Início Opinião Coisas que o mundo inteiro deveria aprender com Portugal

Coisas que o mundo inteiro deveria aprender com Portugal

Portugal é um país muito mais equilibrado do que a média e é muito maior do que parece. Acho que o mundo seria melhor se fosse mais parecido com Portugal.

Coisas que o mundo inteiro deveria aprender com Portugal
Coisas que o mundo inteiro deveria aprender com Portugal

Portugal é um país muito mais equilibrado do que a média e é muito maior do que parece. Acho que o mundo seria melhor se fosse um pouquinho mais parecido com Portugal.

Coisas que o mundo inteiro deveria aprender com Portugal
Ruth Manus – Coisas que o mundo inteiro deveria aprender com Portugal

Dentre as coisas que mais detesto, duas podem ser destacadas: ingratidão e pessimismo. Sou incuravelmente grata e otimista e, comemorando quase 2 anos em Lisboa, sinto que devo a Portugal o reconhecimento de coisas incríveis que existem aqui – embora me pareça que muitos nem percebam.

Coisas que o mundo inteiro deveria aprender com Portugal
Casa portuguesa – Coisas que o mundo inteiro deveria aprender com Portugal

Não estou dizendo que Portugal seja perfeito. Nenhum lugar é. Nem os portugueses são, nem os brasileiros, nem os alemães, nem ninguém.

Mas para olharmos defeitos e pontos negativos basta abrir qualquer jornal, como fazemos diariamente. Mas acredito que Portugal tenha certas características nas quais o mundo inteiro deveria inspirar-se.

Coisas que o mundo inteiro deveria aprender com Portugal
Cozinha francesa – Coisas que o mundo inteiro deveria aprender com Portugal

Para começo de conversa, o mundo deveria aprender a cozinhar com os portugueses. Os franceses aprenderiam que aqueles pratos com porções minúsculas não alegram ninguém. Os alemães descobririam outros acompanhamentos além da batata. Os ingleses aprenderiam tudo do zero.

Coisas que o mundo inteiro deveria aprender com Portugal
Arroz de tomate – Coisas que o mundo inteiro deveria aprender com Portugal

Bacalhau e pastel de nata? Não. Estamos falando de muito mais. Arroz de pato, arroz de polvo, alheira, peixe fresco grelhado, ameijoas, plumas de porco preto, grelos salteados, arroz de tomate, baba de camelo, arroz doce, bolo de bolacha, ovos moles.

Coisas que o mundo inteiro deveria aprender com Portugal
Vindimas – Coisas que o mundo inteiro deveria aprender com Portugal

Mais do que isso, o mundo deveria aprender a se relacionar com a terra como os portugueses se relacionam. Conhecer a época das cerejas, das castanhas e da vindima. Saber que o porco é alentejano, que o vinho é do douro.

Talvez o pequeno território permita que os portugueses conheçam melhor o trajeto dos alimentos até a sua mesa, diferente do que ocorre, por exemplo, no Brasil.

Coisas que o mundo inteiro deveria aprender com Portugal
Aldeias de Portugal – Coisas que o mundo inteiro deveria aprender com Portugal

O mundo deveria saber ligar a terra à família e à história como os portugueses. A história da quinta do avô, as origens trasmontanas da família, as receitas típicas da aldeia onde nasceu a avó.

O mundo não deveria deixar o passado escoar tão rapidamente por entre os dedos. E se alguns dizem que Portugal vive do passado, eu tenho certeza de que é isso o que os faz ter raízes tão fundas e fortes.

O mundo deveria ter o balanço entre a rigidez e o afeto que têm os portugueses.

Coisas que o mundo inteiro deveria aprender com Portugal
Donald Trump – Jim Watson/AFP/Getty Images – Coisas que o mundo inteiro deveria aprender com Portugal

De nada adiantam a simpatia e o carisma brasileiros se eles nos impedem de agir com a seriedade e a firmeza que determinados assuntos exigem. O deputado Jair Bolsonaro, que defende ideias piores que as de Donald Trump, emergiu como piada e hoje se fortalece como descuido no nosso cenário político. Nem Bolsonaro nem Trump passariam em Portugal. Os portugueses – de direita ou de esquerda – não riem desse tipo de figura, nem permitem que elas floresçam.

Ao mesmo tempo, de nada adianta o rigor japonês que acaba em suicídio, nem a frieza nórdica que resulta na ausência de vínculos. Os portugueses são dos poucos povos que sabem dosar rigidez e afeto, acidez e doçura, buscando sempre a medida correta de cada elemento, ainda que de forma inconsciente.

Coisas que o mundo inteiro deveria aprender com Portugal
Cravo vermelho – Coisas que o mundo inteiro deveria aprender com Portugal

Todo país do mundo deveria ter uma data como o 25 de abril para celebrar. Se o Brasil tivesse definido uma data para celebrar o fim da ditadura, talvez não observássemos com tanta dor a fragilidade da nossa democracia. Todo país deveria fixar o que é passado e o que é futuro através de datas como essa.

Coisas que o mundo inteiro deveria aprender com Portugal
Afeto – Coisas que o mundo inteiro deveria aprender com Portugal

Todo idioma deveria carregar afeto nas palavras corriqueiras como o português de Portugal carrega. Gosto de ser chamada de miúda. Gosto de ver os meninos brincando e ouvir seus pais chamá-los carinhosamente de putos. Gosto do uso constante de diminutivos. Gosto de ouvir “magoei-te?” quando alguém pisa no meu pé. Gosto do uso das palavras de forma doce.

O mundo deveria aprender a ter modéstia como os portugueses – embora os portugueses devessem ter mais orgulho desse país do que costumam ter. Portugal usa suas melhores características para aproximar as pessoas, não para afastá-las. A arrogância que impera em tantos países europeus, passa bem longe dos portugueses.

O mundo deveria saber olhar para dentro e para fora como Portugal sabe. Portugal não vive centrado em si próprio como fazem os franceses e os norte americanos. Por outro lado, não ignora importantes questões internas, priorizando o que vem de fora, como ocorre com tantos países colonizados.

Coisas que o mundo inteiro deveria aprender com Portugal
Portugal – Coisas que o mundo inteiro deveria aprender com Portugal

Portugal é um país muito mais equilibrado do que a média e é muito maior do que parece. Acho que o mundo seria melhor se fosse um pouquinho mais parecido com Portugal. Essa sorte, pelo menos, nós brasileiros tivemos.

Autora: Ruth Manus é advogada e professora universitária e assina um blogue no Estado de São Paulo, Retratos e relatos do cotidiano

10 COMENTÁRIOS

  1. Bem, acho que a sua gratidão é uma coisa e dizer que Portugal é um exemplo mundial em termos de cultura, é outra diferente.
    Existem mesmo na Europa outros países com uma culinaria muito mais diversificada que Portugal, e por se não sabes, muitas receitas foram importadas de outras nações.
    Em música, posso dizer que é um dos países de Europa com menos diversidade ritmica e de géneros musicais, além de que mesmo na capital ( Lisboa ), tem muito poucos espaços de música ao vivo, e mesmo mais de metade dos que há não podem pagar artistas profissionais pelos altissimos impostos e certas leis que dificultam a existência de espetaculos ao vivo.
    Uma coisa é que alguem esteja a vontade em Portugal, e outra é fazer uma comparação com outras nações que tem muito mais para mostrar e ofrecer.
    Se visitares Espanha, vais notar que come-se bem, há boa cultura diversa, bom turismo jovem, boas praias, e aquela alegria caracteristica dos hispanos.
    Espero que ninguem leve a mal isto. Não foi com intensão de ofender nem desmelhorar este país, senão para expôr a realidade tal e como é.

  2. Estava até agradável a leitura, mas, tinha que colocar político no meio? Apenas corri os olhos nos demais parágrafos, a explicação veio ao final: “escreve” no Estado de São Paulo…. Senhores redatores do site: se cientes, são uns escrotos; se não, são por demais ingênuos…

  3. BEM, ISTO FOI RELATADO POR UMA BRASILEIRA!!!!! PORTUGAL NÃO TEM NADA A VER COM O BRASIL!!!!! SOMOS IRMÃOS MAS COM CULTURAS DIFERENTES!!!!! OS BRASILEIROS DIZEM BEM DE PORTUGAL PK NÃO CONHESSEM OUTROS PAÍSES!!!! PK QUEM ESTÁ NO CONVENTO É K SABE O K LÁ VAI DENTRO !!!!! OBRIGADO

  4. Olá Ruth Manus, tenho 64 anos, sou brasileiro de nascimento mas português de coração casado a 41 anos com uma portuguesa Laura e residimos em São Paulo. Elaborei um mini dicionário de diferenças linguísticas em Brasil e Portugal com mais de 1500 palavras e foi publicado no Eurodicas pelo Erick Gutierrez e já conta com mais de 5000 downloads. Recentemente li sua publicação “Eu digo, ele diz” e achei muito divertida além de ótimo conteúdo. Trabalhei nisso e colecionei mais de 220 palavras e expressões na mesma linha. Caso tenha interesse em conhecer este trabalho e opinar é só entrar em contato.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.