Início Cultura Língua Portuguesa: escreve-se «Demais» ou «De mais»?

Língua Portuguesa: escreve-se «Demais» ou «De mais»?

Existem palavras que aparecem juntas e outras, separadas. E é muito comum existirem dúvidas quanto à forma de as escrever. Escreve-se «Demais» ou «De mais»?

«Demais» ou «De mais»
Língua Portuguesa: escreve-se «Demais» ou «De mais»?

Língua Portuguesa: escreve-se «Demais» ou «De mais»?

Existem palavras que aparecem juntas e outras, separadas. E é muito comum existirem dúvidas quanto à forma de as escrever. Escreve-se «Demais» ou «De mais»?

É muito comum existirem dúvidas quanto ao uso de algumas palavras que por vezes aparecem juntas e outras, separadas. É importante, contudo, que saibamos exatamente os seus contextos de uso, para não cometermos erros.

DEMAIS ou DE MAIS? Saiba a diferença lendo com atenção as regras de colocação das duas palavras.

Nas gramáticas portuguesas, demais surge classificado como advérbio ora de modo, ora de quantidade, ora de intensidade. Aliás, a classificação dos advérbios tem variado ao longo dos tempos.

Vejamos, então, o que significam demais e de mais. São quatro as aceções a considerar.

A

Demais, uma só palavra, pode ser um pronome ou um determinante indefinido, equivalente a «outros», «outras», «restantes».

Exemplos:

Língua Portuguesa: De mais ou Demais?(= os outros, os restantes)

Língua Portuguesa: De mais ou Demais?(= as outras, as restantes)

Língua Portuguesa: De mais ou Demais?(= os outros)

B

Demais (ou ademais), uma só palavra, também pode ser um advérbio com a função de conector, que significa «além disso», «de resto».

Exemplos:

Língua Portuguesa: De mais ou Demais?(= além disso)

Língua Portuguesa: De mais ou Demais?(= de resto)

C

Demais, uma só palavra, pode ainda ser um advérbio que exprime o modo ou a intensidade e significa «muitíssimo», «excessivamente», «em demasia», «demasiadamente». Emprega-se intensificando formas verbais, advérbios ou adjetivos.

Exemplos:

(= fuma excessivamente, em demasia: o acto de fumar é praticado excessivamente)

(= dorme excessivamente, em demasia)

(= muitíssimo frágil, demasiado frágil)

(= muitíssimo bom)

(= demasiado cansada)

(= muitíssimo bem)

D

De mais, duas palavras, é uma locução adverbial (formada pela preposição de e pelo advérbio mais) que exprime a ideia de quantidade, de quantificação. Tem um significado equivalente a «a mais», oposta a «de menos», e aparece ligada a substantivos. Traduz a ideia de quantidade, e não a de modo (a de intensidade).

Exemplos:

(= comprei mais discos do que devia)

(= são mais livros do que aqueles que tenho tempo para ler; são livros a mais)

(= tem mais açúcar do que devia)

Ainda um esclarecimento acerca do conteúdo dos pontos C e D: demais emprega-se nas situações em que se empregaria um advérbio, ou seja, uma palavra invariável, enquanto de mais se emprega quando se empregaria um quantificador, ou seja, uma palavra variável que quantifica um substantivo.

Exemplos:

(= ele trabalha muito – invariável, pois o advérbio modifica um verbo, o verbo «trabalhar»)

(= a jarra é muito pequena – invariável, pois o advérbio modifica um adjectivo, o adjectivo «pequena»)

(= tem muitos problemas – variável, pois trata-se de um quantificador do nome «problemas»)

(= há muitas flores – variável, pois trata-se de um quantificador do nome «flores»)
_

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.