Início Viagem Os políticos portugueses comem onde?

Os políticos portugueses comem onde?

Eis algumas das moradas – restaurantes, bares e cafés – onde os rostos da política se encontram, relativamente longe dos holofotes.

05 – Pabe

Pabe – (Fotografia: Orlando Almeida/GI)

José Costa é o homem que está à frente dos destinos do Pabe, que deve muita da sua projeção ao atual Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa. «Ele contribuiu muito para o êxito desta casa. Muitas das entrevistas do Expresso foram feitas aqui», recorda, sublinhando que o Pabe é, ainda hoje, «o local ideal para fazer grandes negócios». Francisco Pinto Balsemão, chairman da Impresa, é um dos que almoçam neste local regularmente. Miolo de santola, ovas de robalo, prego do lombo em pão de Mafra e crepes recheados com lagosta estão entre os petiscos mais suculentos.

Rua Duque de Palmela, 27-A (Marquês), Lisboa
Tel.: 213537484
Preço médio: 40 euros

04 – À Parte

À Parte

Se o assunto é sério, então o melhor é reservar- -se, com tempo, a sala VIP. «Tem uma mesa oval de oito pessoas», conta Henrique Pinheiro, o responsável deste espaço que já serviu refeições a opositores à mesma hora. A casa aposta em comida mediterrânica, mas o ícone é o lavagante escalado com risotto al mare.

Av. Defensores de Chaves, 14C (Saldanha), Lisboa
Tel.: 213543068

03 – O Mercado

O Mercado

As salas mais ou menos reservadas de que esta casa dispõe são um convite a políticos, empresários e demais personalidades influentes em Portugal. José Teixeira, o homem que há 25 anos dirige o restaurante, crê que a privacidade é um dos fatores que, desde a abertura, atraíram quem manda no país a sentar-se a estas mesas. «A qualidade sempre foi o nosso objetivo, mas o facto de termos salas reservadas aumenta a procura», conta. António Costa, perde-se por «peixinho frito com arroz de lingueirão». Tudo numa morada que sempre recebeu, conta o anfitrião, gente «dos vários quadrantes políticos, mas que ultimamente tem tido mais figuras do Partido Socialista».

Rua Leão de Oliveira, 19 (Alcântara), Lisboa
Tel.: 213649113
Preço médio: 25 euros

02 – O Comilão

O Comilão – (Fotografia: Orlando Almeida/GI)

«Houve uma noite em que estive à espera de Cavaco Silva, Marques Mendes e outros ministros para jantar até às quatro da manhã. Tinham estado, até àquela hora, a discutir a revisão constitucional.» A história – passada em 1992, era Cavaco primeiro-ministro – é hoje contada pelo dono do espaço, Secundino Cardoso, que crê que o menu dessa noite terá incluído «pataniscas para todos e carne barrosã». A clientela é sobretudo social-democrata e ainda hoje Pedro Passos Coelho é visita frequente. «Sou amigo dele. Ele gosta de boa comida portuguesa, dobrada, feijoadas, cabrito assado e um bom arroz de bacalhau», conta Secundino. Luís Marques Mendes pede sempre o prato do dia», afirma. É frequente encontrar aqui o antigo ministro, atual comentador da SIC, a preparar o seu espaço de opinião televisivo. Figuras do PS, do PSD e do CDS-PP se cruzam-se com jornalistas, apresentadores de televisão e médicos.

Rua Tomás da Anunciação 5A (C. Ourique), Lisboa
Tel.: 216074 408
Preço médio: 20 euros

01 – O Madeirense

O Madeirense – (Fotografia: Orlando Almeida/GI))

Jorge Sampaio, Mário Soares, Passos Coelho, José Sócrates, Pacheco Pereira. A lista de personalidades que tem passado por este restaurante é vasta. A propensão de ser palco de decisões importantes já vem desde o tempo em que a casa estava em Sete Rios, nos seus primeiros seis anos (as três décadas seguintes foram passadas na atual morada). «A UGT foi fundada nesse espaço. As reuniões mais importantes foram lá e estava o José Manuel Torres Couto», conta Manuel Fernandes, o proprietário.

Amoreiras Shopping Center, Lisboa
Tel.: 213813140
Preço médio: 20 euros

Fonte: Evasões
_

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.