Início Histórias Gago Coutinho e Sacadura Cabral, os heróis portugueses

Gago Coutinho e Sacadura Cabral, os heróis portugueses

Gago Coutinho e Sacadura Cabral, os heróis portugueses que fizeram a primeira travessia aérea do Atlântico Sul, unindo Lisboa ao Rio de Janeiro.

1814
Gago Coutinho e Sacadura Cabral, os heróis portugueses
Gago Coutinho e Sacadura Cabral, os heróis portugueses

Gago Coutinho e Sacadura Cabral, os heróis portugueses

Gago Coutinho e Sacadura Cabral, os heróis portugueses
Gago Coutinho e Sacadura Cabral, os heróis portugueses

Gago Coutinho e Sacadura Cabral foram dois heróis portugueses que fizeram a primeira travessia aérea do Atlântico Sul.

Gago Coutinho e Sacadura Cabral, os heróis portugueses
Fairey IIID Mk. II Seaplane Lusitânia

A primeira etapa desta heróica viagem que se iniciou em Lisboa às 16:30 horas do dia 30 de Março de 1922, num hidroavião monomotor Fairey FIII-D MkII, com um motor Rolls-Royce e batizado de “Lusitânia”, terminou tranquilamente em Las Palmas, nas Ilhas Canárias, onde os tripulantes permaneceram até 5 de Abril.

Gago Coutinho e Sacadura Cabral, os heróis portugueses
Gago Coutinho e Sacadura Cabral

A partir daí ocorreram os maiores perigos e incidentes, como os que sucederam logo na etapa seguinte, que os aviadores cumpriram a muito custo, com escala na ilha de S. Vicente, no arquipélago de Cabo Verde, com graves danos nos flutuadores devido à humidade que neles se formou.

Gago Coutinho e Sacadura Cabral, os heróis portugueses
Amaragem mal sucedida do “Lusitânia” – Gago Coutinho e Sacadura Cabral, os heróis portugueses

Após as necessárias reparações, levantaram voo no dia 17, do porto da Praia, na  ilha de Santiago, rumo ao arquipélago de S. Pedro e S. Paulo, já em águas brasileiras.

Amararam aí no dia seguinte, com danos irreversíveis no aparelho que perdeu um dos flutuadores, obrigando a que a dupla de aviadores fosse transportada por um Cruzador da Marinha portuguesa até à ilha de Fernando de Noronha, onde aguardaram pelo envio de um novo hidroavião Fairey, que batizaram de “Pátria”.

Gago Coutinho e Sacadura Cabral, os heróis portugueses
Fairey IIID Seaplane Santa Cruz – Gago Coutinho e Sacadura Cabral, os heróis portugueses

A decolagem da ilha foi efetuada no dia 11 de Maio mas logo surgiu novo infortúnio – uma falha mecânica no motor obrigou-os a fazerem uma amaragem de emergência voltando de novo à ilha de Fernando de Noronha.

No dia 5 de Junho, finalmente, recebem um novo Fayrei F III-D, batizado pela esposa do então Presidente do Brasil de “Santa Cruz”.

Gago Coutinho e Sacadura Cabral, os heróis portugueses
Gago Coutinho e Sacadura Cabral, recebidos como heróis em São Paulo, Brasil

Este aparelho foi transportado para o arquipélago de S. Pedro e S. Paulo, de onde os aviadores portugueses partiram rumo ao Recife e daí para o Rio de Janeiro, fazendo escalas em Salvador, Porto Seguro e Vitória.

(cont.)

1 COMENTÁRIO

  1. Ás vezes acredito que Portugal foi o dono do mundo e em outras tantas tenho a certeza que o mundo de hoje não seria esse mundo se não houvesse portugueses.
    DOMINARAM OS MARES
    VOARAM TAL QUAL OS PASSÁROS
    E FINALMENTE INVENTARAM O BRASIL
    DO GONÇALVES DIAS
    E LÁ NA SUA SANTA TERRINHA
    DESCOBRIRAM CAMÕES , FERNANDO PESSOA E MANUEL MARIA du BOCAGE.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.