Início Lugares Destinos Uma das mais belas aldeias do mundo é portuguesa

Uma das mais belas aldeias do mundo é portuguesa

As casas e ruas em pedra guardam histórias e segredos por descobrir. No concelho do Sabugal, Sortelha é uma das mais belas aldeias do mundo.

1489
Uma das mais belas aldeias do mundo é portuguesa
Uma das mais belas aldeias do mundo é portuguesa

Uma das mais belas aldeias do mundo é portuguesa

As casas e ruas em pedra guardam histórias e segredos por descobrir. No concelho do Sabugal, Sortelha é uma das mais belas aldeias do mundo.

A aldeia histórica de Sortelha, situada no concelho do Sabugal, foi recentemente considerada uma das mais belas aldeias do mundo.

Situada no alto de um monte elevado, a mais de 760 metros de altitude, numa região muito acidentada, de cariz granítico, Sortelha é uma povoação ornada com penedos e barrocos, onde as casas encostam e assentam.

Sortelha
Uma das mais belas aldeias do mundo é portuguesa

Esta disposição das casas, expostas ao sol, explica o cognome de “lagartixos” dado aos seus habitantes.

É uma aldeia em granito, com ruas e vielas tipicamente medievais, fechadas por um círculo de muralhas, vigiado por um sobranceiro castelo do século XIII.

Sortelha
Uma das mais belas aldeias do mundo é portuguesa

Sortelha continua a ser certamente uma das mais belas e antigas povoações do nosso País, cujo traçado pouco se alterou nos últimos 500 anos.

À época da Reconquista cristã da península Ibérica, Pena Sortelha, como então era chamada, constituiu-se em defesa da região fronteiriça, disputada entre Portugal e Castela.

Sortelha
Uma das mais belas aldeias do mundo é portuguesa

A partir de 1187, D. Sancho I (1185-1211) tomou medidas para repovoar o lugar, e foi o seu neto homónimo, D. Sancho II que concedeu foral à vila (1228), época provável da edificação do castelo.

Sortelha
Uma das mais belas aldeias do mundo é portuguesa

A cerca da vila seria beneficiada por D. Dinis no século XIII que, a partir da assinatura do Tratado de Alcanises (1297), fixou as fronteiras para além das terras de Riba-Côa.

No século seguinte, foi erguida uma nova cerca por iniciativa de D. Fernando. No século XV sabe-se que o alcaide do castelo era Manuel Sardinha, sucedendo-lhe Pêro Zuzarte.

Sortelha
Uma das mais belas aldeias do mundo é portuguesa

Em 1510, D. Manuel I (1495-1521) renovou o foral da Vila, mencionando que os seus habitantes não estavam obrigados a dar hospedaria aos grandes e pequenos do reino, se essa fosse a vontade do povo de Sortelha.

Esse soberano também iniciou uma campanha de obras no castelo, dentre as quais subsiste a emblemática manuelina sobre a porta.
_

_
Em 1522 Garcia Zuzarte tornou-se alcaide-mor. Nesse século ainda, o nobre D. Luís da Silveira, guarda-mor de D. Manuel I e de D. João III (1521-1557), adquiriu o castelo, tornando-se seu alcaide, conferindo-lhe D. João III o título de Conde de Sortelha.

Sortelha
Uma das mais belas aldeias do mundo é portuguesa

Texto de Júlio Gil, retirado do livro “As Mais Belas Vilas e Aldeias de Portugal” – Editorial Verbo

“Ao redor a pedra granítica domina a paisagem, dando pouco lugar a limitadas manchas de centeio e pequenos soutos apertados por barrocos. Lá para baixo os, os verdes do vale estreito.

Sortelha
Uma das mais belas aldeias do mundo é portuguesa

Sobre uma escarpa vertical, dominador, romântico, o castelo. Aqui não há grandes casas – mesmo as brasonadas são de dimensão modesta e tocante simplicidade, perfeitamente integradas num conjunto de excecional valor decorativo devido ao indiscutível valor desta gente.

Sortelha
Uma das mais belas aldeias do mundo é portuguesa

Em cada momento se encontram motivos de graça e espírito –  uma porta, uma pequena escada, um brasão, um altar, o Pelourinho…Da praça entramos diretamente no castelo, numa sequência de identidades que não permite entender-se quem inspirou a quem, tal a harmónica integração de formas.

Sortelha
Uma das mais belas aldeias do mundo é portuguesa

À beira do Pelourinho – com um arco no capitel, relacionado talvez com o topónimo Sortelha, que significaria “anel”-ergue-se um sino sobre o beirado da Junta de Freguesia, velha casa da Câmara, deliciosa e sóbria arquitectura de reduzidas dimensões, parapeito lajeado na varanda de entrada, lojas semienterradas, miúdas vidraças nas janelas de guilhotina.

Sortelha
Uma das mais belas aldeias do mundo é portuguesa

Domina o encantador largo para o qual também se volta outra antiga fachada de idêntico carácter. A austeridade arquitectural da igreja matriz contrasta com o seu precioso tecto múdejar e mais com o decorativismo barroco do altar-mor.

Se tudo na povoação é espantosamente sóbrio e severo, acrescentando ainda por mais sobriedade e severidades neste cerco de fragas mulltiformes – onde nem faltam perfis que estimulam a identificações, caprichos graníticos -, tudo é também paradoxalmente terno, acolhedor, lírico”.

Texto de José Saramago – Viagem a Portugal

Editorial Caminho, 1981 “De Belmonte (*) vai o viajante a Sortelha por estradas que não são boas e paisagens que são de admirar. Entrar em Sortelha é entrar na Idade Média, e quando isto o viajante declara não é naquele sentido que o faria dizer o mesmo entrando, por exemplo, na Igreja de Belmonte (*), donde vem.

Sortelha
Uma das mais belas aldeias do mundo é portuguesa

O que dá carácter medieval a este aglomerado é a enormidade das muralhas que o rodeiam. A espessura delas, e também a dureza da calçada, as ruas íngremes, e, empoleirada sobre pedras gigantescas, a cidadela, último refúgio de sitiados, derradeira e talvez inútil esperança. Se alguém venceu as ciclópicas muralhas de fora, não há-de ter sido rendido por este castelinho que parece de brincar”.

(*) Refere-se à Igreja de Santiago, panteão dos Cabrais 

Texto de Alexandre Herculano – Apontamento de Viagem, 28 de Agosto de 1853

Círculo de Leitores. “Visita à vila contida dentro da cerca. Calçada que sobe por entre ela do arrabalde: à direita rochedos enormes sobrepostos uns aos outros; à esquerda despenhadeiros para um valeiro profundíssimo, entra-se a porta da cerca: à esquerda fica o castelo edificado sobre picos de rocha: é um pequeno recinto de forma oblonga: a vila fica em anfiteatro para a direita numa altura superior ao castelo: o muro que a cerca é torreado e vem prender com o do castelo: o agregado de penedias sobrepostas umas à outras em que este assenta é semelhante a um pão de açúcar: tem penedos de mais de três braças de alto.

Sortelha
Uma das mais belas aldeias do mundo é portuguesa

Sobre a porta um balcão com um buraco para lançar matérias inflamáveis, etc. Ficamos no arrabalde: à noite tomo notas. Na ombreira de uma das portas da cerca a medida de vara e côvado”.
_

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.