Início Histórias Locais históricos no Porto que muitos nem suspeitam

Locais históricos no Porto que muitos nem suspeitam

São locais de tragédia, de vergonha, de orgulho e de glória. Conheça os locais históricos no Porto que muitos nem suspeitam.

2129
Locais históricos no Porto que muitos nem suspeitam
Locais históricos no Porto que muitos nem suspeitam

Locais históricos no Porto que muitos nem suspeitam

Há artigos que não se escrevem, vão-se escrevendo, ao ritmo das tardes chuvosas, da hora passada à espera de uma consulta, no tempo anterior a um café a muitas vozes. Há temas que exigem tempo para florescerem palavras, e este é um deles: os locais históricos no Porto. Espero que gostem.

Praça Carlos Alberto

Locais históricos no Porto que muitos nem suspeitam
Locais históricos no Porto que muitos nem suspeitam – ©olhares.sapo.pt

A Praça Carlos Alberto, um local de azáfamas diárias, cheio de cafézinhos e restaurantes, e onde decorre a feira Porto Belo, aos sábados.

No entanto, o que muita gente não sabe é que esta praça foi palco não apenas de um, mas de dois momentos históricos:

  • o asilo do rei Carlos Alberto, rei da Sardenha, no Porto, corria o ano de 1849 – facto inédito para a cidade burguesa que é o Porto, que pelo espanto renomeou Praça Carlos Alberto a que era então conhecida por Praça dos Ferradores.
  • a candidatura do General Humberto Delgado para a presidência da República em 1958 contra o candidato do regime, Américo Tomás. Num clima de medo e repressão o Porto mostrou-se digno do General Sem Medo, recebendo-o em apoteose na estação de São Bento e conduzindo-o à sua sede de candidatura, precisamente na Praça Carlos Alberto, por cima do Café Luso. Milhares de pessoas – há relatos de 100.000 pessoas e outros de 200.000 – esperaram que Humberto Delgado discursasse para a população, o que ele fez, comovido, sem esquecer um largado elogio à tradição liberal do Porto:

Sinto-me deslumbrado! Esta gente do Porto, insubmissa à tirania, acaba de me mostrar a luminosa estrada da Liberdade. O meu coração ficará no Porto, já que no Porto nasceu, como noutros momentos históricos, o indomável espírito de luta que só terminará com o triunfo da liberdade em Portugal.

Locais históricos no Porto que muitos nem suspeitam
Locais históricos no Porto que muitos nem suspeitam – ©portugaltimes.com

Naturalmente, o General perdeu as eleições e acabou por ser morto, à má fé, na fronteira. Permaneceu na memória coletiva como o homem que se atreveu a desafiar abertamente o regime salazarista, e ficou-nos gravado no peito este imenso orgulho de sermos tripeiros.

Como chegar lá: a estação de metro São Bento está a 10min de distância.

Miradouro da Vitória

Locais históricos no Porto que muitos nem suspeitam
Locais históricos no Porto que muitos nem suspeitam – ©webook.pt

Nos dias de Verão existe diariamente uma autêntica procissão de visitantes que desce a lindíssima Rua de São Bento da Vitória em direção ao miradouro da Vitória. A falta de condições do local – a ameaça de pregos e pedaços de ferro é constante e já me magoei lá diversas vezes – é largamente compensada pela vista daquele que é um dos miradouros mais bonitos do Porto.

O que poucos sabem é que o terreno, que atualmente pertence à sociedade construtora Maranhão, já foi palco de muitas histórias. O miradouro, cujo nome oficial é Largo da Bataria da Vitória, foi mandado construir pelo empreendedor (e tão esquecido!) João de Almada nos finais do século XVIII.

Locais históricos no Porto que muitos nem suspeitam
Locais históricos no Porto que muitos nem suspeitam – ©porto24.pt

Anos depois seria um dos pontos fundamentais da defesa das tropas liberais, espartilhadas no Porto durante o longo e duríssimo cerco de 1832 – 33. Era precisamente aqui que estavam localizados os canhões das tropas de D. Pedro IV (primeiro imperador do Brasil), apontadas ao coração do seu irmão D. Miguel.

A Maranhão assegura que, se o edifício a que pertence o terreno ficar nas suas mãos, o acesso ao mesmo continuará a ser gratuito. Mas quem sabe até quanto tempo estará aquela vista divina ao alcance de todos, e não apenas aos turistas endinheirados que frequentarão o hotel que lá se adivinha?…

Como chegar lá: a estação de metro São Bento está a 10min de distância.

(cont.)

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.