Início Cultura Língua Portuguesa: 20 das melhores Expressões Idiomáticas Portuguesas

Língua Portuguesa: 20 das melhores Expressões Idiomáticas Portuguesas

"Torcer o nariz" "no tempo da outra senhora" é uma "coisa do arco da velha". Conheça o significado de algumas expressões idiomáticas portuguesas.

6627
Língua Portuguesa: 20 das melhores Expressões Idiomáticas Portuguesas
Língua Portuguesa: 20 das melhores Expressões Idiomáticas Portuguesas

Língua Portuguesa: 20 das melhores Expressões Idiomáticas Portuguesas

“Torcer o nariz” “no tempo da outra senhora” é uma “coisa do arco da velha”. Conheça o significado de algumas expressões idiomáticas portuguesas.

As expressões idiomáticas estão presentes em todas as culturas e línguas caracterizando-se por ser difícil identificar o seu significado através, apenas, do sentido literal das palavras que as compõem.

Segue-se uma lista de expressões curiosas da língua portuguesa acompanhadas de uma breve explicação sobre o seu significado:

20 das melhores Expressões Idiomáticas Portuguesas
20 das melhores Expressões Idiomáticas Portuguesas

“Meter o Rossio na Betesga”

Esta é uma expressão tipicamente Lisboeta. A Betesga é a rua mais curta da cidade (com apenas 10 metros) e o Rossio uma grande praça.

Utiliza-se quando se quer dizer que um sítio é muito pequeno para o número de objectos ou pessoas que se quer pôr lá dentro, por exemplo.

20 das melhores Expressões Idiomáticas Portuguesas
20 das melhores Expressões Idiomáticas Portuguesas

“Torcer o nariz”

Esta vem geralmente acompanhada pelo gesto que sugere. Significa que não se concorda com uma ideia ou que já se sabe à partida que não se estará muito aberto a ela.

20 das melhores Expressões Idiomáticas Portuguesas
20 das melhores Expressões Idiomáticas Portuguesas

“No tempo da outra senhora” / “No tempo da Maria Cachucha”

Ambas designam coisas que são muito antigas, tão antigas que já não se pode precisar exactamente quando foram feitas ou sucederam. Outra expressão símile que também se pode utilizar é “Mais velho que a Sé de Braga”.

20 das melhores Expressões Idiomáticas Portuguesas
20 das melhores Expressões Idiomáticas Portuguesas

“Diz o roto ao nú!”

Baseada num conto de crianças, expressa a pouca moralidade do acusador respectivamente ao acusado. Se por acaso alguém critica uma outra pessoas mas a sua conduta respectivamente a esse comportamento também não é a melhor, utiliza-se este “dizer” para fazer notar a falta de moral de quem acusa.

20 das melhores Expressões Idiomáticas Portuguesas
20 das melhores Expressões Idiomáticas Portuguesas

“Chover a potes”

Esta quer dizer literalmente que está a chover muito. Como se potes cheios de água estivessem, literalmente, a ser despejados sobre nós, em períodos de chuva abundante. Usa-se apenas quando a situação está mesmo muito crítica.

20 das melhores Expressões Idiomáticas Portuguesas
20 das melhores Expressões Idiomáticas Portuguesas

“Nunca mais é Sábado”

Esta é para pessoas impacientes! Geralmente aplica-se quando algo está a levar muito tempo até suceder ou quando se está enfastiado e se quer que o tempo passe um pouco mais rápido.

20 das melhores Expressões Idiomáticas Portuguesas
20 das melhores Expressões Idiomáticas Portuguesas

“Tirar o cavalinho da chuva”

Não sei exactamente a génese deste ditame mas é muito usado actualmente em tom irónico. Aplica-se quando uma pessoa já está entusiasmada com uma ideia que tem e positiva em relação à resposta de uma terceira pessoa mas essa está completamente em desacordo.

Por exemplo, se um rapaz insinuar que já fez uma reserva num restaurante para marcar um encontro e a rapariga não estiver interessada pode usar esta expressão.

Também se usa muito com as crianças quando elas querem fazer qualquer coisa que ainda não é para a sua idade ou sem grande noção da realidade.

(cont.)

1
2
3

6 COMENTÁRIOS

  1. Boa tarde! Para uma das expressões citadas encontrei a explicação abaixo:
    1. Quem tem boca vai a roma
    Significado de Quem tem boca vai a Roma.
    Expressão que significa que a pessoa deve se comunicar para atingir seus objetivos. É empregada erroneamente, pois o correto seria dizer “quem tem boca vaia (do verbo vaiar) Roma”

    Mesmo sem saber direito como chegar ao evento, vou perguntando até achar, pois quem tem boca vai a roma.

  2. O correto é QUEM TEM BOCA VAI À ROMA. Essa história de “vaia Roma” foi uma notícia falsa (que os brasileiros abobalhados chamam de fake news) e que saiu há pouco tempo, atribuída ao Prof. Pasquale Neto. Esta mesma notícia continha outras bobagens dizendo que o correto seria “corro de burro quando foge”, “esculpido em carrara”, “quem não tem cão caça COMO um gato” e outras bobagens assim.

  3. A expressão tirar o cavalinho da chuva vem dos tempos em que quando se ia visitar a casa de um conhecido ou familiar deixava se o cavalo amarrado à entrada, se por acaso a visita fosse curta não era preciso ter muitos cuidados com o cavalo, mas se o dono da casa pedisse para ir guardar o cavalo no estábulo para o resguardar da chuva ou do vento, ou frio nesse caso podiam esquecer a ideia de que seria uma visita breve e que provavelmente ainda iam ficar lá algum tempo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.