Início Tradições Vinhos Tintos de Lisboa e do Alentejo a não perder

Vinhos Tintos de Lisboa e do Alentejo a não perder

Como sempre, gostamos de lhe trazer boas sugestões de vinhos para degustar no dia-a-dia. Hoje trazemos Vinhos Tintos de Lisboa e do Alentejo a não perder.

Vinhos Tintos de Lisboa
Vinhos Tintos de Lisboa e do Alentejo a não perder

Como sempre, gostamos de lhe trazer boas sugestões de vinhos para degustar no dia-a-dia. Hoje trazemos Vinhos Tintos de Lisboa e do Alentejo a não perder.

Como sempre, gostamos de lhe trazer boas sugestões de vinhos para degustar no dia-a-dia, como acompanhamento de um almoço ou jantar especial. Hoje, não é exceção e, neste caso, trazemos duas produções oriundas das regiões centro e sul de Portugal.

A Quinta do Monte d’Oiro fica em Lisboa, na zona oeste, e é já conhecida pelos seus vinhos elegantes, excelentes como acompanhamento dos mais diversos pratos. Embora sejam também de destacar os seus brancos e rosés, neste artigo vamos focar o seu tinto de 2016.

Rumando mais a sul, “estacionamos” no Alentejo, mais concretamente no concelho de Arraiolos e na Herdade de Coelheiros, de onde nos chega vinho bem fresco, como o Coelheiros Tinto 2016.

alentejo
Vinhos Tintos de Lisboa e do Alentejo a não perder

Quinta do Monte d’Oiro Regional Lisboa Tinto 2016

Feito com uvas da casta Syrah, este vinho possui um aroma elegante e suave a bagas silvestres e especiarias. Tem um final distinto, revelando a qualidade do conjunto.

Pode acompanhar patés de pato, javali ou pombo, pratos de bacalhau ou peixes bem condimentados, assim como combina com bife com pimenta, porco preto, vitela, cabrito assado, alheira e pratos de caça.

É, ainda, uma ótima companhia para queijos, enchidos e comida italiana (como pastas, pizzas, risottos,…).

Vinhos Tintos de Lisboa
Vinhos Tintos de Lisboa e do Alentejo a não perder

Coelheiros Regional Alentejano Tinto 2016

Com duas castas típicas do Alentejo – Aragonez e Alicante Bouschet – se faz um vinho vigoroso e suave, de cor rubi e aroma carismático, com apontamentos de frutos vermelhos, fumo e especiarias.

O paladar é denso e rico, com taninos finos e leve acidez. O final é longo e persistente.

Outras boas sugestões

Para além dos vinhos sugeridos e cuja produção merece um destaque particular, há outros néctares da região que merecem ser provados em ocasiões especiais, a saber:

Vinhos Tintos de Lisboa
Vinhos Tintos de Lisboa e do Alentejo a não perder

Quinta de SantAna Tinto 2016

Para quem aprecia os néctares da região de Lisboa, esta é outra boa opção, capaz de fazer sucesso em qualquer refeição familiar ou entre amigos. O vinho apresenta uma cor rubi brilhante.

O seu aroma remete para violetas e frutos vermelhas. Na boca, é encorpado e equilibrado, com taninos suaves. No final, é bem texturado.

Vinhos Tintos de Lisboa
Vinhos Tintos de Lisboa e do Alentejo a não perder

Dona Maria Tinto 2015

Este é outro vinho da região do Alentejo que não deixa ficar mal quem o leva para a mesa.

Capaz de acompanhar qualquer bom prato da gastronomia tradicional portuguesa, este é um tinto límpido, com um tom violeta vivo. O seu sabor combina frutos vermelhos e silvestres, sendo persistente, mas equilibrado. Tem uma boa longevidade e estrutura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.