Início Saúde Malva: benefícios e contra-indicações para a saúde

Malva: benefícios e contra-indicações para a saúde

Uma planta que está na origem de diversos benefícios que importa conhecer. Conheça melhor a malva, os seus benefícios e contra-indicações.

Malva
Malva: benefícios e contra-indicações para a saúde

A malva é uma planta medicinal, também conhecida como Malva-cheirosa, Malva-das-boticas, Malva-silvestre, Malva-de-casa, Malva-rosa ou Rosa cheirosa, muito utilizada no tratamento de infecções. O seu nome científico é Malva sylvestris e pode ser comprada em lojas de produtos naturais, farmácias e em algumas feiras ou mercados. Existem diversos estudos que revelam como determinados alimentos ou determinadas plantas possuem certas propriedades benéficas para a saúde. E uma das plantas que merece ser mais conhecida pelos efeitos positivos no organismo é a malva.

Já ouviu falar desta planta? Então, fique a conhecê-la melhor e perceba como ela pode ser verdadeiramente importante na sua vida.

A malva é uma planta herbácea que está na origem de diversos benefícios para a saúde, por via das suas propriedades. É, por isso, muito usada para fins medicinais, nomeadamente para combater infecções. Chás, cataplasmas e outros usos medicinais da malva é o que lhe vamos dar a conhecer em seguida.

Malva: benefícios e contra-indicações para a saúde

Malva
Malva: benefícios e contra-indicações para a saúde

Nomes

A planta Malva é conhecida de diferentes formas, por diversos nomes. Tem o nome científico de Malva sylvestris, mas é também associada a outras designações, entre elas: Malva-silvestre, Malva-de-casa, Malva-das-boticas, Malva-cheirosa, Malva-rosa, ou Rosa cheiros.


Leia também: Ansiedade: principais sintomas e como prevenir


Gastronomia

As flores e folhas frescas da malva podem também ser usadas na cozinha. É verdade! Podem ser colocadas em saladas ou noutro tipo de prato, pois além de servirem como tempero, podem desempenhar o papel de verdura principal. Também as raízes da malva podem ter grande utilidade.

Malva
Malva: benefícios e contra-indicações para a saúde

O chá de malva

O chá de malva é uma forma comum de obter os benefícios de malva. Como é fácil de consumir, o seu chá torna-se um método acessível e rápido de combater a prisão de ventre, além de ajudar a soltar o catarro e a combater a dor de garganta.

Cataplasma

Outra maneira de recorrer aos benefícios da malva é usar as folhas e as flores amassadas, criando um cataplasma que pode assim ser diretamente aplicado na pele. Como tem uma ação cicatrizante, o cataplasma de malva pode ser aplicado em feridas ou mesmo em picadas de inseto.

Malva
Malva: benefícios e contra-indicações para a saúde

Benefícios

Como tivemos oportunidade de adiantar, existem diferentes formas de recorrer aos benefícios da planta. Importa, por isso, conhecer quais são esses seus benefícios e como esta planta pode tornar-se uma boa amiga da nossa saúde.

São muitos os benefícios que estão associados a esta planta que realmente pode tornar-se numa boa parceira da nossa saúde. As suas propriedades permitem o tratamento da gastrite, particularmente se ela for consumida no formato de chá.

Ela também permite o alívio da irritação das mucosas, melhorando a saúde quer da boca (tratando aftas por exemplo), quer da faringe. Além de possibilitar uma ação laxante (resolvendo problemas como a prisão de ventre) e diurética, as propriedades da malva possuem ainda uma ação emoliente e expectorante. Por isso, a malva está associada ao tratamento das inflamações nas vias respiratórias, combatendo problemas como a tosse seca e irritante, a bronquite, a rouquidão, a faringite, o catarro, a dor de garganta, entre outros problemas.


Leia também: O melhor guia para escolher, saborear e conservar azeite


As propriedades desta planta especial permitem ainda o tratamento de diversos problemas como eczemas inflamatórios, picadas de insetos, feridas (com ou sem produção de pus), abcessos e furúnculos, isto porque a malva tem uma ação cicatrizante.

Outros dos seus benefícios são: o combate ao mau hálito, o estímulo dado ao sistema imunológico, o contributo ao tratamento de distúrbios do sono, os efeitos anti-envelhecimento e o crescimento do cabelo.

Malva
Malva: benefícios e contra-indicações para a saúde

Contra-indicações

Tal como em tudo na vida, recomenda-se moderação o seu consumo. Além disso, é preciso levar em linha de conta que podem surgir alguns efeitos colaterais e há contra-indicações que deve conhecer.

Leia também: Quinoa: o superalimento que tem de conhecer

A intoxicação é o principal efeito colateral da malva, podendo esta surgir quando há um consumo exagerado da planta. As mulheres que estejam grávidas ou a amamentar também não devem beber o chá de malva, havendo outros chás mais indicados para estas circunstâncias.

É também importante ter conhecimento de que deve fazer um intervalo de 1 hora (no mínimo) entre a ingestão do chá de malva e a posterior toma de medicamentos, pois a malva pode interferir nos efeitos desses medicamentos e comprometer a sua absorção.

Acompanhamento

Convém sempre e em qualquer circunstância, partilhar os problemas de saúde com o seu médico, pois se existem problemas de fácil resolução, existem outros que merecem toda a atenção e acompanhamento do médico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.