Início Tradições Frango assado: 8 erros comuns que deve evitar

Frango assado: 8 erros comuns que deve evitar

Evite estes erros comuns do universo da cozinha. Saiba preparar um delicioso frango assado: 8 erros comuns que deve evitar.

Frango assado: 8 erros comuns
Frango assado: 8 erros comuns que deve evitar

Evite estes erros comuns do universo da cozinha. Saiba preparar um delicioso frango assado: 8 erros comuns que deve evitar. Todos sabemos que o peixe devia ser consumido na mesma proporção da carne, mas tal não acontece. Todos nós sabemos que a carne branca é preferível à carne vermelha, mas nem sempre esse conhecimento é levado em consideração. Entre as carnes brancas, o frango é a carne mais comum e consumida, mas a experiência em cozinhá-lo nem sempre leva à mestria… Existem erros comuns que são frequentemente realizados no nosso quotidiano, na cozinha.

É preciso adquirir conhecimento para se poder evitar esses erros. Apontamos alguns desses erros frequentes de forma a poder melhorar as suas qualidades no mundo da cozinha. Conheça (ou reconheça) estes erros que são frequentemente cometidos, evite-os e saiba cozinhar frango da melhor forma.

Frango assado: 8 erros comuns que deve evitar

Frango assado: 8 erros comuns
Frango assado: 8 erros comuns que deve evitar

Erro 1: Muitos lavam o frango

É um erro lavar o frango, mas é algo que é feito por muitas pessoas e que em nada beneficia a refeição. Além de ser algo desnecessário, revela-se perigoso, pois a água da lavagem leva a que se espalhem pela banca diversas bactérias que por lá irão permanecer e multiplicar-se. Por isso mesmo, depois de manusear o frango cru, deve lavar bem todas as superfícies, nomeadamente os pratos em que o frango tocou e as suas mãos.


Leia também: As 4 melhores receitas de frango assado


Erro 2: Muitos colocam o frango a descongelar no micro-ondas ou sobre a banca

Sabemos que depois de descongelado, o frango não deve ser congelado novamente. Mas no processo de descongelação, há outros erros que são cometidos. O melhor método é colocar o frango a descongelar no frigorífico, devendo ser feito no dia anterior à realização da receita pretendida.

Colocar o frango a descongelar no microondas ou sobre a banca é um convite para as bactérias crescerem e se multiplicarem. As aves de criação, quando colocadas em temperaturas amenas, permitem que as bactérias dupliquem em número em apenas 20 minutos. Elas crescem rapidamente quando colocadas em temperaturas de 40 a 140 graus.

Frango assado: 8 erros comuns
Frango assado: 8 erros comuns que deve evitar

Erro 3: Muitos optam por não secar o frango, antes de o cozinhar

O frango deve ser sempre seco com papel de cozinha, independentemente da receita ou da técnica pela qual optar (assar, fritar ou grelhar). Essa é a escolha mais adequada, se não impede que o frango cozinhe no vapor, o que o deixará mais crocante e saboroso.

Erro 4: Muitos recorrem a um temporizador para saber quando o frango está cozinhado

O termómetro é o objeto mais indicado para identificar se o frango está cozinhado.

Um temporizador é algo desligado do frango, apenas indica a passagem do tempo. Não leva em consideração o forno ou fogão, o tamanho do frango, por isso há variáveis importantes que não são levadas em linha de conta. A parte do frango é relevante.

O frango com osso deve ser cozido a 180ºC/185ºC, pelo menos. Já um pedaço de peito de frango desossado, basta ser cozido a 165ºC/170ºC.

Frango assado: 8 erros comuns
Frango assado: 8 erros comuns que deve evitar

Erro 5: Muitos optam por cortar o frango para ver se está pronto

Cortar o frango para avaliar o seu estado de cozedura é outro erro comum. Este erro leva a que os líquidos nele presentes saiam e sequem. O frango perde qualidade e fica seco, em vez de algo saboroso e húmido. Por isso, todos devemos ter um termómetro de cozinha.

Erro 6: Muitos armazenam o frango em qualquer lugar do frigorífico

O frango perde qualidade se não levarmos em consideração o local mais indicado para o guardar no frigorífico. Ele deve ser colocado na prateleira mais baixa, na zona mais fria, pois assim irá impedir a contaminação cruzada e o crescimento de bactérias.

Faça questão de o embrulhar bem e tenha todo o cuidado em impedir que a água do descongelamento vaze, pois isso irá contaminar os outros alimentos com bactérias.

Frango assado: 8 erros comuns
Frango assado: 8 erros comuns que deve evitar

Erro 7: Muitos optam por cozinhar apenas o peito de frango e compram só essa parte

Não se deve optar apenas pelo consumo do peito de frango. É igualmente saudável comer outras partes do frango, embora alguns defendam que se deve comer apenas peito de frango.


Leia também: Aprenda a assar frango no forno


Erro 8: Muitos colocam logo o frango, sem testar primeiro a frigideira

Sabia que se deve aquecer previamente a frigideira, antes de lá colocar o frango? Faça o teste, salpicando-a primeiro com umas gotas de água.

Se chiar e evaporar imediatamente, pode e deve colocar o frango, pois ela está na temperatura ideal. Um frango cozinhado numa frigideira bem preparada (especialmente se for peito ou coxas com pele) ficará mais dourado e crocante.

Receita

Frango assado: 8 erros comuns
Frango assado: 8 erros comuns que deve evitar

Frango assado com ervas aromáticas

Ingredientes

– 1 Frango

– 1 Cubo de Caldo de Galinha

– Alecrim fresco

– Coentros

– Cebolinho

– 1 Folha de Louro

Azeite

– Sal

Modo de Preparação

– Comece por lavar as ervas aromáticas.

– Junte o sal com o azeite num almofariz e marine bem o frango.

– Ponha o Cubo de Caldo de Galinha e as ervas aromáticas dentro do frango.

– Deixe apurar e em seguida pode levar ao forno para assar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.