Início Histórias Jornal internacional critica fortemente a Francesinha

Jornal internacional critica fortemente a Francesinha

The Times of Malta, o jornal mais antigo e vendido desse país, criticou fortemente a Francesinha, o prato mais popular do Porto.

3390
Jornal internacional critica fortemente a Francesinha
Jornal internacional critica fortemente a Francesinha

Jornal internacional critica fortemente a Francesinha

Uma reportagem sobre o Porto num jornal internacional resultou em fortes críticas à francesinha, apelidada de «combinação mortal» que deixou a repórter «surpreendida por se tratar de um prato tão popular».

Jornal internacional criticou fortemente a Francesinha
Numa crónica de viagens publicada pelo jornal mais vendido em Malta, a francesinha é apelidada de ser uma «combinação mortal», sem sabor e que levou a repórter a sentir-se indisposta.

Francesinhas. Quem lhes resiste? Na verdade, muito poucos, não será exagerado de afirmar. Este que é um dos pratos mais característicos da gastronomia portuense e uma das mais populares refeições no Norte (e não só, aliás) foi fortemente criticada numa nova reportagem no The Times of Malta, o jornal mais antigo e vendido desse país.

Jornal internacional criticou fortemente a Francesinha
«A francesinha é uma sandes com pão, presunto, linguiça, salsicha e bife cobertos de queijo derretido e molho de cerveja e tomate. Esta combinação mortal chega a ser servida até com batatas fritas», começou por frisar a jornalista Rachel Rigby.

Numa crónica de viagens que esta publicação dedicou à Invicta, a francesinha é apelidada de ser uma «combinação mortal», sem sabor e que levou a repórter a sentir-se indisposta.

Jornal internacional criticou fortemente a Francesinha
A repórter não mencionou o restaurante onde comeu, apenas frisando que foi em Vila Nova de Gaia, junto à Ponte D. Luís I, num espaço que tinha à entrada a placa «A melhor francesinha de Portugal».

«A francesinha é uma sandes com pão, presunto, linguiça, salsicha e bife cobertos de queijo derretido e molho de cerveja e tomate.

Esta combinação mortal chega a ser servida até com batatas fritas», começou por frisar a jornalista Rachel Rigby, que não mencionou o restaurante onde comeu, apenas frisando que foi em Vila Nova de Gaia, junto à Ponte D. Luís I, num espaço que tinha à entrada a placa «A melhor francesinha de Portugal».

Jornal internacional criticou fortemente a Francesinha
«Porque nunca tínhamos experimentado, tivemos que parar e provar. Dividi uma e senti-me indisposta. Não era assim tão saborosa e fiquei surpreendida por se tratar de um prato tão popular», continua a jornalista do diário de Malta.

«Porque nunca tínhamos experimentado, tivemos que parar e provar. Dividi uma e senti-me indisposta. Não era assim tão saborosa e fiquei surpreendida por se tratar de um prato tão popular», continua a jornalista do diário de Malta fundado há quase 100 anos, acrescentando que a cidade do Porto «funciona muito em redor da comida».

Jornal internacional criticou fortemente a Francesinha
A francesinha é já um cartão de visita da região Norte.

reportagem sobre a Invicta, de resto, menciona também aspetos considerados positivos sobre o Porto, como o «peixe fresco dos inúmeros restaurantes na margem do Douro»; a «charmosa» Ponte D. Luís I; «a decoração grandiosa» do Majestic Café; os «fantásticos» Pastéis de Chaves que comeu numa loja no Porto; e a «vivacidade» do Mercado do Bolhão, por exemplo.

(cont.)

2 COMENTÁRIOS

  1. QUer-me parecer que alguém do café Santiago lhe recomendou a noticia depreciativa acerca da francesinha. Num lado (que não referiu o nome mas apenas o local) disse que não gostou mas no Santiago (que também as serve e são boas) já diz que gostou. Coitada da jornalista. Tem de apurar o palato e dizer mal da comida de Malta. Santa Paciência !!!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.