeto em forma de cruz. Uma cruzeta pode ser em plástico ou em madeira (pode também ser de outros materiais) e tem uma forma que se assemelha aos ombros de uma pessoa.

A cruzeta possibilita que se coloque roupa nesses ombros. Na parte superior, na sua generalidade, tem um gancho que permite pendurar a cruzeta no interior do guarda-fatos. Como permite pendurar roupa, surge em alguns dicionários como sinónimo de cabide.


Leia também: Língua Portuguesa: Obrigado ou Obrigada?


Curiosidade

No interior do Estado do Rio Grande do Norte, situado a 220 km da capital estadual, em Natal, há um município brasileiro chamado Cruzeta.

cruzeta ou cabide
Dúvidas da língua portuguesa: cruzeta ou cabide?

Cabide

Termo que vem do árabe qibād, plural de qabdâ, que significa “pega, cabo”. Gancho ou haste de madeira ou metal (pode também ter outro material como base) que, geralmente, é fixo a uma parede ou a uma porta, permitindo que peças de roupa (ou outros objetos como chapéus, guarda-chuvas…) sejam penduradas.

Há ainda móveis que também são chamados de cabides e que possuem as mesmas funções. São móveis que têm hastes ou ganchos e que são elementos indicados para pendurar peças de roupa (ou outros objetos como chapéus, guarda-chuvas…).

Peça de madeira ou plástico, com a forma de ombros humanos, que se usa para pendurar roupa no interior do guarda-fatos; cruzeta.

Curiosidade

No Brasil, cruzeta é também uma pessoa que acumula cargos e remunerações, sendo ainda a entidade que funciona como centro de distribuição de sinecuras (emprego rendoso e de pouco trabalho) por entre amigos ou protegidos de alguém.

Nota:

Alguns dicionários colocam mesmo o termo cruzeta como um espécie distinta de cabide, dando à cruzeta a definição de “cabide móvel para pendurar roupa nos guarda-fatos” (Dicionário Porto Editora, Dicionário da Academia das Ciências, Ed. Verbo). Assim, é concedido ao conceito de cabide um significado mais geral e, no que diz respeito à cruzeta, um sentido mais restrito, mais centrado no interior do guarda-roupa.


Leia também: Língua Portuguesa: qual a razão de não chamarmos «primeira-feira» ao domingo?


Esclarecimento

Os conceitos cruzeta e cabide são considerados sinónimos apenas de forma parcial, pela função de pendurar roupa. De forma a existir uma melhor definição dos conceitos, é mais vantajoso recorrer ao conceito de cruzeta para identificar o objeto que está no interior do guarda-fatos, enquanto para o exterior deste móvel, o termo mais indicado é cabide, que permite pendurar roupa (ficando esta normalmente visível) na parede, numa porta ou num móvel com hastes ou ganchos.

Regionalismo?

Por vezes, o termo cruzeta é conotado como sendo um regionalismo. Essa informação não é muito consensual, embora no sul de Portugal seja mais comum recorrer à palavra cabide, no sentido de cruzeta; enquanto a Norte, cruzeta seja o termo mais usado para identificar o objeto pendurado no interior do guarda-fatos.

1 COMENTÁRIO

  1. Quando jovem e vivia no Nordeste do Brasil, usava-se o termo cruzeta para o objeto em que se colocavam as roupas dentro do guarda-roupa. Depois morei no Sul do país e ninguém sabia o que era uma cruzeta. Tive que me acostumar a chamar cabide. Agora, de volta ao Nordeste tenho que voltar a usar cruzeta. Para a gente daqui, cabide é um objeto com ganchos onde se penduram as roupas fora do guarda-roupa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.