Início Notícias Vinho tinto nacional ganha medalha de ouro em Paris

Vinho tinto nacional ganha medalha de ouro em Paris

A produção de vinhos em Portugal é de excelência, sendo reconhecida internacionalmente: vinho tinto nacional ganha medalha de ouro em Paris.

tinto nacional ganha medalha de ouro
Vinho tinto nacional ganha medalha de ouro em Paris

Vinho tinto nacional ganha medalha de ouro em Paris. Os elogios ao vinho português são mais que muitos. A qualidade do vinho é tanta que tem proporcionado um crescimento enorme, até na área do turismo (com hotéis especializados, quintas com visitas guiadas, rotas do vinho, entre muitas outras propostas turísticas ligadas ao vinho).

O vinho é importante para Portugal em termos de negócio, mas também no quotidiano dos portugueses. Quem não gosta de beber um bom copo de vinho à refeição? Somos todos diferentes, com interesses diversos, com formas particulares de apreciar os sabores e com preferências distintas.

tinto nacional ganha medalha de ouro
Vinho tinto nacional ganha medalha de ouro em Paris

Por muito que as nossas diferenças sejam evidentes, por muito que se tomem diferentes opções (escolhendo um vinho branco em detrimento de um rosé ou de um tinto; escolhendo um vinho do Douro em detrimento de um vinho do Dão), a verdade é que ninguém pode negar que Portugal é um produtor de vinho de excelência.

Prova disso é a frequência com que conquista medalhas e reconhecimento em concursos internacionais. É frequente a conquista de medalhas de ouro, por isso não se pode dizer que tenha sido uma surpresa ver uma marca portuguesa brilhar num concurso internacional.


Leia também: Vinhos Tintos Borges conquistam cinco medalhas de Ouro


tinto nacional ganha medalha de ouro
Vinho tinto nacional ganha medalha de ouro em Paris

Vinho tinto nacional ganha medalha de ouro em Paris

O concurso

O Concurso Vinalies Internationales decorreu em Paris, cidade que foi palco para diversos vinhos internacionais mostrarem toda a sua qualidade. O júri deste reputado concurso acaba por torna-se num selo de qualidade e de excelência. É, seguramente, um dos concursos mais participados do planeta, sendo organizado pela União dos Enólogos de França.

O Concurso Vinalies Internationales é um dos mais prestigiados do mundo! O Vinalies Internationales reúne, todos os anos, os melhores especialistas de diversas áreas do universo dos vinhos, executando provas cegas para identificar os melhores vinhos internacionais.

Ao longo de 5 dias, foram provados 3500 vinhos, aproximadamente. Um número fantástico que revela bem a competitividade dos vinhos presentes. Por isso, qualquer medalha conquistada seria uma certificação da qualidade do vinho. O mais alto galardão foi atribuído ao vinho DOP Douro, Terras do Grifo Reserva Tinto 2017, da Rozès.


Leia também: Os melhores Vinhos Verdes 2020. Agarre estas garrafas!


tinto nacional ganha medalha de ouro
Vinho tinto nacional ganha medalha de ouro em Paris

O vinho

Neste concurso internacional que decorreu em Paris, o Terras do Grifo Reserva Tinto 2017 conseguiu conquistar uma medalha de ouro, sendo um dos vinhos portugueses mais destacados. Essa distinção confirma a excelência do Terras do Grifo Reserva Tinto 2017, DOP Douro.

Este vinho de elevada qualidade é composto pelas castas Touriga Nacional, Touriga Franca e Sousão. Sofreu um estágio de 12 meses, em barricas novas e, posteriormente, passou um segundo ano em carvalho francês.

A sua qualidade foi certificada pela conquista desta medalha de ouro, mas o ideal é mesmo provar, enquanto está a almoçar ou a jantar um petisco. Este vinho harmoniza bem com cozinha elaborada de carne e bacalhau. É um vinho que se apresenta ao olhar num vermelho intenso.

No nariz, revela aromas fortes com com notas florais e a frutos vermelhos, compota e especiarias. Na boca, apresenta uma acidez perfeita, com taninos robustos, mas bem integrados, e um toque especial de cacau. Trata-se de um conjunto equilibrado que revela bastante frescura e elegância.

Pode conhecer a sua ficha técnica, aqui.

tinto nacional ganha medalha de ouro
Vinho tinto nacional ganha medalha de ouro em Paris

Douro

A medalha de ouro conquistada no Concurso Vinalies Internationales, pela Terras do Grifo Reserva Tinto 2017, permitiu à produtora Rozès trazer mais uma conquista para a Denominação de Origem Douro.


Leia também: Vinhos do Dão arrasam e conquistam 18 medalhas de ouro


tinto nacional ganha medalha de ouro
Vinho tinto nacional ganha medalha de ouro em Paris

Rozès

A Casa ROZÈS foi fundada por Ostende ROZÈS, em 1855, um negociante de vinhos finos em Bordéus. Inicialmente, os vinhos eram importados e comercializados nesta região. Posteriormente,

a reputação dos Vinhos do Porto da Casa impôs-se e afirmou-se rapidamente pela sua inegável qualidade.

Edmond ROZÈS, filho de Ostende ROZÈS, contribuiu com o seu trabalho para o desenvolvimento da sociedade, tendo sido responsável pela criação da marca ‘Porto ROZÈS’. Visionário, usou uma garrafa à ‘antiga Portuguesa’ que permitiu que a marca e o vinho do Porto fossem simultaneamente identificados.

A ROZÈS instalou-se em Vila Nova de Gaia, de onde exportava os seus vinhos para o mundo inteiro. Desde então, que tem contribuído para reforçar o renome da marca, demonstrando a sua enorme qualidade.

Saiba mais sobre a Casa Rozès, aqui.

Participação portuguesa

Neste concurso tão reputado, Portugal conquistou 22 medalhas de ouro.

1 COMENTÁRIO

  1. Dois vinhos da Serra receberam medalha de ouro no concurso Sakura Awards 2020, no Japão, importante competição de vinhos da Ásia. A Vinícola Mioranza, de Flores da Cunha, dos Altos Montes da Serra Gaúcha, conquistou a primeira colocação na categoria Sweet Wine com o vinho fino Catania Tinto Suave.

    Já a Salton, de Bento Gonçalves, garantiu o ouro com o tinto Salton Intenso Marselan 2016 na categoria Still Red.

    Todo mundo queria era ler isso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.