Início Saúde Vinho tinto ajuda a reduzir inflamações. Descubra porquê

Vinho tinto ajuda a reduzir inflamações. Descubra porquê

Artigo publicado numa revista científica revela conclusões de um estudo norte americano: vinho tinto ajuda a reduzir inflamações.

Vinho tinto ajuda a reduzir inflamações
Vinho tinto ajuda a reduzir inflamações. Descubra porquê

Artigo publicado numa revista científica revela conclusões de um estudo norte americano: vinho tinto ajuda a reduzir inflamações.

O vinho tinto tem vindo a ser associado a diversos benefícios. Já foram realizados vários estudos que comprovam diversos benefícios desta bebida alcoólica tão estimada pelos portugueses.

As características do vinho tinto ajudam a contribuir para diversos benefícios para a saúde e, num estudo norte americano publicado numa determinada revista científica, foi defendido que o vinho tinto contém mesmo um componente que ajuda a reduzir a inflamação. Saiba mais.


Leia também: Vinho Tinto contribui para transformar gordura «má» em «boa»


Vinho tinto ajuda a reduzir inflamações. Descubra porquê

Vinho tinto ajuda a reduzir inflamações
Vinho tinto ajuda a reduzir inflamações. Descubra porquê

A fonte

De acordo com um estudo publicado na revista “Scientific Reports”, o vinho tinto contém um componente benéfico para a saúde.

O estudo partiu de investigadores da Universidade do Estado da Geórgia, nos EUA, que chegaram à conclusão que este componente presente no vinho tinto pode revelar-se bastante útil, pois permite ajudar a controlar a inflamação induzida por uma bactéria patogénica.

Essa bactéria está diretamente relacionada com doenças inflamatórias do trato respiratório superior, nomeadamente a asma, mas também doença pulmonar obstrutiva crónica e a otite média.

Vinho tinto ajuda a reduzir inflamações
Vinho tinto ajuda a reduzir inflamações. Descubra porquê

O componente

Os investigadores apresentaram os resultados do seu estudo e revelaram que o resveratrol permite aliviar a inflamação nas vias aéreas. Este mesmo composto, que já foi alvo de outros estudos e revelou outros benefícios, permite beneficiar a saúde de diversas formas, podendo até vir a ser usado no desenvolvimento de agentes anti-inflamatórios novos e eficazes.

O resveratrol

A questão que fica é naturalmente: o que é o resveratrol? Este é um componente químico que está presente nas uvas, mais especificamente na pele e nas sementes deste fruto. Por isso, também pode ser encontrado no vinho tinto, além de outros alimentos como cacau em pó, chocolate amargo, mirtilos, groselhas, amoras, morangos, nozes, avelãs, amendoins e amêndoas.

Este componente está na origem de diversos efeitos protetores que se revelam extremamente preciosos para a saúde. O resveratrol integra um grupo de compostos chamados polifenóis, antioxidantes naturais que contêm propriedades anti-inflamatórias. São, por isso, protetores do nosso organismo e agentes terapêuticos que se revelam aliados no combate a determinadas doenças.

Vinho tinto ajuda a reduzir inflamações
Vinho tinto ajuda a reduzir inflamações. Descubra porquê

A investigação

Jian-Dong Li foi o cientista que liderou a equipa de investigadores que verificou que o resveratrol mostrava elevada eficácia contra a inflamação causada pela Haemophilus influenzae.

A inflamação é necessária e benéfica, pois revela a capacidade de defesa do organismo contra a infeção bacteriana. No entanto, se a inflamação for descontrolada, então pode originar o desenvolvimento de doenças inflamatórias.

Vinho tinto ajuda a reduzir inflamações
Vinho tinto ajuda a reduzir inflamações. Descubra porquê

Doenças inflamatórias

As doenças inflamatórias são caracterizadas pela inflamação crónica que é agravada por agentes patogénicos respiratórios, nomeadamente a Haemophilus influenzae.

A asma e a doença pulmonar obstrutiva crónica são meros exemplos de doenças inflamatórias do trato respiratório superior. Estas são comuns e estima-se que em todo o mundo haja 500 milhões de pessoas afetadas por elas.

Tratamento

Para o tratamento de infeções decorrentes deste agente patogénico (Haemophilus influenzae), recorre-se frequentemente a antibióticos. No entanto, atualmente, é importante desenvolver terapias alternativas, pois o número de estirpes de bactérias resistentes a estes fármacos tem crescido substancialmente, o que leva a que a taxa de sucesso no tratamento seja agora mais reduzida. As alternativas são, por isso, uma necessidade.

Vinho tinto ajuda a reduzir inflamações
Vinho tinto ajuda a reduzir inflamações. Descubra porquê

O estudo

Jian-Dong Li e a sua equipa de investigadores realizaram testes em ratinhos e constataram que o resveratrol diminuia a expressão de mediadores pró-inflamatórios nas células epiteliais das vias aéreas e nos pulmões dos animais, por via do aumento de uma molécula (MyD88) que funciona como regulador negativo das vias de sinalização inflamatória.

Conclusão

A conclusão a que a equipa de investigadores chegou é que há no resveratrol um elevado potencial terapêutico, pois foi verificado que o resveratrol tinha efeitos anti-inflamatórios, após a infeção pelo Haemophilus influenzae.


Leia também: Descubra o que acontece se beber vinho tinto todas as noites


Assim, Jian-Dong Li concluiu que esta descoberta pode levar ao desenvolvimento de novas estratégias que tenham por alvo ou que aumentem a produção do MyD88.

Por isso defendeu: “Podemos utilizar o resveratrol para suprimir a inflamação ou desenvolver derivados do resveratrol que podem funcionar como agentes farmacológicos para suprimir a inflamação, utilizando a mesma estratégia.”

Vinho tinto ajuda a reduzir inflamações
Vinho tinto ajuda a reduzir inflamações. Descubra porquê

Outros estudos

Existem diversos estudos que revelam que a substância resveratrol origina diversos benefícios, sendo capaz de travar a perda de densidade óssea em ratos de laboratório e sendo ainda útil no controlo do peso e do colesterol, contribuindo para melhorar a saúde do coração, para combater a ação dos radicais livres e para prevenir a doença de Alzheimer.

Moderação

Existem diversos benefícios decorrentes de um consumo moderado e responsável de vinho tinto. Não se deve exagerar, pois um consumo excessivo de vinho tinto acarreta consequências graves em vez de benefícios, pois cancela as propriedades medicinais e prejudica a saúde.

Só quando a bebida alcoólica é consumida com moderação, sendo recomendável o consumo de um mero copo por dia, é que é possível obter os benefícios associados ao vinho tinto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.