Início Tradições O Leitão, uma iguaria portuguesa: história e receita

O Leitão, uma iguaria portuguesa: história e receita

Conheça o Leitão da Bairrada, uma das Sete Maravilhas da gastronomia portuguesa e uma das iguarias mais apreciadas em Portugal.

O Leitão
O Leitão, uma iguaria portuguesa: história e receita

O Leitão, um iguaria portuguesa: história e receita

Conheça o Leitão da Bairrada, uma das Sete Maravilhas da gastronomia portuguesa e uma das iguarias mais apreciadas em Portugal. Qual será a história deste pitéu?

O Leitão
O Leitão, uma das iguarias portuguesas

De acordo com Pedro Costa, num artigo que redigiu para o “Diário Regional”, os “Cadernos de Refeitório, um manuscrito conventual” (1743), apresentam uma receita de leitão que é muito semelhante ao da Bairrada.

Não existe uma versão consensual sobre o aparecimento. Entre as histórias que se contam, uma parece relacionar a Casa Bairradina: “É das poucas casas que tem o forno dentro da cozinha e, por isso, todos os pratos que nascem na Bairrada têm a ver com o forno”, refere ao Diário as Beiras António Duque, da Confraria Gastronómica do Leitão da Bairrada.

Sabe-se que em 1910 o leitão não fazia parte da alimentação da maioria das pessoas. Eram raras as pessoas que já o tinham saboreado. O leitão era comido em algumas datas de grande importância.

O Leitão
O Leitão, uma das iguarias portuguesas

No entanto, não deixa de ser curioso que no século XIX, existisse uma ementa que chamava a atenção dos pobres e dos ricos: a Cabidela de Leitão (um prato que, diga-se, ainda hoje é muito apreciado na zona da Mealhada).

Contudo, este prato refletia diferenças entre as classes sociais. Nos pobres, a cabidela era apenas molho e batatas e ia ao forno numa caçoila de barro preto. Para os ricos, a cabidela era constituída por batata e miudezas de leitão. Era feita num tabuleiro que ia ao forno e simultaneamente era assado o leitão.

Durante décadas, na Bairrada, o Bísaro era a raça escolhida para a preparação desta maravilha portuguesa.

O Leitão
O Leitão, uma das iguarias portuguesas

Com o tempo foi-se percebendo que existem raças que se desenvolvem muito mais rapidamente, merecendo assim mais atenção dos comerciantes.

Na segunda metade do século XX, o leitão passou a estar na moda. Em 1995, em Sangalhos, abriu portas a Confraria Gastronómica do Leitão da Bairrada.

De acordo com o site Leitão da Bairrada, aquela entidade tem como “objectivo primeiro e primordial a divulgação dos valores culturais e gastronómicos da região, levando a cultura e costumes Bairradinos a todos os pontos por onde passa e onde é convidada a comparecer”.

O Leitão
O Leitão, uma das iguarias portuguesas

Uma confeção rigorosa e que exige dedicação e tempo vale a despesa – o Leitão da Bairrada é uma das Sete Maravilhas da gastronomia portuguesa.

(cont.)

1
2
3
4
5

5 COMENTÁRIOS

  1. Comer leitão não mata ninguém.
    O que mata a gente é a raiva de ter que aturar esses “VEGANOS” que se tornam assim só pra seguir a moda.

  2. Não censuro ninguém ,mas não deixo de criticar quem é VEGESTARIANO ,e critica quem não é .o leitão como outras iguarias portuguesas a base de carnes são o cartão de visita do nosso país ,que tanto emprego dá , está gente parece galinhas criticam porque é moda ,não por que sentem essa necessidade de comer TUFO a carne tem proteínas que faz falta ao cérebro, por isso há por aí tanta gente estupida

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.