Início Cultura Teste de Língua Portuguesa 320

Teste de Língua Portuguesa 320

Conheça a efeméride do dia 8 de abril, quando a Vénus de Milo foi descoberta na ilha de Milos. Em seguida, arrisque no teste de língua portuguesa 320.

Teste de Língua Portuguesa 320
Teste de Língua Portuguesa 320

Conheça a efeméride do dia 8 de abril, quando a Vénus de Milo foi descoberta na ilha de Milos. Em seguida, arrisque no teste de língua portuguesa 320.

Esta descoberta foi encontrada na ilha de Milos, na Grécia e, desde então, que a Vénus de Milo permanece um encanto e, simultaneamente, um mistério. Como seria a peça no original? É que esta escultura emblemática foi encontrada já sem braços. Nada se sabe de como seria. O que será que a deusa segurava nas mãos?

Vénus de Milo

Haverá sempre muitas questões que ficarão por responder. Afrodite é o nome desta peça, que é mais conhecida como Vénus de Milo. Esta estátua graciosa da deusa Afrodite muito tem intrigado e fascinado, desde a sua descoberta. Historiadores e amantes de arte em geral ficam sempre maravilhados com a beleza desta obra de arte.

Beleza

Este objeto de rara beleza conquista e seduz pela atenção ao detalhe, pela criatividade do escultor. Está meio despida e está representada justamente num momento em que um tecido escorrega pelo seu corpo abaixo, expondo o tronco.

Características

Afrodite, deusa da beleza e do amor, é uma peça extraordinária. O Cânone de Policleto, que foi um escultor do século V. a.C., indicava que as cabeças das estátuas representavam 1/7 da altura do corpo.

Contrariamente ao escultor do período Clássico (mais especificamente do século VI a.C. ao século IV a.C.), Vénus de Milo tem como proporções 1/8 da Vénus de Milo. Esta estátua é feita em mármore e mede 2.02 metros. Representa Afrodite (deusa do amor na mitologia grega) e Vénus (deusa do amor na mitologia romana). Não se sabe quem foi o talentoso escultor desta peça, mas estima-se que tenha sido realizada por volta de 100 a.C.

História

Ela foi encontrada por acaso em 1820, por um agricultor que procurava pedras, na ilha de Milo, Grécia (antiga Melos). Esta ilha está localizada a norte do mar Egeu, no arquipélago das Cíclades.

Charles François de Riffardeau, marquês de Rivière (1763-1828), foi embaixador francês no Império Otomano. Ele comprou esta peça legalmente e, em 1821, ofereceu-a como presente ao rei de França, Luís XVIII (1814/1815-1824). Este doou a peça ao Museu do Louvre.

Museu do Louvre

Esta peça tornou-se um autêntico sucesso no Museu do Louvre. Foi durante largas décadas a maior atração do museu. Em 1911, após a chegada do famosíssimo quadro de Mona Lisa, do extraordinário artista Leonardo da Vinci (1452-1519), a Vénus de Milo perdeu o lugar mais alto do pódio, mas continua a ser uma peça muito estimada pelos visitantes do museu.

A Mona Lisa, além da sua beleza, ainda tem associada uma história fascinante que lhe acrescentou mais valor. Esta foi uma peça roubada por Vincenzo Peruggia (1881-1925).

Saiba mais sobre a Vénus de Milo, aqui.

QUIZ

O domínio da língua portuguesa é essencial para ter sucesso em qualquer carreira. Ainda assim, muitos profissionais portugueses têm dúvidas na hora de se expressarem na própria língua — sobretudo por escrito.

Você é excepção a essa regra? Aqui poderá testar os seus conhecimentos, basta aceitar os nossos próximos desafios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.