Início Histórias Turismo de terror: os lugares mais assustadores do mundo

Turismo de terror: os lugares mais assustadores do mundo

Conheça os lugares mais assustadores! Se gosta de testar os limites e não tem medo de histórias paranormais, visite estes locais que dizem assombrados.

Turismo de terror: os lugares mais assustadores do mundo
Turismo de terror: os lugares mais assustadores do mundo

Turismo de terror: os lugares mais assustadores do mundo

Se gosta de testar os limites e não tem medo de histórias paranormais, visite estes locais que se dizem estar assombrados.

Cada local, uma história. Algumas felizes, outras sofridas, umas mediáticas, outras arrepiantes.

São vários os locais repletos de histórias passadas e de fenómenos inexplicáveis. Alguns ficaram marcados por tragédias e outros por simples lendas que passam de geração em geração e sempre a ganhar cada vez mais horror à mistura. Falamos, claro, de locais que dizem estar assombrados, locais esses que captam as atenções dos mais aventureiros e que fazem fugir a sete pés os mais amedrontados.

Se não tem medo e gosta de visitar espaços bem assustadores, nas próximas imagens vai encontrar alguns dos locais do planeta mais aterradores.

Campo de concentração de Auschwitz (Polónia)

Campo de concentração de Auschwitz (Polónia)

Este assustador local serviu no passado como palco de execução de aproximadamente 1,1 milhão de judeus. No interior dos quartos ainda é possível ver restos mortais como: sapatos, óculos e até mesmo cabelos das vítimas. O local não é para diversão ou entretenimento, mas sim para quem quer conhecer sobre a história que marcou a humanidade.

Alcatraz (Estados Unidos)

Alcatraz (Estados Unidos)

Esta prisão ficou aberta entre 1934 e 1963 e durante esses anos era vista como o sistema prisional mais forte e seguro da América. O local está situado numa ilha, a alguns quilómetros da costa do Estado de São Francisco (EUA).

Hotel Banff Springs (Canadá)

Hotel Banff Springs (Canadá)

Este bonito e impetuoso hotel tem a fama de ser um dos locais mais assombrados do mundo. Existem rumores que no interior pairam fantasmas de uma famílias que foi lá assassinada.

Fukushima (Japão)

Fukushima (Japão)

O lugar de um dos acidentes nucleares mais devastadores do mundo tornou-se numa atração turística. Embora nenhuma morte por exposição à radiação tenha sido relatada, cerca de 300 mil pessoas foram evacuadas da área, após o derretimento de três reatores nucleares da usina.

Castelo de Edinburgo (Escócia)

Castelo de Edinburgo (Escócia)

O local foi palco de acontecimentos horripilantes como assassinatos e condenações à fogueira. O castelo tem agora a fama de estar repleto de figuras sombrias e de ocorrência de acontecimentos paranormais.

London Dungeon (Inglaterra)

London Dungeon (Inglaterra)

Este museu histórico é uma atração que leva os visitantes a uma viagem através de mil anos pelas partes mais sangrentas da história de Londres. Lá é possível ver atores fantasiados e assistir a histórias macabras do passado.

Glaciar Taylor (Antártica)

Glaciar Taylor (Antártica)

Também conhecido como as ‘cataratas de sangue’, há milhões de anos foi encontrado por baixo de um lago congelado, água concentrada de cor avermelhada, repleta de micróbios, um mistério que ainda hoje não foi desvendado.

Choeung Ek (Camboja)

Choeung Ek (Camboja)

O regime de Khmer Rouge no Camboja matou mais de 1 milhão de pessoas em Choeung Ek. Hoje, o lugar é um memorial e um museu que serve de homenagem a esta a esta tragédia. Lá é possível ver corpos, ossos e vestígios bastante assustadores da catástrofe do passado.

Ilha das bonecas (México)

Ilha das bonecas (México)

Uma menina morreu afogada, ao tentar capturar sua boneca. Um homem pôs bonecas na floresta como homenagem e morreu no mesmo local. Ainda é possível ver bonecas nas árvores e existem rumores que se ouvem gritos no local. A floresta situada em Xochimilco é muito assustadora e macabra.

Oradour-sur-Glane (França)

Oradour-sur-Glane (França)

No passado, os nazis acreditavam que um dos seus oficiais estava em cativeiro nesse município francês, então resolveram assassinar a população inteira nas ruas. A cidade foi reconstruída como um memorial a esta tragédia.

Castelo de Bran (Roménia)

Castelo de Bran (Roménia)

Este castelo romeno foi o lar de Vlad Drácula e também a inspiração para a personagem do vampiro criado por Bram Stoker. O verdadeiro Drácula pode não ter sido um ser sobrenatural, mas tinha uma estranha obsessão por esfaquear pessoas. Hoje em dia é um museu, mas nem todas as pessoas se arriscam a entrar lá.

Castelo Leap (Irlanda)

Castelo Leap (Irlanda)

As atrações deste ponto turístico incluem uma masmorra secreta cheia de espinhos que no passado foi usada para executar prisioneiros e também uma capela denominada “capela sangrenta” por causa de toda a violência que ocorreu por lá.

Floresta Aokigahara (Japão)

Floresta Aokigahara (Japão)

Também conhecida por floresta da morte ou dos suicídios, é o segundo local do mundo onde ocorrem mais suicídios. Em 2010, registou um total de 247. O mais assustador é que é comum encontrar corpos espalhados no meio do local.

Pântano de Manchac (Estados Unidos)

Pântano de Manchac (Estados Unidos)

Dizem que uma bruxa lançou um vudu por lá. São comuns os relatos sobre zombis que vagueavam pelo pântano. É um local visto como assombrado e são raras as pessoas que se aventuram a passear por lá.

Universidade de Ohio (Estados Unidos)

Universidade de Ohio (Estados Unidos)

Uma menina conhecida como bruxa chamada Wilson Hall suicidou-se neste local após escrever coisas satânicas no seu quarto e com o seu próprio sangue. Muitas pessoas acreditam que o local está assombrado desde esse acontecimento.

Ossuário de Sedlec (República Checa)

Ossuário de Sedlec (República Checa)

Localizada no subúrbio checo de Kutná Hora, esta igreja é feita de ossos humanos. O local causa uma sensação horripilante e, no mínimo, macabra.

Cemitério de Somme (França)

Cemitério de Somme (França)

A batalha em Somme ocorreu em 1916 e foi a maior da Primeira Guerra Mundial. Mais de 1 milhão de homens foram mortos ou feridos. Para além do cemitério, existe um campo de batalha que diz-se estar assombrado pelos espíritos passados.

Pripyat (Ucrânia)

Pripyat (Ucrânia)

Esta é considerada a cidade-fantasma mais famosa do mundo. Todos os 45 mil moradores foram obrigados a deixar suas casas e 31 pessoas morreram após o desastre de Chernobil em 1986.

Pripyat (Ucrânia)

Pripyat (Ucrânia)

O desastre foi um acidente nuclear catastrófico que ocorreu na central elétrica da Usina Nuclear de Chernobil, lançando grandes quantidades de partículas radioativas na atmosfera. O local é bastante assustador e são poucos os aventureiros que se deslocam para o visitar.

Belchite (Espanha)

Belchite (Espanha)

Após a Guerra Civil Espanhola, esta cidade foi dizimada e um novo município foi construído usando as mesmas ruas. As antigas ruínas fascinam os turistas, mas ainda assim, parece um local assustador, devido à sua história passada.

Caverna Gomatong (Malásia)

Caverna Gomatong (Malásia)

Uma caverna cheia de escuridão e horripilante. Milhões de baratas fervilham no chão e qualquer animal ou humano que caia no meio é devorado, restando apenas os ossos. Não são muitos os que se atrevem a visitar o local.

Praça Berkeley (Inglaterra)

Praça Berkeley (Inglaterra)

Em Londres pode encontrar a Praça Berkeley. Esta área residencial tem rumores que indicam que foram vistos fantasmas, o mais comum – uma menina a chorar no último andar, o qual está trancado.

Navio Queen Mary (Estados Unidos)

Navio Queen Mary (Estados Unidos)

O Queen Mary é um antigo navio da Segunda Guerra, que foi adquirido pela cidade de Long Beach em 1967 e transformado em um hotel, e se tornou uma atração turística popular. Existem rumores que vagueiam fantasmas e espíritos paranormais no seu interior.

Casa Whaley (Estados Unidos)

Casa Whaley (Estados Unidos)

Mesmo os mais céticos do governo não puderam refutar as provas de que esta casa no bairro de San Diego abriga espíritos. Na década de 1960, o Departamento Americano de Comércio classificou a Casa Whaley como um local assombrado.

Casa Branca (Estados Unidos)

Casa Branca (Estados Unidos)

A residência dos Presidentes norte-americanos, também é supostamente uma dos locais assombrados. Segundo a tradição, alguns dos seus habitantes permaneceram na casa por causa da sede de poder adquirida durante o tempo que ali permaneceram. Um deles, é o espírito de Abraham Lincoln que, segundo a lenda, ainda ocupa o quarto do ex-presidente.

Mansão Winchester (Estados Unidos)

Mansão Winchester (Estados Unidos)

A propriedade de 160 quartos pode ser encontrada no estado norte-americano da Califórnia. Escadas que não levam a lugar algum e portas que abrem para paredes são alguns dos relatos. Espíritos e fantasmas parece que habitam o local, segundo os rumores.

Estrada de Yungas (Bolívia)

Estrada de Yungas (Bolívia)

A estrada passa pela floresta da Amazónia, a mais de 15 mil pés de altura. É uma das estradas mais perigosas do mundo e já morreram lá muitas pessoas. Ainda assim, existem alguns que se aventuram na mesma a circular nesta via.

Castelo Dragsholm (Dinamarca)

Castelo Dragsholm (Dinamarca)

Com o objetivo inicial de servir como uma fortaleza para abrigar os nobres dinamarqueses mais importantes, acabou por se tornar numa grande masmorra para os presos da época. Atualmente abriga um hotel que pode ser visitado anualmente, mas várias pessoas alegam estar amaldiçoado e repleto de espíritos passados.

Castelo de Charleville (Irlanda)

Castelo de Charleville (Irlanda)

O antigo conde de Charville, ordenou a construção deste monumento em 1798. Neste local, a filha do conde – a menina Harriet de 8 anos, morreu após cair e desequilibrar-se nas escadas do castelo. Visitantes frequentemente alegam ouvir risos e gritos no local.

_

A sua opinião importa, gostou deste artigo ?

Clique nas Estrelas para classificar

Classificação média / 5. Numero de classificações:

Seja o primeiro a classificar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.