Início Cultura «Slash solou» é erro de português? E «míster», no futebol?

«Slash solou» é erro de português? E «míster», no futebol?

«Axl cantou, Slash solou e os Guns N’Roses voltaram a sério». Será que «Slash solou» é erro de português? E «míster», no futebol?

3527
«Slash solou» é erro de português? E «míster», no futebol?
«Slash solou» é erro de português? E «míster», no futebol?

«Slash solou» é erro de português? E «míster», no futebol?

«Axl cantou, Slash solou e os Guns N’Roses voltaram a sério». Será que «Slash solou» é erro de português? E «míster», no futebol?

Marco Neves
Marco Neves

Confesso já aqui: não estou habituado a ler o verbo «solar» com o significado de «fazer um solo». Mas a verdade é que, lendo este título do Público, percebo o que tal palavra significa: «Axl cantou, Slash solou, os Guns N’Roses voltaram a sério».

Pois, claro, um leitor mais alarmado com as malucas das palavras que saltam categorias foi-se queixar para o Facebook (onde haveria de ser?): não, não! A palavra não existe! Só podemos dizer «executar um solo»! Porquê? Porque é uma palavra brasileira, porque não se usa no Conservatório de Lisboa, porque isto e porque aquilo.

Ora, não sei se é palavra brasileira. Como informaram alguns comentadores em resposta à tal queixa publicada no Observatório da Asneira, a palavra já se usa há muito tempo na imprensa musical — e, enfim, segue as regras do português no que toca à sua formação.

Teresa Coutinho, com infinita paciência, chegou a colar uma fotografia do Dicionário Morais com a palavra lá escarrapachada. Sim, é usada (também) no Brasil — o que não é de espantar.

Talvez tenha sido inventada no Brasil e em Portugal de forma independente. Afinal, na nossa língua, se temos um substantivo e queremos transformá-lo em verbo, o que fazemos é integrá-lo na primeira conjugação. «Solo» > «solar». «Telefone» > «telefonar», etc.

Se, por outro lado, os portugueses se lembraram desta palavra por a ouvirem da boca dum brasileiro há umas quantas décadas — enfim, não vem mal ao mundo.

Tanto quanto sei, até pode ter sido ao contrário. (Diga-se que isto não permite tudo: há muitos verbos que seriam possíveis, mas que não se usam.

Ninguém diz «microfonar» para «falar ao microfone». Porquê? Mistérios insondáveis da língua — ou melhor, resultado inevitável da imprevisibilidade dos sistemas complexos.)

Portanto, muitos usam «solar» como verbo em contexto musical. Depois, temos o jornalista do Público que o faz num artigo que parece isento de erros graves.

Logo, devíamos dar o benefício da dúvida: se eu não conheço a palavra, se calhar é porque eu não conheço a palavra — afinal, quando nascemos, não conhecemos nenhuma palavra. Como se diz por aí, estamos sempre a aprender. Só não aprende quem acha que uma palavra desconhecida é sempre erro…

Mas nada disto convenceu o queixoso. Afinal, se já temos «executar um solo», não podemos aceitar esse verbo estranho: «solar». Até porque, como acrescentou outro alarmista, o verbo solar já quer dizer «pôr solas em sapatos». Logo, o jornalista devia ter evitado a palavra para não criar confusões.

Exacto, há mesmo pessoas que, perante a notícia acima, ficam com medo que alguém acredite que Slash foi arranjar sapatos para cima do palco.

(cont.)

6 COMENTÁRIOS

    • Acredito que aqui no Brasil o equivalente a esse “míster” seja o uso da palavra professor ao invés de se dirigir ao técnico como técnico.
      Aprendi muito com o técnico no treino de ontem;
      Aprendi muito com o professor no treino de ontem;
      Aprendi muito com o míster no treino de ontem.

      Só me pergunto se é assim que o míster é usado em Portugal.

  1. Aqui no Brasil, usa-se o verbo solar, também, com o sentido de “não assar uniformemente”, referindo-se a um bolo, quando este fica duro, mal assado.

  2. Quanto aos questionamentos sobre o “solar”, fico imaginando a cara de indignação do queixoso se pegar um livro de Guimarães Rosa pra ler 😀

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.