Início Saúde Benefícios e contra-indicações do mel na saúde

Benefícios e contra-indicações do mel na saúde

Já todos fomos aconselhados a “tomar uma colher de mel” pelo menos uma vez na vida. Conheça os benefícios e contra-indicações do mel na saúde

mel na saúde
Benefícios e contra-indicações do mel na saúde

Benefícios e contra-indicações do mel na saúde

Já todos fomos aconselhados a “tomar uma colher de mel” pelo menos uma vez na vida. Conheça os benefícios e contra-indicações do mel na saúde

Já todos tivemos tosse ou sentimos a garganta seca e arranhada e fomos aconselhados a “tomar uma colher de mel”. Contudo, será que as propriedades deste ingrediente podem mesmo ser benéfica para casos inflamatórios, como o descrito?

Benefícios e contra-indicações do mel na saúde

É precisamente isso que vamos descobrir ao expôr alguns dos benefícios do mel e, também, algumas das suas “contra-indicações”. É que apesar de este ser um adoçante natural, ele também engorda e, na verdade, tem praticamente as mesmas calorias que o açúcar branco. Fique a saber mais!

Alguns benefícios

– Combate a prisão de ventre, regulando o trânsito intestinal;

– Combate a má-digestão e as úlceras gástricas, graças às suas enzimas;

– Alivia a bronquite, a asma e a dor de garganta, funcionando como antibiótico e anti-sético​;

– Torna a pele mais macia, uniforme e sem manchas, neste caso aplicando uma máscara facial de mel cristalizado.

mel na saúde
Benefícios e contra-indicações do mel na saúde

Algumas combinações poderosas

– Mel com própolis: alivia sintomas de faringite, amigdalite, gripe e resfriado, pois tem propriedades antibacterianas, antifúngicas e antivirais. Estimula o sistema imunológico, é cicatrizante e regenera os tecidos.

– Mel com canela: combate a má-digestão.

– Mel com limão: evita gripes e resfriados e fortalece o sistema imunológico.

mel na saúde
Benefícios e contra-indicações do mel na saúde

Contra-indicações

Como vimos, o mel é, no geral, um alimento recomendável, desde que ingerido em quantidades razoáveis. Contudo, há algumas situações em que o mel não deve ser de todo experimentado. Saiba quais:

– Crianças com menos de 1 ano: Até ao primeiro ano de vida, o sistema digestivo das crianças ainda é algo imaturo, pelo que está mais sujeito a intoxicações graves, como a provocada por uma bactéria normalmente encontrada no mel – a Clostridium botulino.

– Diabéticos: Quem sofre de diabetes deve evitar o mel, pois ele possui muito açúcar simples, o qual interfere nos níveis de glicemia no sangue.

– Alérgicos: Pessoas com tendência a sofrer de alergias podem apresentar reações alérgicas ao mel, como mal estar gástrico ou dor de estômago.

mel na saúde
Benefícios e contra-indicações do mel na saúde

Como usar?

O mel pode ser ingerido isoladamente ou misturado com outros alimentos. Algumas opções apetitosas e saudáveis são:

– adoçar molhos de salada;

– adoçar café, leite ou chá;

– misturar em iogurte, cereais ou farinha de aveia.

Já uma opção mais gulosa, mas excelente para um lanche, é o bolo de mel.

Bolo de mel

Benefícios e contra-indicações do mel na saúde

Ingredientes

– 250 g de farinha

– 200 g de açúcar

– 2 dl de mel

– 2 dl de azeite

– 1 colher de sobremesa de canela em pó

– 6 ovos

– 1 limão

Modo de Preparação

– Separe as gemas das claras.

– Bata as gemas com o mel, o azeite, a canela e a raspa de limão.

– À parte, bata as claras em castelo e junte o açúcar aos poucos.

– Envolva o preparado das gemas, mel e azeite com as claras batidas e o açúcar.

– Acrescente a farinha e verta a massa numa forma bem untada.

– Leve a cozer em forno 180º e sirva quando estiver cozido.

Se gostou deste artigo também poderá gostar de:


Saúde: 10 truques caseiros para eliminar manchas nos dentes

Saúde. 9 razões para comer mais morangos

Saúde: 6 alimentos que provocam cancro e que provavelmente tem na sua mesa

Saúde: Medronho previne o cancro e outros benefícios

_


OUTROS ARTIGOS QUE LHE PODEM INTERESSAR

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.