Início Cultura Língua Portuguesa Ortographia escripta: como se escrevia antes do Acordo Ortográfico de 1911

Ortographia escripta: como se escrevia antes do Acordo Ortográfico de 1911

Podemos não concordar com o Acordo Ortográfico, mas é importante olhar para a história e constatar a evolução da Língua Portuguesa.

_

Colonisação Colonização
Columna Coluna
Comprehensão Compreensão
Commercio Comércio
Communicação Comunicação
Comtudo Contudo
Craneo Crânio
Creação Criação
Creança Criança
Cysne Cisne
Dansa Dança
Deos Deus
Diccionário Dicionário
Differente Diferente
Difficil Difícil
Diphthongo Ditongo
Direcção Direção
Ecclesiastico Eclesiástico
Edade Idade
Egreja Igreja
Electricidade Eletricidade
Elle/Ella Ele/Ela
Epocha Época
Escripta Escrita
Escriptor Escritor
Escriptorio Escritório
Escriptura Escritura
Esphera Esfera
Estadoal Estadual
Exgottar Esgotar
Exhibição Exibição
Exhuberante Exuberante
Expectaculo Espetáculo (Em Portugal ainda se usa “Espectáculo”)
Falla Fala
Fructa Fruta
Geographia Geografia
Grammatica Gramática
Guarany Guarani
Gymnasio Ginásio
Hespanhol Espanhol

_
(cont.)

1
2
3
4
5
6

OUTROS ARTIGOS QUE LHE PODEM INTERESSAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Então quer dizer que mudar a ortografia a bel-prazer será sempre evolução, é isso? Independentemente da natureza dessa mudança? O que está em causa na crítica a este novo acordo ortográfico são as suas deficiências técnicas, incongruências e falta de lógica. Vir trazer para a discussão uma ortografia anterior a 1911 não será uma total falta de noção das coisas e do que está em causa?

  2. O autor deste comentário a tentar justificar o «Aborto Hortográfico» e quem manda publicá-lo, ou são atrasados mentais, ou são demagogos de trazer por casa.

  3. O acordo ortográfico e 1911 foi aquele contra o qual Fernando Pessoa escreveu páginas que se tornaram famosas. Comparar a ortografia de antes de 1911 com a de 1911 poderia fazer algum sentido.
    Comparar a ortografia de antes de 1911 com a do aborto de 1990 é um salto demasiado grande que nem permite perceber o referido (des)acordo, que só se perceberia – se tal fosse possível – por comparação com a grafia imediatamente anterior (do português de Portugal e dos países africanos lusófonos).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.