Início Tradições Afinal, o vinho tinto faz bem ou mal à saúde?

Afinal, o vinho tinto faz bem ou mal à saúde?

Todos ouvimos dizer que um copo de vinho por dia faz maravilhas. Será? Fique a saber se o vinho tinto faz bem ou mal à saúde.

tinto faz bem ou mal à saúde
Afinal, o vinho tinto faz bem ou mal à saúde?
5
(1)

Todos ouvimos dizer que um copo de vinho por dia faz maravilhas. Será? Afinal o vinho tinto faz bem ou mal à saúde?

Todos nós gostamos de acompanhar as refeições mais importantes do dia com um copinho de vinho tinto. É sempre com agrado que se ouvem teses que defendem que beber um copo de vinho por dia faz maravilhas por nós, que desencadeia diferentes benefícios.

É aliar o útil ao agradável, a saúde ao prazer de beber um copo de vinho que cai tão bem nas refeições principais (ao almoço e ao jantar). O importante tem sido divulgar a informação de que se deve beber com moderação, bastando um copo de vinho por refeição para originar efeitos positivos no nosso corpo.

Contudo, um estudo relativamente recente defende uma posição contrária, apresentando uma tese cuja conclusão é “desagradável”: a única quantidade de álcool segura para beber é… zero! Mas será mesmo assim? Afinal, o vinho tinto faz bem ou mal à saúde?!

Afinal, o vinho tinto faz bem ou mal à saúde?

tinto faz bem ou mal à saúde
Afinal, o vinho tinto faz bem ou mal à saúde?

A frustração

Se este estudo científico estiver correto, então podemos despedir-nos daquele copo que nos sabia tão bem à refeição. Um copo de vinho tinto ao jantar ou ao almoço parece conceder ainda mais sabor à comida, por isso é com enorme prazer que se lêem notícias em que estudos científicos revelam os vários benefícios para a saúde desta bebida. Será necessário fazer o “luto” e despedir-se do copo de tinto?…

Passado

Ao longo do tempo, foram muitos os estudos científicos sobre o vinho e, na sua maioria, falavam nos grandes benefícios em beber vinho de forma moderada. Por exemplo:

– é possível estimular mais o cérebro com vinho do que resolver uma equação matemática;

– beber cerveja contribui para o aumento da fertilidade nos homens;

– beber dois copos de vinho por dia concede maior longevidade;

– quem bebe com moderação tem menor probabilidade de sofrer de doenças cardíacas do que qualquer outra pessoa (quer beba muito, quer não beba);

– ser abstémio aumenta risco de demência.

Contudo, estas teses vão por “água abaixo” quando surge um novo estudo (um mega estudo!) em que a conclusão é que não se deve beber vinho, pois qualquer quantidade é prejudicial.

tinto faz bem ou mal à saúde
Afinal, o vinho tinto faz bem ou mal à saúde?

O estudo

De acordo com um mega estudo internacional, não há benefícios, nem uma quantidade de álcool que seja considerada segura. Neste estudo, estiveram envolvidos mais de 500 investigadores.

Foram mais precisamente 512 os investigadores provenientes de 243 instituições e, no final, chegaram à conclusão de que não se deve beber álcool, pois qualquer que seja a quantidade, traz sempre prejuízos.

Publicação

Este mega estudo foi publicado na The Lancet, uma prestigiada revista científica, direcionada para conteúdos sobre medicina. Esta revista científica é publicada todas as semanas e possui revisão por pares. Posteriormente, o estudo também foi notícia no famoso jornal Washington Post, tendo grande impacto internacional.

tinto faz bem ou mal à saúde
Afinal, o vinho tinto faz bem ou mal à saúde?

Tese

O mega estudo defendeu teses que assustam e são contrárias ao que vinha sendo defendido. De acordo com o que é defendido neste estudo, o consumo álcool – mesmo em pequenas quantidades – tem uma influência negativa, podendo mesmo contribuir para um aumento da probabilidade de se terem 23 doenças/problemas de saúde.

Apesar de reconhecerem alguns benefícios, estes são em muito menor número do que as consequências negativas. Entre os maiores riscos inerentes ao consumo de vinho, estão a probabilidade de sofrer doenças como AVC, Cancros (nomeadamente da mama e da laringe), cirrose e tuberculose, entre outras doenças. O consumo de álcool leva também a que haja maior probabilidade de acidentes de viação.

Números

Os 512 investigadores, provenientes de 243 instituições que estão presentes em 195 países, analisaram dados de mil estudos realizados, tendo como base o consumo de álcool. Essa informação foi obtida ao longo de vários anos, mais precisamente entre 1990 e 2016. A conclusão deste mega estudo é simples: por muito reduzida que seja a quantidade de vinho ingerida, beber álcool coloca sempre a saúde em risco.

tinto faz bem ou mal à saúde
Afinal, o vinho tinto faz bem ou mal à saúde?

Investigadora

Emmanuela Gakidou, da Universidade de Washington, foi uma das pessoas que integrou a equipa de investigadores. Ela revelou que a conclusão a que chegaram neste mega estudo surpreendeu os próprios investigadores.

Assim, tendo por base esta pesquisa, a Drª Emmanuela informou: “As pessoas já não devem pensar que beber um, dois copos por dia faz bem”. Posteriormente, defendeu mesmo uma conclusão que preferimos desconhecer: “O que faz bem é não beber de todo”.

Conclusão

Este artigo não traz boas notícias, pois revelar a triste conclusão deste mega estudo. Ao partilhar a conclusão a que mais de 500 investigadores chegaram, mais não resta do que recomendar que se pense melhor, antes de beber um copo de vinho, pois como revela Emmanuela Gakidou: “O que tem sido desconsiderado, o que é surpreendente, é que nenhuma quantidade de álcool é boa”.

Assim, quanto mais se bebe, maior é o risco que se corre de desenvolver uma das 23 doenças referidas no estudo. O consumo de um copo aumenta o risco em 0,5%, enquanto que dois copos por dia aumenta o risco em 7%. Se por dia beber cinco copos, então há 37% de risco. E, no jantar de hoje, vai mesmo arriscar a sua saúde e beber um copo de vinho?

A sua opinião importa, gostou deste artigo ?

Clique nas Estrelas para classificar

Classificação média 5 / 5. Numero de classificações: 1

9 COMENTÁRIOS

  1. Desconfio seriamente que algo estranho esteja por trás dessas “conclusões”. Há interesses e forças muito fortes especialmente quando algo está consagrado e fazendo concorrência a outras partes. Por enquanto vou bebendo moderadamente meu vinho bebida que desde pequeno fui habituado e de que gosto muito. Só um estudo de outro grupo com credenciais e que chegue às mesmas conclusões deste, deixarei de tomar o néctar dos deuses.

  2. Eduardo de Almeida farias – falou tudo !
    E sou consumidor de bons vinhos , adoro vinho tinto . Difícil seria parar de degustar de uma boa taça de um cabriz kkk

  3. Está me parecendo balela produzida por pessoas chatas que não gostam de viver de boa. Pra você ter cirrose com uma taça de vinho por dia, você tem que se abster de água e não comer mais nada. O vinho, (assim como o chocolate e o café) reduzem o estresse e essa sim é uma doença mortal: “aí que estresse, vou pular na frete desse caminhão”. Por fim, conheço um senhor de 94 anos que sempre me pergunta se eu já tomei minha taça de vinho do dia, ele diz que des dos 20 anos que fielmente bebê uma na janta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.