Início Notícias Portugal: O rasto de destruição de Leslie na Figueira da Foz

Portugal: O rasto de destruição de Leslie na Figueira da Foz

A tempestade fez um desvio inesperado. O "landfall" (toque em terra) foi registado na Figueira da Foz, onde os ventos atingiram máximos históricos.

7024
Portugal: O rasto de destruição de Leslie na Figueira da Foz
Portugal: O rasto de destruição de Leslie na Figueira da Foz

Portugal: O rasto de destruição de Leslie na Figueira da Foz

A tempestade fez um desvio inesperado. O “landfall” (toque em terra) foi registado na Figueira da Foz, onde os ventos atingiram máximos históricos.

O aviso chegava do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), momentos antes de Leslie entrar no continente. “A tempestade está em entrar em terra aproximadamente entre Figueira da Foz e Aveiro”. Mas a tempestade fez um desvio inesperado em direção a norte e não entrou por Lisboa, como estava previsto. O landfall (toque em terra) foi registado na zona da Figueira da Foz, pelas 22h10, deste sábado.

“É uma catástrofe absolutamente inédita, nunca antes vista. Com uma violência e uma força que nos surpreendeu a todos”, descreve João Ataíde, presidente daquela autarquia, em declarações para a SIC Notícias.

Foi naquele concelho que as rajadas de vento atingiram máximos históricos, com o registo de velocidades na ordem dos 176 km/hora. A fase mais crítica não durou mais do que 15 minutos mas foi o suficiente para deixar estragos.

01

© Figueira Na Hora/Facebook

Na Figueira da Foz, as rajadas de vento atingiram máximos históricos, com o registo de velocidades na ordem dos 176 km/hora

02

© Figueira Na Hora/Facebook

A destruição em Buarcos, freguesia da Figueira da Foz

03

© António Agostinho/Facebook

O landfall (toque em terra) foi registado na zona da Figueira da Foz, pelas 22h10, deste sábado

04

© Figueira Na Hora/Facebook

São Pedro, freguesia da Figueira da Foz

05

© Figueira Na Hora/Facebook

Na Figueira da Foz, as rajadas de vento atingiram máximos históricos, com o registo de velocidades na ordem dos 176 km/hora

06

© Figueira Na Hora/Facebook

São Pedro, freguesia da Figueira da Foz

07

© Lurdes Marçalo Pato/Facebook

Os estragos em Cova Gala, freguesia da Figueira da Foz

08

© Figueira Na Hora/Facebook

São Pedro, freguesia da Figueira da Foz

09

© Figueira Na Hora/Facebook

A fase mais crítica não durou mais do que 15 minutos mas foi o suficiente para deixar estragos.

(cont.)

1 COMENTÁRIO

  1. SIM, AINDA HOUVE BASTANTES ESTRAGOS !!!! NÓS NÃO ESTAMOS HABITUADOS A ESTAS COISAS, MAS, TEREMOS K NOS HABITUAR, POIS, NÃO ESTÃO FAZENDO NADA PARA TUDO VOLTAR ATRÁS!!!! LOUVADO SEJA DEUS !!!! ATÉ BREVE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.