Início Saúde Kombucha: benefícios e contraindicações

Kombucha: benefícios e contraindicações

Uma bebida “mágica” que trata da sua saúde (no melhor dos sentidos). Venha descobrir a Kombucha: benefícios e contraindicações.

Kombucha
Kombucha: benefícios e contraindicações

Uma bebida “mágica” que trata da sua saúde (no melhor dos sentidos). Venha descobrir a Kombucha: benefícios e contraindicações. Kombucha é uma palavra estranha, mas para quem conhece a sua utilidade e os seus muitos benefícios sabe que facilmente se entranha. É uma bebida fantástica que tem vindo a conhecer cada vez maior reconhecimento.

Conheça quais são as suas vantagens e como tirar o máximo partido delas.

Kombucha: benefícios e contraindicações

Kombucha
benefícios e contraindicações

Kombucha é uma bebida que tanto pode ser comprada em supermercados biológicos, como ser produzida de forma artesanal. A sua origem é chinesa. Tem como característica o seu sabor peculiar, ser ligeiramente gaseificada e parecer um tanto agridoce e, também, avinagrada.

A sidra tem um sabor aproximado, mas a kombucha tem propriedades próprias, características particulares que tornam esta bebida poderosa. O seu poder reflete-se nos seus efeitos, nos seus benefícios.

O nome

O nome dado a esta bebida é curioso. A kombucha é uma bebida com mais de 2000 anos. As suas características tornam-na única, sendo facilmente bem acolhida pelos consumidores.


Leia também: Vinagre de maçã ajuda a desinchar?


Kombucha
benefícios e contraindicações

Produção

A kombucha é feita com base em chá preto ou verde, mas no processo de produção típico desta bebida existe ainda a adição de sacarose (ou seja, açúcar) e de SCOBY (sigla para Symbiotic Colony Of Bacteria and Yeast), uma cultura sintrófica de leveduras e bactérias (algo que é usado na produção de diversos alimentos e bebidas tradicionais).

Diversidade

Ora, sendo estes os produtos-chave, a bebida fica distinta, consoante a escolha do tipo de chá a ser usado como base da bebida (isto é, se é chá verde ou chá preto). Outra diferença que pode transformar a bebida é a concentração de sacarose ou o tipo de SCOBY.

Kombucha
Kombucha: benefícios e contraindicações

Propriedades

A kombucha possui propriedades que a tornam num precioso aliado da saúde. As vitaminas do complexo B (nomeadamente, as vitaminas B1, B2, B6, B12), mas também a vitamina C e os probióticos, atuam como anti-inflamatórios e são parte das razões que permite, que esta bebida apresente tantos benefícios.

Os benefícios

Quem consome esta bebida, pode não ter um produto que faz milagres, mas pode ter em mãos um produto que adie pedidos de milagres de saúde. Com esta bebida (e os seus diversos benefícios), o seu organismo fica mais fortalecido.

A kombucha melhora o organismo; previne e alivia problemas como gota, reumatismo, artrite e pedras nos rins. O funcionamento do intestino também é melhorado, pois a ação laxante permite equilibrar a flora intestinal.

Esta bebida contribui para o emagrecimento, além de regular o apetite. Também combate a gastrite e previne infeções intestinais. É ainda uma bebida desintoxicante, que combate as insónias e reduz o stress, pois normaliza a pressão arterial.

Outros benefícios desta bebida são o combate às dores de cabeça, tornando menos provável a ocorrência de enxaquecas. O fígado também beneficia desta bebida, pois ela melhora o seu funcionamento. Previne infeções urinárias, pois é uma fonte rica de líquidos. O sistema imunológico é fortalecido, pois fornece antioxidantes e atua positivamente no intestino. Os sintomas naturais da menopausa também se tornam menos agressivos.

Kombucha
Kombucha: benefícios e contraindicações

Contraindicações

Foram feitos estudos que defendem que esta é efetivamente uma bebida segura. Não apresenta qualquer perigo para o ser humano. Por isso, não se verificaram, nem se conhecem, reações adversas.

É recomendado um consumo diário não superior a 120 ml. Um consumo excessivo pode levar a um aumento do peso, pois esta bebida possui um elevado teor de açúcar.

Existem casos, como grávidas e lactantes, em que o consumo de kombucha não é aconselhado, pois esta bebida pode favorecer a produção de heparina, prejudicial no terceiro trimestre da gravidez. Outros efeitos de um consumo excessivo de kombucha são as náuseas e as tonturas. O consumidor, quando bebe em excesso, pode ainda apresentar sintomas como reações alérgicas ou determinados distúrbios (quer gastrointestinais, quer hepáticos).

Kombucha
Kombucha: benefícios e contraindicações

Como obter e onde comprar

O kombucha pode ser comprado já pronto. Basta entrar em lojas especializadas na venda de produtos naturais e de nutrição, que seguramente encontrará esta fantástica bebida à venda. Além do sabor tradicional, poderá até encontrar e conhecer a kombucha com sabores variados de frutas e especiarias.


Leia também: Aprenda a fazer vinagre de maçã em casa


Socialização

O Scoby pode ser encontrado em diversos sítios. Não faltam fóruns na internet que partilham informações sobre ele. O scoby, que é o cogumelo (ou bolacha de kombucha) com os fungos e bactérias que são responsáveis pela fermentação da bebida, é uma bebida que até estimula a socialização, uma vez que a cada fermentação é formado um novo scoby.

Existem muitos consumidores de kombucha que oferecem gratuitamente o scoby, permitindo assim que outras pessoas se tornem fãs e façam também a bebida na própria casa.

Kombucha
Kombucha: benefícios e contraindicações

Importante

Deve sempre falar com um especialista (pode ser um nutricionista, um médico, ou ambos), antes de proceder a qualquer tratamento recomendado no NCultura, de forma a ter o devido acompanhamento de alguém que tem mais informações sobre si.

Apesar das recomendações serem baseadas em estudos científicos, um especialista tem acesso a muita informação pessoal sobre si que pode ser relevante, seja para avançar com o tratamento, seja para o impedir ou interromper.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.