Início Histórias Os Escândalos do Mosteiro de Odivelas

Os Escândalos do Mosteiro de Odivelas

Os principais escândalos do Mosteiro de Odivelas, nos quais intervieram freiras, madres, abadessas, reis, nobres e outros personagens são aqui referidos.

7759
COMPARTILHE
Os Escândalos do Mosteiro de Odivelas

Os Escândalos do Mosteiro de Odivelas

Por este mosteiro, passaram ao longo dos séculos, ilustres personalidades sobre as quais se escreveram inúmeras histórias, envoltas em mistérios, lendas e curiosidades.

O Mosteiro de Odivelas

O Mosteiro de São Dinis e São Bernardo, vulgarmente designado de Mosteiro de Odivelas, foi fundado pelo Rei D. Dinis e a sua construção original, de estilo gótico, iniciada em 1295, foi projetada pelos mestres arquitetos Antão e Afonso Martins e Frei João Turriano (engenheiro-mor do reino).

É um monumento de arquitetura religiosa, que está classificado como de interesse nacional.

Ao longo dos tempos o Mosteiro foi sendo sucessivamente restaurado e alterado de acordo com os gostos de cada época começando assim, a partir do século XVI, a perder a sua original pureza de linhas.

No início do século XX, o Mosteiro acolhe o Instituto de Odivelas, sendo a igreja, a zona mais conservada, onde estão dois túmulos góticos, um deles do rei D. Dinis, com jacente e faciais decoradas com edículas trilobadas, nas quais se integram religiosos.

Túmulo de D. Dinis

Este túmulo é um dos expoentes máximos da arte tumular medieval portuguesa, apesar de bastante afetado pelo terramoto e pelas invasões napoleónicas.

Os Escândalos do Mosteiro

Os principais escândalos do Mosteiro de Odivelas, nos quais intervieram freiras, madres, abadessas, reis, nobres e outros personagens são aqui referidos.

(cont.)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here