Início Saúde As contraindicações do gengibre e como usar corretamente

As contraindicações do gengibre e como usar corretamente

Descubra se deve consumir gengibre e em que quantidade. Explicamos tudo! Confira as contraindicações do gengibre e como usar corretamente.

contraindicações do gengibre
As contraindicações do gengibre e como usar corretamente

Descubra se deve consumir gengibre e em que quantidade. Explicamos tudo! Confira as contraindicações do gengibre e como usar corretamente.

O gengibre traz muitos benefícios para a saúde, mas pode não ser vantajoso para todas as pessoas. Isso depende da quantidade ingerida, mas também da condição de saúde do indivíduo. É verdade, o gengibre também pode ter contraindicações. Fique a conhecê-las e saiba se deve ou não integrar o gengibre na sua dieta diária.

As contraindicações do gengibre e como usar corretamente

O gengibre pode ser usado em cápsula, fresco ou a sua raiz seca em pó. Ele é benéfico para o sistema imunitário da maior parte das pessoas, ajudando a tratar gripes e constipações e a solucionar problemas digestivos e vasculares. Porém, há pessoas que não o devem consumir…

contraindicações do gengibre
As contraindicações do gengibre e como usar corretamente

Quem não deve comer gengibre?

As propriedades do gengibre interferem com alguns medicamentos de uso contínuo e com os seus efeitos. Por exemplo, o gengibre pode aumentar a liquefação do sangue, o que vai prejudicar situações de coagulação.


Leia também: Descubra o que acontece se beber café com canela


Os diabéticos, os hipertensos, indivíduos com problemas de coagulação no sangue e as grávidas, principalmente se tomarem medicação, devem controlar os seus níveis de glicemia, pressão arterial e índice de coagulação, se ingerirem gengibre, pois ele pode interferir com estes valores.

contraindicações do gengibre
As contraindicações do gengibre e como usar corretamente

Tabela nutricional do Gengibre (colher de chá, 2,0 gr)

Informações nutricionais por porção % VD*
Valor Calórico 2 kcal < 0,1 %
7 kJ
Gordura < 0,1 g < 0,1 %
Gorduras saturadas < 0,1 g < 0,1 %
Gorduras monoinsaturadas < 0,1 g < 0,1 %
Gorduras poliinsaturadas < 0,1 g < 0,1 %
Carboidratos 0,4 g 0,1 %
Açúcares < 0,1 g < 0,1 %
Proteína < 0,1 g < 0,1 %
Fibra alimentar < 0,1 g < 0,1 %
Colesterol 0,0 mg 0,0 %
Sódio < 0,1 g < 0,1 %
Água 1,6 g < 0,1 %
(*) O percentual do valor diário (VD) é baseado numa dieta de 2.000 calorias.

Problemas de coagulação

É que o gengibre torna o sangue mais fino, podendo interferir na normal coagulação.

Diabetes

O gengibre também diminui o açúcar no sangue, o que pode conduzir a uma crise hipoglicémica em pessoas diabéticas ou pré-diabéticas, especialmente se tomarem metilmorfina ou insulina.

contraindicações do gengibre
As contraindicações do gengibre e como usar corretamente

Hipertensão

O gengibre também interfere com medicamentos para o controlo da hipertensão arterial, diminuindo a pressão e a frequência cardíaca. Assim, os batimentos cardíacos podem ficar irregulares e surgirem outras complicações.

Vesícula

Quem tem cálculos biliares pode agravar problemas na vesícula, se a ingestão de gengibre for excessiva. A produção de bílis aumenta e as contrações biliares causam dor e desconforto.

Gravidez

O consumo de gengibre durante a gravidez pode interferir nas hormonas sexuais do feto, o que pode provocar um aborto ou malformações fetais. O gengibre pode ainda aumentar o risco de sangramentos e de parto prematuro.

Assim, quem é hipertenso ou diabético, tem problemas de coagulação no sangue ou está grávida deve consultar o médico, antes de integrar o gengibre na sua dieta diária.

contraindicações do gengibre
As contraindicações do gengibre e como usar corretamente

E, então, quem pode consumir gengibre?

No geral, as pessoas podem ingerir gengibre, sem qualquer contra-indicação. Contudo, a sensibilidade de cada um a esta raiz varia, pelo que deve ir testando a sua resistência à mesma.

Para isso, deve respeitar a dose diária recomendada que é de 4gr de raiz seca, em pó. Já as pessoas que se enquadram nas condições descritas acima não devem ultrapassar a dose diária recomendada de 1gr.


Leia também: 12 benefícios do café comprovados pela ciência


Os estudos dizem que pessoas saudáveis podem consumir 250mg a 1g de gengibre em pó, 3 a 4 vezes por dia.

contraindicações do gengibre
As contraindicações do gengibre e como usar corretamente

Porém, há que sublinhar que o gengibre em pó tem uma concentração mais intensa dos princípios ativos do gengibre. Portanto, há que ser mais moderado no seu uso ou, então, preferir o uso da raiz fresca em chás ou ralada em saladas.

Os benefícios do gengibre são inegáveis e devem ser aproveitados ao máximo. Porém, há que também ter em conta que o seu consumo excessivo torna-o prejudicial, principalmente em pessoas com condições de saúde mais sensíveis ou vulneráveis.

Importante

O conteúdo aqui apresentado é de caráter informativo. Deve sempre falar com um especialista (pode ser um nutricionista, um médico, ou ambos), antes de proceder a qualquer tratamento recomendado no NCultura, de forma a ter o devido acompanhamento de alguém que tem mais informações sobre si.

Apesar das recomendações serem baseadas em estudos científicos, um especialista tem acesso a muita informação pessoal sobre si que pode ser relevante, seja para avançar com o tratamento, seja para o impedir ou interromper.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.